A SALVAÇÃO DE DEUS                                                                               24/07/2011
Sl. 80.3,7,19
 

Int.- O salmos oitenta é um salmo de lamentação, onde o salmista levanta uma oração pedindo o livramento dos inimigos.

- O salmista apresenta a necessidade de três tribos do norte de Israel: Efraim, Benjamim e Manassés.

      Este salmos produz um testemunho especial do salmista, chamando Deus de pastor de Israel.

      O salmista invocou a Deus para que efetuasse uma vitória notável sobre inimigos estrangeiros.

V.4- Ó Senhor, Deus dos Exércitos.

- Deus está acima e manda em todos os exércitos formados por homens.

      Este salmos, tinha por intuito ser usado pela congregação de Israel e tornou-se parte do antigo hinário hebreu usado na liturgia do templo.

I- O Contexto Deste Salmos.

      A nação de Israel foi muita oprimida por várias nações vizinhas. Que lhe roubaram seus tesouros, destruíram suas plantações e derrotaram os seus soldados.

      O salmista reconhecia que Deus havia permitido todas aquelas derrotas, porque a nação havia se afastado de Deus.

- Quando nós nos afastamos de Deus, ficamos sem a proteção de Deus.

- O salmista reconhecia que Deus não estava ouvindo as suas orações.

V.4- Ó Senhor, Deus dos Exércitos, até quando te indignarás contra a oração do teu povo?

V.5- Tu os sustenta com pão de lágrimas e lhes dás a beber lágrimas em abundância.

V.6- Tu nos pões por objeto de contenção entre os nossos vizinhos; e os nossos inimigos zombam de nós entre si.

- O salmista via que todo o Israel estava sendo humilhado por seus inimigos.

- Tudo isso aconteceu porque Israel pecou.

Jo. 9.31- Ora, nós sabemos que Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém é temente a Deus e faz a sua vontade, a esse ouve.

- Deus estava irado contra Israel por causa dos seus pecados, mas a esperança do salmista, era que Deus poderia restaurar Israel e voltar a sua ira contra os inimigos de Israel.

- Quando nos arrependemos e nos voltamos para Deus, Ele nos restaura.

 

II- O Salmos Oitenta Foi Escrito Por Asafe.

- Quem foi Asafe?

- Asafe era um levita filho de Berequias, o gersonita.

- Asafe era chefe dos músicos de Davi.

- Asafe escreveu 12 salmos da Bíblia.

- Asafe tocou címbalos diante da Arca da Aliança, quando ela foi levada da casa de Obede-Edom para Jerusalém.

- A família de Asafe tornou-se uma das três famílias responsáveis pelo ministério de louvor e adoração no templo.

- Após o cativeiro, 128 cantores dessa família voltaram da Babilônia e lideraram o louvor, quando os alicerces do templo de Zorobabel foram lançados.

- Este salmos de Asafe é um pedido a Deus de restauração.

V.7- Faze-nos voltar, ó Deus dos Exércitos.

- A palavra hebraica para designar Deus dos Exércitos é: Yahveh Sebaot – O Senhor dos Exércitos.

- O nosso Deus é o Deus que vence todas as batalhas.

Exemplo: Quando o povo hebreu entrou na terra prometida, se depararam com a cidade de Jericó, uma cidade toda fortificada. Um anjo do Senhor apareceu a Josué, e Josué perguntou: És tu dos nossos ou dos nossos inimigos?

- O anjo lhe respondeu: Não, mas venho agora como príncipe do exército do Senhor.

- Amados, servimos um Deus, que é Senhor de todos os exércitos.

Exemplo: Quando Davi enfrentou o gigante Golias ele disse:

I Sm. 17.47- E saberá toda esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança, porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão.

Sl. 46.9- Ele faz cessar as guerras até ao fim da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.

Ex. 15.3- O Senhor é varão de guerra; Senhor é o seu nome.

- Quem vai a nossa frente é Deus.

- Com o Senhor, somos mais que vencedores.

- Podemos passar por guerras: De saúde, familiares, financeiras e até espirituais; mas o Senhor pelejará por nós, e venceremos.

- Servimos um Deus que está acima de todos os problemas.

 

- Neste salmos o salmista reconhecia que os pecados da Nação de Israel tinham causado vários desastres.

- O salmista entendia que o arrependimento permitia que Deus conferisse aos filhos de Israel perdão e restauração.

- Neste salmos o salmista pede por três vezes a Deus: Faze-nos voltar, Senhor.

- Numa outra versão diz: Restaura-nos ó Deus.

- A nação restaurada de Israel contaria com a face resplandecente de Deus, e a garantia de escapar de qualquer inimigo. Essa seria a salvação de Deus.

- Restaurar: significa recuperar, reparar, reconquistar, reintegrar, renovar.

A) O nosso Deus é um Deus de restauração.

Mq. 7.19- Tornará a apiedar-se de nós, subjugará as nossas iniqüidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar.

- O nosso Deus tem o poder de restaurar ao homem: A alegria que perdeu, a confiança perdida, a esperança perdida, a paz perdida.

- Deus tem o poder de mudar o teu cativeiro.

- Jesus veio para proclamar liberdade aos cativos.

Is. 61.1- O Espírito do Senhor Jeová está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos e a abertura de prisão aos presos.

- Deus tem o poder de renovar a sua alegria e o seu ânimo.

Zc. 3.8- Eis que eu farei vir o meu servo, o Renovo.

- Jesus é aquele que nos renova.

Exemplos bíblicos de restauração:

1- Jesus restaurou a moral e a dignidade de Maria Madalena.

2- Jesus restaurou a vida em família e na sociedade do endemonhiado gadareno.

3- Jesus restaurou a saúde e a vida normal da mulher com o fluxo de sangue.

- Jesus veio para restaurar.

- Jesus veio para dar vida e vida com abundância.

Jo. 10.10- O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida e atenham com abundância.

 

- O salmista pede que o Senhor restaure a sua vinha.

V.14- Oh! Deus dos Exércitos, volta-te, nós te rogamos, atende dos céus, e vê, e visita esta vinha.

- O salmista pede proteção e restauração a Deus para a videira que a mão de Deus plantou.

- Foi Deus que te chamou para a salvação.

- Deus tem o poder de restaurar aquilo que Ele plantou.

- A obra que Deus começou em tua vida Ele vai terminar.

Fp. 1.6- Tendo por certo isto mesmo que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao Dia de Jesus Cristo.

- Estamos num processo continuo de aperfeiçoamento por Deus.

- O salmista pedia a Deus: Faze resplandecer o teu rosto, e seremos salvos.

- Quer dizer: Quando a glória de Deus se manifesta, o livramento chega, a restauração chega, o renovo chega.

- Que nesta noite, o rosto de Deus resplandeça sobre nós.

- Que a glória de Deus se manifeste em nosso meio.

Is. 10.27- E acontecerá, naquele dia, que a sua carga será tirada do teu ombro, e o seu jugo, do teu pescoço; e o jugo será despedaçado por causa da unção.

 

Conclusão: Podemos entender que quando existe um arrependimento sincero perante Deus, um quebrantamento verdadeiro do coração, Deus faz o seu rosto resplandecer sobre nós, e a sua glória nos alcança.

 
    

  Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens