A ESCOLHA DE DEUS                                                                                                                          
 31/01/2010

Dt.7.6-9          


Int.-
O Livro de Deuteronômio é o quinto livro do Pentateuco, ou seja, dos cinco primeiros livros da Bíblia. Foi escrito por Moisés. É um livro que relembra as leis, os preceitos, os estatutos e mandamentos, que Deus deu para o povo hebreu no Monte Sinai.

      Era o quadragésimo ano da jornada do povo hebreu pelo deserto, em direção a terra prometida, em direção a Canaã.

      Deus havia tirado o povo hebreu do Egito, das mãos de Faraó, com mão forte, usando Moisés. Haviam caminhado por quarenta anos pelo deserto, sendo cuidados por Deus.

      O deserto é um lugar sem vida; sem água, sem alimento. O povo eram quase três milhões de pessoas, com os seus animais. Mas Deus proveu água para todo esse povo durante esses quarenta anos. E Deus proveu o Maná, que era como semente de coentro, era branco e o sabor como bolos de mel; e Deus sustentou a todo esse povo com Maná por quarenta anos, até entrarem na terra prometida.

Js.5.12- E cessou o maná no dia seguinte, depois que comeram do trigo da terra.

- Deus foi fiel guardando e sustentando o seu povo.

Dt.29.5- E quarenta anos vos fiz andar pelo deserto; não se envelheceram sobre vós as vossas vestes, nem se envelheceu no teu pé o teu sapato.

- Não precisaram trocar de vestes e nem de sapato esses quarenta anos, porque Deus fez um milagre.

- Uma coluna de nuvem os guiava e os protegia de dia.

- Uma coluna de fogo os guiava e os iluminava de noite.

I- Deus Escolheu Israel para o Seu Povo.

V.6- Porque povo santo és ao Senhor, teu Deus, o Senhor, teu Deus, te escolheu, para que lhe fosses o seu povo próprio, de todos os povos que sobre a terra há.

- Deus escolheu Abrão de Ur dos Caldeus.

- Abrão era idólatra, fabricante de imagens como o seu pai.

- Seguiu sem saber para onde ia, apenas obedecia a voz de Deus.

- Esteve por alguns anos em Padã-Arã; mas continuou a sua viagem até Canaã, a terra que Deus escolheu para ali formar a Nação de Israel.

- Aqui no V.7 diz que Deus escolheu Israel não porque a multidão era maior do que outros povos, porque eles eram em menor número.

- Veja a nação de Israel no Mapa Mundial.

- É uma nação bem pequenininha lá no Oriente Médio.

- Mas foi lá que Deus escolheu para manifestar a Sua Salvação.

Rm.4.17- Como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí, perante aquele no qual creu, a saber, Deus, o qual vivifica os mortos e chama as coisas que não são como se já fossem.

- Deus escolheu este povo entre todas as nações da terra.

A) Quais foram as razões da escolha de Deus?

      Foram duas:

1- V.8- Porque o Senhor os amava.

- A melhor escolha é feita pelo amor.

- Deus amou este povo.

- Escolheu-o para Seus propósitos.

- E fez uma aliança com esse povo.

2- V.8- Para cumprir o juramento que Deus fizera com Abraão, Isaque e Jacó.

- Deus é cumpridor das suas alianças.

- As promessas que Deus faz, Ele as cumpre.

- Eu e você fomos escolhidos por Deus.

Jo.15.16- Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vos conceda.

- Deus nos escolheu pelo seu infinito amor.

- Ele olhou para mim e para você no mundo:

a) Éramos mundanos.

b) Muitos de nós éramos idólatras.

c) Muitos de nós éramos viciados em: álcool, cigarro, drogas.

d) Praticávamos o que era mal aos olhos do Senhor.

- Mas Ele nos amou como nós éramos.

Rm.5.8- Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

- Nenhum de nós merecíamos, mas Deus nos amou mesmo assim.

Jo.3.16- Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

    

I Jo.4.19- Nós o amamos porque ele nos amou primeiro.

- Quando nós aceitamos a Jesus como Salvador, Deus fez uma aliança conosco.

- Uma aliança de nos abençoar e nos prover a eternidade com Deus para sempre.

Dt.7.9- Que Deus guarda o concerto e a misericórdia até mil gerações.

- Esse número é para nos dizer que o seu concerto é eterno.

- Mas aqui nesse versículo existem duas condições:

1- Aos que o amam.

2- Aos que guardam os seus mandamentos.

- A benção de Deus é certa, mas para aqueles que o amam e guardam os seus mandamentos.

- Quer dizer cumprem a sua palavra.

- Quem ama quer agradar ao seu amado.

- Quem ama quer fazer feliz o seu amado.

- E quando fazemos Deus feliz, somos abençoados.

II- A Igreja é Simbolizada por Israel.

- Israel é tipo da Igreja, ou seja, um símbolo da Igreja.

- O Egito representa o mundo de onde nós saímos.

- O deserto representa a caminhada que enfrentamos para chegarmos ao Céu.

- Canaã ou a terra prometida, representa o Céu.

- Deus não deixará você perecer no deserto.

- Como Deus cuidou de Israel, Ele também cuida de nós.

Sl.78.19- E falaram contra Deus e disseram: Poderá Deus, porventura, preparar-nos uma mesa no deserto?

- Esse versículo está revelando a pergunta dos hebreus incrédulos que fizeram quando começaram a viagem pelo deserto.

- Eles perguntaram será que Deus pode nos alimentar no deserto, sem ter de onde tirar o alimento?

- Quantas vezes em nossa jornada em direção ao céu fazemos a mesma pergunta.

- Será que Deus pode me socorrer nessa aflição?

Sl.34.19- Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor o livra de todas.

- Diz nesse versículo: Muitas são as aflições do justo.

- O justo não está isento de passar por aflições.

- De ter lutas e angústias em sua vida.

    

Jo.16.33- Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.

- Na segunda parte do Sl.34.19- Mas o Senhor o livra de todas.

- Não vem lutas e nem provas que o salvo não possa suportar.

I Co.10.13- Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que vos não deixará tentar acima do que podeis; antes, com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.

- Deus não te dará peso a mais que você possa suportar.

- O mesmo Deus que caminhou com o povo hebreu pelo deserto, é o mesmo Deus que caminha conosco nessa vida em direção ao céu.

- Você não está sozinho nessa caminhada.

- Deus não te abandonou.

 

Conclusão: Deus protegeu Sadraque, Medraque e Abednego da fornalha de fogo ardente, eles não morreram queimados.

- Deus guardou a Daniel dos leões na cova, e ele não morreu.

- Deus livrou a Pedro da prisão em Jerusalém, quando a sua morte estava decretada para o dia seguinte.

- Deus protegeu Paulo do grande naufrágio que o navio que o estava conduzindo para Roma sofreu.

- O Deus destes homens é o mesmo Deus que nós servimos.

- Confie na Sua Palavra e na Sua proteção.

- Deus é fiel para operar em nossas vidas.

 

  Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo