Home
 
 
   

A Igreja Como Corpo de Cristo

21/01/2014

I Co. 12.12-27  

Int.- A Igreja nasceu no coração de Deus antes da fundação do mundo, foi edificada por Cristo na plenitude dos tempos e oficialmente inaugurada pelo Espírito Santo no glorioso Dia de Pentecostes.

     A palavra grega no Novo Testamento para Igreja é “Ekklesia” que significa: A reunião de um povo chamado para fora.

     A Igreja é uma fraternidade ou comunhão espiritual, no qual foram abolidas todas as divisões que separam a humanidade. Não há grego nem judeu; não há servo ou livre; não há macho nem fêmea.

      No V.13 fala que todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, e todos temos bebido de um Espírito. O mais importante é que a Igreja é formada por pessoas de raças diferentes, culturas diferentes, poder financeiro diferente, profissões diferentes e todos se unem formando um só corpo, sem distinção ou diferença.

      Na Bíblia encontramos descrições figurativas da Igreja, comparando a Igreja a: Um Edifício, a uma Noiva, a um Exército com Bandeiras, a um Corpo.

      Jesus Cristo deixou este mundo há quase dois mil anos; entretanto, ele ainda está no mundo. Sua presença se faz sentir por meio da Igreja, a qual é seu corpo.

V.27: Ora, vós sois o corpo de Cristo e seus membros em particular.

      A vida de Cristo continua a ter expressão por meio da Sua Igreja, como se evidencia no livro de Atos dos Apóstolos e continua através da história da Igreja.

      O corpo humano é um, embora seja composto de milhões de células vivas. Da mesma maneira o corpo de Cristo é um, embora composto de almas nascidas de novo. Assim como o corpo é vivificado pelo Espírito Santo.

I-A Igreja Descrita Como Um Corpo.

V.14: Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.

A) Descrevendo o corpo humano: Os estudiosos acreditam que há cerca de 60 órgãos no corpo humano.

- O conjunto de vários órgãos forma um sistema, que são: Nervoso, respiratório, cardiovascular, digestivo, endocrinológico, urinário, reprodutor, locomotor e sensorial.

-O corpo humano é composto de 206 ossos.
- Por isso a Igreja é comparada com um corpo.
- Porque a Igreja tem vários membros e cada um com uma função.
1- Aqui no V.13 fala: Formando um só corpo.

- Todos os membros do corpo, embora muitos formam um só corpo. A figura do corpo afirma a unidade essencial da Igreja.

Rm. 12.5: Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros.
- A Igreja como corpo mostra a necessidade de união e cooperação.

V. 15: Se o pé disser: Porque não sou olho, não sou do corpo; não será por isso do corpo?

V.16: E, se a orelha disser: Porque não sou olho, não sou do corpo; não será por isso do corpo?

V.17: Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?

- Um corpo não pode alimentar-se, se a boca resolve se manter fechada, se a mão recusar pegar a comida, se o pé se afastar da mesa.

- O membro que ignora a cooperação e age independentemente, viola o conceito de Sua Igreja e se desmembra.

V.25: Para que não haja divisão no corpo, mas, antes, tenham os membros igual cuidado uns dos outros.

- Nós não podemos ficar indiferente ao nosso irmão.

- Mas temos que cuidar uns dos outros para chegarmos ao céu.

I Pe. 1.22: Purificando a vossa alma na obediência à verdade, para caridade fraternal, não fingida, amai-vos ardentemente uns aos outros, com um coração puro.

- Não existe Igreja de um membro só.

- O corpo para desenvolver precisa de todos os membros.

- Há também muitos membros que não são vistos, não aparecem no exterior, mas são vitais: Como o coração, pulmão, as veias, as artérias. Não são vistos, mas ninguém ignora sua importância.

V.22: Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários.

- Todos os membros da Igreja são importantes e necessários.

- Aquele membro que se acha menos necessário é também importante.

- O corpo possui saúde quando cada membro está exercendo sua função. O corpo não pode ter uma existência plena se alguns membros não trabalham.

- Cada membro deve fazer de tudo para o bem geral do corpo inteiro.

Ef. 4.16: Do qual todo o corpo, bem ajustado e ligado pelo auxilio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.

- Se o corpo estiver saudável ele cresce.

- No versículo fala: Segundo a justa operação de cada parte.

- Quer dizer: Cada um fazendo a sua parte.

II- O Corpo Possui Muitos Membros.

V.20: Agora, pois, há muitos membros, mas um corpo.

- Há diversidade na unidade do corpo de Cristo.

- A vida do corpo depende do funcionamento de seus diversos membros.

V.18: Mas, agora, Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.

- Foi escolha de Deus em dar a cada membro uma vocação.

- Quem prega, quem ensina, quem canta, quem toca, quem cuida de criança, quem cuida do som, quem cuida da cantina, quem cuida da zeladoria.

- A somatória do trabalho de todos faz a Igreja funcionar e crescer.

- Foi Deus que quis que você fizesse o que você está fazendo.

Ef. 4.11,12: E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores.

      Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo.

- Aqui diz: Que ele mesmo deu.

- É Deus que capacita a cada um de nós com um ministério.

- Use o seu ministério para a edificação do Corpo de Cristo.

- Cada membro pode realizar bem a sua função: O pé não enxerga, a mão não ouve, a cabeça não pode correr. Mesmo assim quem desejaria um corpo sem pés, mãos ou cabeça?

V.17: Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?

- Por isso que na Igreja nem todos tem a chamada para pregar, para cantar, para tocar.

- Cada um deve fazer a obra segundo a sua chamada e vocação.

- Como o corpo necessita de muitos membros, também a Igreja. O corpo de Cristo precisa de membros com capacidades espirituais diferentes.

- Deus é quem determina as funções que são necessárias para o bem do corpo: Sejam dons, sejam ministérios.

III- O Corpo Possui Uma Cabeça.

Ef. 4.15: Antes, seguindo a verdade em caridade, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Cl. 1.18: E ele é a cabeça do corpo da igreja; é o principio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência.

- Cristo é Senhor sobre o corpo.

- A cabeça orienta e determina a ação do corpo.

- O desejo da cabeça é a edificação do corpo.

- Conforme o plano de Deus o corpo vai crescendo.

Cl. 2.19: E não ligado à cabeça, da qual todo o corpo, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo em aumento de Deus.

- Esse crescimento depende da obediência a cabeça.

- Deus não dará desenvolvimento aqueles que não dependem de Cristo.

Jo. 15.5: Eu sou a videira, vós, as varas; quem está em mim, e eu nele, este dá muito fruto, porque sem mim nada podereis fazer.

- O crescimento é normal para aqueles que se orientam por Cristo.

Hb. 12.2: Olhando para Jesus, autor e consumador da fé.

- É normal que a Igreja cresça.

- É anormal se a Igreja não crescer.

- É anormal se não há crescimento espiritual.

- Deve haver crescimento espiritual.

- Deve haver crescimento por decisões para Cristo.

- O normal de um corpo é crescer.

 

Conclusão: Sejamos, portanto um corpo. Estejamos cônscios de que precisamos crescer. Louve a Deus porque você pertence ao corpo de Cristo.

 

  Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens