Home
 
 
 
 
 
 
 

                                 28/1018

 

Hoje Vimos Prodígios

Lc. 5.26

Int.: O mundo está esgotado, e anseia por algo novo.

      As pessoas estão cansadas de religiões sem vida, frias, apenas na letra e que não transforma a vida de ninguém.

      Muitos vivem no materialismo porque não acreditam e nunca viram nada novo nas religiões.

      Muitos vivem um secularismo crescente porque não veem uma religião viva nas pessoas.

      O mundo precisa de uma religião que transforma; de uma religião que tem vida, de uma religião que não seja filosofias humanas.

      As pessoas estão atrás de sinais verdadeiros, de coisas prodigiosas.

      O Evangelho de Cristo é poderoso para transformar o pecador e fazer prodígios, para que o mundo veja o poder de Deus.

Rm. 1.16: Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu e também do grego.

      Quando Paulo chegou em Corinto encontrou uma cidade idolatra, uma cidade pagã; e ele disse: A minha pregação não consistiu em palavras de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder.

      Paulo chegou em Corinto fazendo prodígios em nome de Jesus e pregando o evangelho, e houve muitas conversões.

      Jesus disse: “Todo o poder me foi dado no céu e na terra”.

- Jesus tem feito coisas maravilhosas no meio da sua Igreja, Jesus continua fazendo prodígios no meio da sua Igreja.

I- A Multidão se Expressou ao Ver os Milagres.

1- E Todos Ficaram Maravilhados.

- Maravilhado é sinônimo de admirado, assombrado, boquiaberto, espantado, perplexo, surpreso.

- Não teve ninguém da multidão que não ficou maravilhado com os milagres.

- Muitos daqueles talvez nunca tinham visto nada daquilo acontecer em sua cidade.

- Muitos nunca tinham visto milagres acontecer na sua religião.

- A perplexidade tomara a conta de todos, ao ponto de dizer: Hoje vimos prodígios.

2- E Glorificaram a Deus.

- A multidão reconheceu o poder de Deus naqueles milagres.

- A multidão magnificou aquele que operou tais milagres.

- Não foi um feito humano, mas foi algo divino.

- Todo milagre visa glorificar a Deus.

- Quando Deus opera, o homem precisa olhar para cima e glorificar a Deus.

- O milagre que não leva o homem a glorificar a Deus, não tem a sua importância.

- Os prodígios de Deus visam levar o homem até Deus.

3- E Ficaram Cheios de Temor.

- A multidão depois de ficar maravilhada, depois de glorificar a Deus, eles ficaram cheios de temor de Deus.

- Os prodígios que Jesus operou levou a multidão a ficar cheia de temor de Deus.

- As pessoas ficaram mais sensíveis às coisas de Deus.

- Mais sensíveis às palavras que Jesus falava.

- Levou as pessoas a se aproximarem de Deus.

- A terem mais reverência a Deus e a sua palavra.

- Levou as pessoas a acreditarem na Palavra de Deus.

Sl. 112.1: Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor, que em seus mandamentos tem grande prazer.

I- O Grande Prodígio Que Jesus Operou Neste Dia.

      Jesus depois de pregar e de fazer muitos milagres na Galiléia, entrou no barco, passou para a outra banda do Mar da Galiléia, e chegou à sua cidade, que é Cafarnaum

- E chegou em sua casa e logo se ajuntaram uma grande multidão, que nem ainda nos lugares junto à porta cabiam; e anunciava-lhes a palavra.

- Primeiro muitos viam com fome de ouvir a Palavra de Deus.

- Segundo muitos viam doentes para serem curados por Jesus.

- Terceiros muitos viam por curiosidades, para verem os sinais que Jesus fazia.

- A multidão era tão grande que ocupava todos os cômodos da casa e ainda ficavam uma grande parte do lado de fora.

- As palavras de Jesus tocavam o coração dos ouvintes.

- As palavras de Jesus ardiam no coração daqueles que a ouviam.

- As palavras de Jesus transformavam o coração das pessoas.

- E no meio da mensagem Jesus curava os enfermos que ali chegavam.

- Maravilhas eram feitas por Jesus no meio da multidão.

II- A Cura de Um Paralítico.

      A Bíblia fala que tinham vindo pessoas de todas as aldeias da Galiléia, e da Judéia, e de Jerusalém.

      Posso imaginar a quantidade de pessoas que se acumulou tanto dentro daquela casa, como em volta da casa.

      E a Bíblia fala: “E a virtude do Senhor estava com ele para curar”.

V. 18: E eis que uns homens transportaram numa cama um homem que estava paralítico e procuravam fazê-lo entrar e pô-lo diante dele.

- Em Cafarnaum havia este paralítico que não podia se mover de forma alguma.

- Este homem vivia deitado em uma cama por causa do seu estado.

- Ele era totalmente dependente de outras pessoas para a sua sobrevivência.

- Mas se este homem tinha quatro amigos que se condoeram do seu estado.

- Estes quatro amigos juntamente com o paralítico sabendo que Jesus havia chegado em Cafarnaum, e que estava em sua casa, resolveram levar o paralítico até Jesus para ser curado por ele.

- Como o estado do paralítico era critico, resolveram levá-lo em sua própria cama.

- E os quatro amigos saíram carregando o paralítico naquela cama pela cidade, até a casa de Jesus.

- Não importava o que as pessoas diziam ou pensavam, o importante era o seu amigo ser curado.

Mt. 17.20: E Jesus lhes disse: Por causa da vossa pequena fé; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá e há de passar; e nada vos será impossível.

- Os quatro amigos tinham uma fé inabalável que seu amigo seria curado por Jesus.

- Quando chegaram na casa tentaram entrar na casa, mas a multidão era muito grande, e todos queriam a sua benção e impediram eles de entrar.

- Os quatro amigos deram a volta na casa procuraram outra entrada ou uma janela, mas não encontraram.

- Eles não estavam dispostos a desistirem.

- O segredo da benção está na perseverança.

Lc. 21.19: Na vossa paciência, possuí as vossas almas.

- A perseverança leva o crente a persistir para alcançar a vitória.

- Aqueles quatro amigos rodearam a casa e não achando por onde entrar subiram ao telhado e, por entre as telhas, o baixaram com a cama, até ao meio, diante de Jesus.

- Aqueles quatro amigos fizeram um esforço muito grande para levar o paralítico para cima do telhado, e o fazerem descer até Jesus.

- Foi muita coragem e muita fé desses quatro homens.

Hb. 11.6: Ora, sem fé é impossível agradar-lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que é galardoador dos que o buscam.

V. 20: E, vendo-lhes a fé, disse-lhe: Homem, os teus pecados são perdoados.

- Quando Jesus viu aquela cama sendo descida no meio da sala, com um paralítico deitado nela, e quatro homens descendo aquele homem, e vendo a fé daqueles quatro homens, Jesus disse ao paralítico: “Homem, os teus pecados são perdoados”.

- Primeiro Jesus viu a necessidade da alma daquele paralítico.

- Aquilo que era mais importante para a sua vida.

- O perdão dos seus pecados, a salvação da sua alma.

I Co. 15.19: Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.

- Depois de Jesus lhe perdoar os pecados Ele lhe disse:

V. 24: Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra poder de perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma a tua cama e vai para tua casa.

V. 25: E, levantando-se logo diante deles e tomando a cama em que estava deitado, foi para sua casa glorificando a Deus.

- O homem paralítico que havia entrado pelo telhado, agora sai pela porta da frente carregando a sua cama e indo para casa curado.

- E a multidão maravilhada diz: Hoje vimos prodígios.

Conclusão: A onde Jesus está tem milagres e prodígios.

- A prioridade número um de Jesus é salvar o perdido pecador.

- Jesus continua a manifestar a sua glória e o seu poder no meio da sua igreja.

- E tudo que Jesus faz e para que os homens vejam a sua glória e glorifiquem ao seu Pai que está nos céus.

- Jesus opera na minha e na tua vida, para que tenhamos uma maior comunhão com o nosso Pai celestial.

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos