O MEU REDENTOR VIVE
Jó 19.25

                                                                

29/07/2012
 

Int.- Todo ser humano, tanto crente quanto incrédulo, está sujeito à morte. A palavra “morte” tem, porém, mais de um sentido na Bíblia. É importante para nós compreendermos os vários sentidos do termo morte.

I-A Morte Como Resultado do Pecado.

- Em Gn. 2 e 3 ensina que a morte penetrou no mundo por causa do pecado. Nossos primeiros pais foram criados capazes de viverem para sempre. Ao desobedecerem o mandamento de Deus, tornaram-se sujeitos à penalidade do pecado, que é a morte.

1- Adão e Eva ficaram agora sujeitos à morte física. Deus colocara a árvore da vida no jardim do Éden para que, ao comer continuamente dela, o ser humano nunca morresse. Mas, depois de Adão e Eva comerem do fruto da árvore do bem e do mal, Deus pronunciou estas palavras: “és pó e em pó te tornarás”. Eles não morreram fisicamente no dia em que comeram, mas ficaram sujeitos à lei da morte como resultado da maldição divina.

2- Adão e Eva também morreram no sentido moral, Deus advertia Adão que se comesse do fruto proibido, ele certamente morreria. Adão e sua esposa não morreram fisicamente naquele dia, mas moralmente, sim, a sua natureza tornou-se pecaminosa, uma tendência inata de seguir seu próprio caminho egoísta, alheio a Deus e ao próximo.

3- Adão e Eva também morreram espiritualmente quando desobedeceram a Deus, pois isso destruiu o relacionamento íntimo que tinha antes com Deus. Já não anelavam caminhar e conversar com Deus no jardim; pelo contrário, esconderam-se da sua presença. A Bíblia também ensina que, distante de Cristo, todos estão alienados de Deus e da vida nele, e estão espiritualmente mortos.

4- A morte, como resultado do pecado, importa em morte eterna. A vida eterna viria pela obediência de Adão e Eva; ao invés disso, a lei da morte eterna entrou em operação. A morte eterna é a eterna condenação e separação de Deus como resultado da desobediência do homem para com Deus.

5- A única maneira de o ser humano escapar da morte em todos os seus aspectos é através de Jesus Cristo. Jesus, mediante a sua morte, reconciliou-nos com Deus. Pela sua ressurreição Ele venceu e aboliu o poder de Satanás, do pecado e da morte física.

 

I- Jó Tinha Uma Esperança no Seu Redentor.

- Jó é descrito como homem da terra de Uz.

- A Bíblia fala que Jó era homem sincero, reto, temente a Deus e desviava-se do mal.

- A Bíblia fala que Jó era maior do que todos os do Oriente.

- Jó era um homem rico que prosperava.

- Jó tinha uma fé inabalável em Deus.

- Jó era um homem perseverante.

- Jó é um modelo de integridade espiritual.

- Jó tinha uma linda família; tudo ia bem na vida de Jó.

A) Deus disse a Satanás: Observaste o meu servo Jó, não há ninguém na terra semelhante a ele.

- Satanás disse a Deus: Não o cercaste tu de bens a ele, e a sua casa, e a tudo quanto tem?

- Toca-lhe em tudo quanto tem, e verás se não blasfema de ti na tua face.

- Então, o Senhor permitiu que Satanás provasse a fé de Jó.

- Várias calamidades lhe sucederam: Seus filhos, seus servos e sua criação foram-lhe tomados e Jó ficou na penúria.

- Apesar disso, Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.

- Satanás continuou a sua investida com a zombaria: Toca-lhe nos ossos e na carne e verás se não blasfema de ti na tua face.

- O Senhor permitiu que Satanás afligisse Jó com tumores malignos desde a planta dos pés até a cabeça, então Jó sentou-se no meio das cinzas e raspava-se com um pedaço de telha.

- Sua mulher perguntou: Ainda conservas a tua integridade?

- Amaldiçoa a Deus e morre.

- No entanto, Jó recusou-se a amaldiçoar a Deus.

- Jó disse: Temos recebido o bem de Deus e não receberíamos também o mal?

- A fé de Jó triunfou sobre todas as adversidades.

B) Três amigos de Jó vieram para consolá-lo.

- O homem mais rico do Oriente estava agora pobre.

- O homem que tinha grande prestigio entre as pessoas, agora estava em desgraça.

- A dor de Jó era muito grande.

- Quando os três amigos viram Jó naquele estado; estava irreconhecível; rasgaram cada um o seu manto e choraram.

 

- Os amigos de Jó disseram-lhe: Para lhe ter sucedido isso ou você pecou, ou Deus está lhe aplicando uma disciplina para aperfeiçoar-te.

C) A fé inabalável de Jó.

- Jó era inocente em meio a tanto sofrimento.

- Jó tinha a sua esperança em Deus.

Jó 13.15: Ainda que ele me mate, nele esperarei; contudo, os meus caminhos defenderei diante dele.

- Jó fruía de uma certeza no meio de tanta incerteza.

- Jó disse: Eu sei que o meu Redentor vive.

- A sua fé lhe deu certeza.

- As provas não o levaram a duvidar.

- As dificuldades não perturbaram sua confiança no Redentor.

- Os amigos não destruíram sua confiança de que Deus haveria de livrá-lo.

- Jó cria numa vida pós túmulo, embora não a visse.

- Nesse versículo Jó esta profetizando a respeito de Jesus.

V.25: Porque eu sei que o meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra.

- Jó possuía um Amigo verdadeiro no meio dos seus amigos cruéis.

- Jesus é o Amigo certo nas horas incertas.

- A palavra Redentor (hebraico): Libertador, protetor, redentor, justificador, vindicador.

D) Deus tem um propósito sábio em todo o nosso sofrimento.

- Ele quer mostrar-nos sua multiforme sabedoria.

- Quer que a prova da nossa fé opere a paciência.

- Quer extrair de nós o ouro, como que pelo fogo.

- Quer que se revele o nosso verdadeiro caráter.

- O fim de todo sofrimento do cristão é recompensado por Deus.

Tg. 5.11: Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram. Ouvistes qual foi a paciência de Jó e vistes o fim que o Senhor lhe deu; porque o Senhor é muito misericordioso e piedoso.

- A Palavra de Deus nos manda a olhar para o final das coisas.

- O servo ou a serva de Deus pode passar por provas e lutas, mas saiba que Deus tem um final feliz para o seus servos.

- Exemplos:

1- José no Egito passou por provas e lutas terríveis, mas o seu final foi de benção.

 

2- Asafe diz no Salmos 73.3: Que tinha inveja dos soberbos, ao ver a prosperidade dos ímpios.

V.17: Até que entrei no santuário de Deus; então, entendi eu o fim deles.

3- Daniel foi levado para a Babilônia como cativo, mas lá ele foi honrado por Deus e teve um final feliz.

4- Davi teve um início de vida difícil e de muitas perseguições por parte de Saul, mas Deus mudou o seu cativeiro, e Davi teve um final prospero e feliz.

Sl. 37.7: Nota o homem sincero e considera o que é reto, porque o futuro desse homem será de paz.

- Jó teve sua prova, suas perdas, suas lutas, sua enfermidade, mas no final por causa da sua perseverança e sua fé, seu cativeiro foi virado pelo Senhor.

- A Bíblia diz: Que o Senhor acrescentou a Jó outro tanto em dobro a tudo quanto dantes possuía.

- Jó teve o dobro de ovelhas, o dobro de camelos, o dobro de bois, o dobro de jumentas.

- E Deus deu a ele novamente sete filhos e três filhas.

- E a Bíblia ainda diz: Que em toda a terra não se acharam mulheres tão formosas como as filhas de Jó.

- A Bíblia diz: Que Jó ainda viveu cento e quarenta anos.

- O livro de Jó termina assim: Então, morreu Jó, velho e farto de dias.

- O seu ultimo estado foi melhor do que o primeiro.

Ec. 7.8: Melhor é o fim das coisas do que o principio delas.

- Amado o teu Redentor vive e trabalha em teu favor.

- Há um corinho inspirado que diz: A luta vem e passa não desanimes não, quem crer em Jesus Cristo já tem a salvação.

- No meio da prova e do furacão Jó cria em Deus, Jó cria no seu Redentor, Jó esperava em Deus.

Dn. 12.13: Tu, porém, vai até o fim; porque repousarás e estarás na tua sorte, no fim dos dias.

- Quem escreveu esse versículo foi Daniel que experimentou grandes lutas e provações.

- Nossa esperança é Jesus.

- Nossa esperança é o agir de Deus.

 

Is. 50.10: Quem há entre vós que tema ao Senhor e ouça a voz do seu servo? Quando andar trevas e não tiver luz nenhuma, confie no nome do Senhor e firme-se sobre o seu Deus.

 

Conclusão: O nosso Redentor o Senhor Jesus está vivo e vivo para todo sempre.

- O Redentor é aquele que liberta ou livra alguém da dificuldade, perigo ou servidão.

- Jesus Cristo é o nosso Supremo Redentor.

- Jesus Cristo veio dar a sua vida em resgate de muitos.

- Por isso Paulo afirma em Efésios 1.7 que os crentes tem a redenção, pelo seu sangue.

- Nós somos redimidos pelo sacrifício de Cristo na cruz do calvário

 

  Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens