TRÊS PRINCÍPIOS PARA UMA VIDA FRUTÍFERA  
Sl. 128.1-6
                                                                

29/05/2012
 

Int.- Deus quer que todos os cristãos tenham uma vida vitoriosa e frutífera. Que sejam felizes, que tenham paz e que se realizem.

      E todos nós desejamos e lutamos para que essas coisas aconteçam. Mas muitas vezes seguimos os nossos instintos e fazemos do nosso jeito, e muitas vezes nos frustramos, não vencemos e não somos frutíferos.

      Mas Deus nos deixou na Sua Palavra princípios para que tenhamos uma vida vitoriosa e frutífera. Basta nós os observarmos a os praticarmos. Porque Deus é fiel para cumprir a Sua Palavra quando nós obedecemos.

I-Tenha o Temor do Senhor.

- Não é ter medo de Deus.

- temer ao Senhor é considera-lo com santo temor e reverência e honrá-lo como Deus. Reconhecer a Sua santidade, Sua justiça, Sua retidão, Sua misericórdia e Seu amor.

Sl. 111.10- O temor do Senhor é o principio da sabedoria; bom entendimento tem todos os que lhe obedecem; o seu louvor permanece para sempre.

Pv. 8.13- O temor do Senhor é aborrecer o mal; a soberba, e a arrogância, e o mau caminho, e a boca perversa aborreço.

- O temor do Senhor faz o crente fugir do pecado.

- Faz o crente ficar precavido e vigilante.

Pv. 16.6- Pela misericórdia e pela verdade, se purifica a iniquidade; e, pelo temor do Senhor, os homens se desviam do mal.

- O temor do Senhor leva o crente a ter uma vida de santificação.

Pv. 14.27- O temor do Senhor é uma fonte de vida para preservar dos laços da morte.

- Diz aqui no Sl. 128.2- Feliz serás, e te irá bem.

Sl. 34.9- Temei ao Senhor, vós os seus santos, pois não tem falta alguma aqueles que o temem.

- O crente assim fazendo está no bom caminho para uma vida vitoriosa e frutífera.

II- Tenha Compromisso Com Deus e Com a Igreja.

- Muitas pessoas tem até o temor do Senhor, mas não tem o compromisso com Deus e com a Igreja.

- E este é outro principio importantíssimo.

- Hoje muitas pessoas querem a benção, mas não querem o compromisso.

      Quem tem compromisso com Deus:

1-Obedece a sua Palavra.

2- É um seguidor de Jesus e dos seus ensinamentos (I Jo.2.6).

3- Mantem a sua comunhão com Deus, através da Palavra e da oração.

4- Se submete a Deus e a sua vontade.

Jo. 14.15- Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.

5- Quem tem compromisso com Deus, põe Ele em primeiro lugar em sua vida.

Mt. 6.33- Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.

- Exemplo: Judas Iscariotes era um dos doze, era o tesoureiro de Jesus, mas não estava verdadeiramente comprometido a seguir a Jesus.

- Veja o caso do mancebo rico, queria a salvação, mas não queria o compromisso com Jesus.

a) Outro aspecto importante é o compromisso com a Igreja.

- Tempo da Graça é o tempo da Igreja.

- Tudo o que Deus quiser fazer no mundo nesse tempo, Ele fará por meio da Igreja.

- Nenhum crente frutificará sem a Igreja.

- Achar que pode seguir o seu caminho, fazer a obra sem a Igreja, é um conceito errôneo e diabólico.

- Temos que estar ligado na Igreja, em comunhão e com compromisso com a Igreja.

Mt. 16.19- E eu te darei as chaves do Reino dos céus, e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.

- As chaves do Reino dos céus estão com a Igreja.

Ef. 3.10- Para que, agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos princípios e potestades nos céus.

- Deus alimenta e sustenta a sua Igreja.

Ef. 5.29- Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne; antes, a alimenta e sustenta, como também o Senhor à igreja.

- Deus edifica a Sua Igreja que somos nós.

III- Temos Que Pagar o Preço.

- Não no sentido financeiro e material.

      Quando falamos de pagar o preço:

- Estamos falando de fazer sacrifício.

- De fazer renúncia.

- De abrir mão de deleites para estar na presença do Senhor.

Lc. 18. 29,30- E ele lhes disse: Na verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou pais, ou irmãos, ou mulher, ou filhos pelo Reino de Deus.

      E não haja de receber muito mais neste mundo e, na idade vindoura, a vida eterna.

- Hoje muitos não querem pagar o preço, fazer o sacrifício. É por isso que muitos trabalhos não florescem, não dão frutos, muitos com a sua chamada não produzem.

- As bênçãos não caem do céu assim de mão beijada.

- Existe uma busca; um empenho; uma dedicação; um sacrifício.

- Tem um hino que diz assim: Quer vitória, vai chorando, geme e chora.

- Quer vitória paga o preço.

Mt. 11.12- E, desde os dias de João Batista até agora, se faz violência ao Reino dos céus, e pela força se apoderam dele.

- Pela dedicação e um grande esforço.

II Tm. 3.12- E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições.

- Pagarão um preço.

- O preço pode ser a perseguição, o sofrimento, a incompreensão.

- Quantos tem trocado um passeio, uma compra no shopping, para vir orar na Igreja?

- Quantos dormem menos domingo pela manhã, para vir para a oração.

- Quantos estão fazendo um jejum o dia todo, e deixaram refeições apetitosas.

- Estão pagando o preço.

- Pagar o preço é uma semeadura.

II Co. 9.6- E digo isto: Que o que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia em abundância em abundância também ceifará.
 

 

  Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens