Home
 
 
 
     
  A Comunhão Com Deus

24/11/2015   

 
  Pv. 3.1-13    
 


 

Int.- Viver em comunhão com Deus é a maior dádiva que alguém pode possuir; quando estamos em comunhão com o Pai sentimos segurança, sentimos paz, sentimos a alegria da Sua presença, sentimos a direção dele em nossa vida.

      No principio antes da queda do homem, o homem tinha a plena comunhão com Deus. Deus diariamente passeava no Jardim do Éden na viração do dia e mantinha uma comunhão perfeita com o homem.

      Com o pecado do homem essa comunhão com Deus foi quebrada, e consequentemente trouxe a separação da comunhão para toda a raça humana.

Rm. 3.23: Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.

- O pecado distanciou o homem de Deus.

- O homem foi lançado fora do Jardim do Éden.

- Mas através do sacrifício vicário de Cristo efetuado na Cruz do Calvário, o homem teve a oportunidade de voltar à comunhão com Deus.

Ef. 2.13: Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.

- O sacrifício de Cristo nos aproximou de Deus.

- O sacrifício de Cristo restabeleceu a nossa comunhão com Deus.

- Com o sacrifício de Cristo voltamos a ter acesso à glória de Deus.

- A glória de Deus voltou a habitar em nosso ser.

II Co. 4.7: Temos, porém, este tesouro em vaso de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.

- Esse tesouro é a presença de Deus.

- Esse tesouro é a glória de Deus.

- Nós humanos, mortais, falhos, cheios de erros, temos o privilégio de sermos morada de Deus; habitação da glória de Deus.

Jo. 14.23: Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada.

- Quando você ama o Senhor e guarda a Sua Palavra, você vira morada de Deus.

- Ser morada de Deus é a grande benção para o ser humano.

I- Salomão Mostra a Importância Da Comunhão Com Deus.

- Neste capítulo três a Palavra de Deus diz:

V. 1: Guarda os meus mandamentos.

- Quer dizer: Mantenha a comunhão com Deus guardando a Palavra de Deus.

V. 2: Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz.

- A comunhão com Deus acrescenta os nossos dias nos dando dias de paz.

- A benignidade e a fidelidade a Deus leva o crente a achar graça e bom entendimento aos olhos de Deus.

- A confiança em Deus está interligada a comunhão com Deus.

V. 5: Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.

- Confiança é uma qualidade da intimidade.

- Quanto mais comunhão você tiver com Deus, mais confiança você terá.

V. 6: Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.

- Aqui está dizendo: Coloque Deus em primeiro lugar, em todos os seus caminhos, e ele guiará os seus passos.

V. 7: Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal.

- Quer dizer: Não fique cheio de si, pensando que a sua própria sabedoria é a razão do seu sucesso; a verdadeira sabedoria é temer ao Senhor e apartar-se do mal.

- A comunhão com Deus leva a submissão a Ele e a obediência a Sua Palavra.

Pv. 8.32: Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque bem-aventurados serão os que guardarem os meus caminhos.

- Felizes serão aqueles que viverem a Sua Palavra.

V. 34: Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada.

- Numa outra versão diz: “Quem me ouve e obedece, quem procura viver sempre ao meu lado, esse será muito feliz.”

V. 35: Porque o que me achar achará a vida e alcançará favor do Senhor.

II- A Comunhão Com Deus é a Suprema Necessidade do Crente.

- Não tem nada de mais importante para o crente do que manter a sua comunhão com Deus.

- Não é uma vantagem é uma necessidade.

- O crente necessita tremendamente da comunhão com Deus.

- Só quem conhece o poder da comunhão com Deus pode valorizar isso.

A) Moisés valorizava mais do que tudo a presença de Deus na sua missão.

Êx. 33.15: Então, disse-lhe: Se a tua presença não for conosco, não nos faças subir daqui.

- Deus propôs a Moisés enviar um anjo para ir na frente do povo.

- Moisés não queria um anjo, ele queria a presença de Deus.

- Moisés conhecia o Deus que ele servia.

- Moisés não trocava a presença de Deus por nada dessa vida.

B) Davi conhecia e tinha uma íntima comunhão com Deus.

- Quando Davi enfrentou o gigante Golias, Davi confiou no poder de Deus.

I Sm. 17.45: Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu vou a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.

- Davi disse aqui: “Eu vou a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel”.

- Davi não confiava nas suas habilidades, mas confiava no seu relacionamento com Deus.

C) O Apóstolo Paulo teve um grande relacionamento com Deus.

- Paulo tinha uma grande confiança na sua crença em Deus.

II Tm. 1.12: Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho, porque eu sei em quem tenho crido e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele Dia.

- Paulo tinha experiências maravilhosas com Deus, que fazia ele confiar plenamente em Deus.

- As experiências com Deus nos levam a uma maior intimidade com Ele.

- A nossa comunhão com Deus aumenta com as experiências que temos com Ele.

- Quanto mais experiências você tiver com Deus, maior será a tua comunhão com Ele.

III- A Busca do Crente Por Uma Maior Comunhão Com Deus.

- Todo crente deve se esforçar para ter uma maior comunhão com Deus.

- O crente deve valorizar essa comunhão com Deus.

Sl. 16.8: Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei.

- A comunhão com Deus vem através da meditação da Palavra de Deus.

- Através da oração.

- Através da adoração a Deus nos cultos.

- Nas experiências no dia a dia com Deus.

- Sendo sensível a voz do Espírito Santo de Deus.

- Consagrando a sua vida com jejuns ao Senhor.

Sl. 34.18: Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado e salva os contritos de espírito.

- O quebrantamento do coração leva o crente a uma a proximidade com Deus.

Conclusão:

1- Se você ficar de braços encruzados não acontecerá nada na sua vida em relação a Deus.

2- Toda comunhão com Deus tem seu preço.

3- Uma vida disciplinada é necessária para se ter uma maior comunhão com Deus.

4- Jesus disse: “Onde estiver o teu tesouro, lá estará o teu coração”.

- Ponha o teu tesouro na tua comunhão com Deus.

5- A Comunhão com Deus é pessoal e é individual.

6- A tua comunhão com Deus te trará benefícios duradouros e eternos.

7- Todo tempo e esforço que você gasta para ter uma maior comunhão com Deus, não é perda, é investimento.

- Invista na sua comunhão com Deus.

- Ser espiritual não é ser alienado e ultrapassado, mas é ser inteligente e vitorioso na vida.

Is. 55.3: Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei um concerto perpétuo, dando-vos as firmes beneficências de Davi.

 

 

 

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos