Home
 
 
 
     
  A Chamada dos Doze Apóstolos 

24/08/2014

 
  Lc. 6.12-16     
 

                                                                          

Int.: Neste texto diz que depois de Jesus passar a noite no monte orando, Ele chamou a si os seus discípulos, e escolheu doze deles, a quem deu o nome de apóstolos. Jesus sabia que essa escolha era importante, porque esses discípulos, depois da sua partida, dariam continuação à pregação do Evangelho; por isso antes de uma importante escolha Jesus orou a noite toda. 

      Que lição importante Jesus nos ensina nessa grande decisão, que antes de qualquer escolha importante, devemos orar a Deus pedindo a Sua orientação. 

      Jesus não errou nessa Sua escolha, porque foi feita debaixo de oração. 

      No Evangelho de São Marcos, nessa mesma passagem no Capítulo três e no versículo treze diz: Que Jesus chamou para si os que ele quis. Quer dizer a escolha foi toda de Jesus; não foram os discípulos que escolheram a Jesus, mas foi Jesus que escolheu os discípulos. 

Jo. 15.16: Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vos conceda. 

- A escolha para o ministério é Deus quem faz. 

- Não fomos nós que escolhemos essa posição no ministério, mas foi Deus quem nos chamou e nos colocou nessa posição no ministério. 

Ef. 4.11: E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores. 

- A nossa função no Corpo de Cristo, que é a Igreja, foi escolhida por Deus. 

I Co. 12.18: Mas, agora, Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis. 

- Essa escolha é de Deus, não é nossa. 

- Cada um de nós exerce a sua função no Corpo de Cristo, e a somatória dessas funções, leva a edificação do Corpo de Cristo. 

      O que também eu vejo de importante na escolha dos discípulos feita por Jesus, é que cada discípulo era diferente um do outro, cada discípulo tinha sua profissão, seu grau de educação diferente, sua personalidade diferente um do outro. Eram pessoas comuns a quem Deus usou de maneira extraordinária. 

      Isso também aconteceu conosco em nossos dias; cada um de nós viemos de profissões diferentes, com personalidades diferentes. 

I- As Principais Características dos Apóstolos de Cristo. 

- De acordo com o Livro de Atos 1.22,23, para que alguém se tornasse um apóstolo, era necessário ter sido testemunha ocular durante todo o ministério público de Cristo incluindo também a Sua ressurreição. 

- Foi permitido a igreja primitiva nomear diáconos e anciãos, mas eles não podiam nomear apóstolos. Essa prerrogativa era diretamente e tão somente de Cristo. 

- Mesmo em Atos 1, a decisão final daquele que ocuparia o lugar de Judas, foi deixada nas mãos do Senhor. 

At. 1.24: E, orando, disseram: Tu, Senhor, conhecedor do coração de todos, mostra qual destes dois tens escolhido. 

- A palavra “Apóstolo” nasceu na língua grega e significa enviado, mensageiro. 

II- Quem Eram os Doze Discípulos ou Apóstolos. 

     A palavra “discípulos” se refere a um “aprendiz” ou “seguidor”. A palavra “apóstolo” se refere a “alguém que é enviado”. 

- Enquanto Jesus estava na terra, os doze eram chamados discípulos. 

- Os doze discípulos seguiram a Jesus Cristo, aprenderam com Ele, e foram treinados por Ele. Após a ressurreição e a ascensão de Jesus, Ele enviou os discípulos ao mundo para que fossem Suas testemunhas. Eles então passaram a ser conhecidos como os doze apóstolos. 

- Nós temos aqui o nome dos doze discípulos ou apóstolos originais: Simão, por sobrenome Pedro, e André, seu irmão; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu; Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelote; Judas, filho de Tiago, e Judas Iscariotes. 

- Entre os doze apóstolos estavam pescadores, um coletor de impostos, um revolucionário. 

- Os Evangelhos registram falhas, dificuldades e dúvidas destes doze homens que seguiam a Jesus Cristo. 

- Após a ressurreição e a ascensão de Jesus ao Céu, o Espírito Santo transformou os discípulos em homens poderosos de Deus que “alvoroçaram o mundo com a mensagem do Evangelho”. 

At. 17.6: Estes que têm alvoroçado o mundo chegaram também aqui. 

- Os judeus desobedientes e movidos de inveja anunciaram a chegada desses obreiros em Tessalônica. 

At. 4.13: Então, eles, vendo a ousadia de Pedro e João e informados de que eram homens sem letras e indoutos, se maravilharam; e tinham conhecimento de que eles haviam estado com Jesus. 

III- Informações e o Trabalho de Cada Apóstolo. 

1-Pedro – O Apóstolo magnífico. 

      O nome Pedro no latim é Pedra e no Grego é rocha. 

- Em todas as listas dos apóstolos nos evangelhos, seu nome aparece em primeiro lugar. 

- Pedro era filho de Jonas e irmão de André. 

- Nasceu em Betsaida e mudou-se com sua família para Cafarnaum. 

Características: Pedro era o primeiro a falar, e o primeiro a agir. 

- Era impulsivo, tempestuoso, talentoso, entusiástico e extrovertido. 

- Porém Pedro se mostrava uma pessoa humilde e sensível.  

- Na cerimônia do lava-pés, primeiro Pedro tenta impedir Jesus de lavar seus pés, depois de Jesus explicar, queria que Jesus lavasse todo o seu corpo; Pedro pede para andar sobre as águas com Jesus demonstrando coragem, mas logo tem medo e grita por socorro; Pedro quis aconselhar a Jesus, tentando convencer o Mestre a não ir à cruz, mas Jesus o repreende: “Para trás de mim, Satanás”; Pedro fez a grande confissão: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus”; Pedro negou a Jesus por três vezes e chora amargamente; no getsêmani Pedro corta a orelha de Malco com a espada. Mas Pedro não era só desastres. Pedro mostra seu lado vitorioso quando lidera com mão forte a igreja primitiva de Atos em seus primeiros passos. Foi Pedro quem propôs a eleição para preencher a vaga de Judas; foi Pedro quem pregou para a multidão logo após o pentecoste; pela palavra profética de Pedro, Ananias e Safira morreram; foi através de Pedro que se abriu a porta da salvação para os gentios. 

Morte: Conta a tradição que sentindo-se indigno de morrer como Jesus, Pedro pede para ser crucificado de cabeça para baixo. 

- Morreu em Roma, no ano de 68 dC. 

2- André – O Apóstolo agradável e de fácil relacionamento. 

- O nome André significa “forte, másculo, vigoroso”. 

- Foi o primeiro discípulo a seguir a Jesus. 

- Antes de ser discípulo de Jesus, foi discípulo de João Batista. 

- André quase não aparecia, gostava de trabalhar no anonimato. 

- O maior prazer de André era levar as pessoas até Jesus. 

- André levou seu irmão Pedro a Jesus. 

- André levou o rapaz com cinco pães e dois peixes a Jesus na primeira multiplicação dos pães. 

- André levou alguns gregos a Jesus por ocasião da páscoa. 

- André aparece somente três vezes na Bíblia, e em todas elas fazendo a mesma coisa, levando pessoas a Cristo. 

- Conta-se que André teria evangelizado muito na Grécia, entretanto, foi na província da Acaia, que ele desenvolveu verdadeiramente seu ministério, levando muitos a Jesus. 

Morte: A história diz que André teria sido pregado numa cruz em forma de X. Daí a expressão “cruz de santo André”. 

3- Tiago, O Maior – O Apóstolo Ambicioso. 

- Na lista dos doze, seu nome aparece entre o 2º e 3º lugar. 

- Tiago era irmão de João, filho de Zebedeu e Salomé, e também era pescador. 

- Tiago era primo de Jesus, pois Salomé, sua mãe, era irmã de Maria. 

- Tiago foi um dos primeiros discípulos e fazia parte do círculo íntimo de Jesus. 

- André era o filho mais velho e trabalhava como pescador com João seu irmão e com seu pai. 

- Tiago era de temperamento forte e agressivo, a ponto de ser chamado por Jesus de “Filho do Trovão”. 

- Tiago, juntamente com seu irmão João sugeriram a Jesus que descesse fogo do céu e consumisse os samaritanos, por não receberem Jesus. 

- Salomé a mãe de Tiago e João pediu a Jesus que na glória seus filhos sentassem um a direita e outro a sua esquerda. 

Morte: Tiago foi decapitado (degolado) ao fio da espada por ordem de Herodes Agripa I, no ano 44 d.C. em Jerusalém. 

4- João – O Apóstolo Amado. 

- Na lista dos 12, seu nome aparece em 4º lugar. 

- Filho de Zebedeu e Salomé, também era pescador. 

- João também era primo de Jesus. 

- João, assim como seu irmão Tiago, foi um dos primeiros discípulos e fazia parte do círculo íntimo de Jesus. 

Mt. 4.21: E, adiantando-se dali, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, num barco com Zebedeu, seu pai, consertando as redes; e chamou-os. 

- João foi o apóstolo que seguiu a Jesus quando foi preso. 

- João foi corajoso para acompanhar Jesus diante da cruz, até a última hora. 

- João foi o primeiro apóstolo a crer na ressurreição de Jesus. 

- João foi pastor na igreja de Éfeso, fundada por Paulo anos antes. 

- A tradição relata que João residiu na região de Éfeso, onde fundou várias igrejas. 

- João esteve várias vezes na prisão, foi torturado e exilado para a Ilha de Patmos, por um período de quatro anos, onde escreveu o livro do Apocalipse. 

- Tertuliano diz que João foi lançado num caldeirão de óleo fervente e saiu ileso. 

Morte: De todos os doze apóstolos, João, o Apóstolo Amado, tornou-se o mais destacado teólogo, tendo morrido de morte natural, em Éfeso, no ano 103 d.C. quando tinha 94 anos. 

5- Filipe – O Apóstolo. 

- De acordo com o Evangelho de João, diz-se que Filipe foi chamado para ser seguidor e que foi ele quem apresentou Natanael a Cristo. 

- Filipe veio de Betsaida, a cidade de André e Pedro. 

- Filipe pertencia ao grupo de discípulos que acompanhavam João Batista. 

- Filipe estava presente quando João Batista indicou Jesus como o “Cordeiro de Deus”. 

- Jesus chamou Filipe de discípulo no dia seguinte a escolher André e Pedro como seus discípulos. 

- Os evangelhos listam Filipe no quinto lugar dos apóstolos. 

- O Evangelho de João é o que fala mais do discípulo Filipe. 

- Filipe tinha uma agradável personalidade, mas era um discípulo hesitante em forçar o seu ponto de vista aos outros. 

- Filipe pregou o Evangelho na Palestina, Grécia e na Ásia Menor. 

Morte: Filipe morreu como um mártir, sendo crucificado e, a seguir, apedrejado em Hierápolis, na Frígia. 

6- Bartolomeu – O Apóstolo Sonhador. 

- Ele é chamado de Natanael somente por João, nos evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas, o nome dele é Bartolomeu, ou seja, filho de Tolomeu. A única vez em que aparece nos evangelhos é na ocasião de seu chamado. 

- Na lista dos doze apóstolos ele aparece sempre em sexto lugar. 

- Bartolomeu era um visionário, cheio de sonhos, um apaixonado cabeça nas nuvens. 

- Uma pessoa sem malícia, sem hipocrisia, sem maldades, com seu interior muito lindo, a ponto de ouvir de Jesus um lindo elogio. 

Morte: Presume-se que tenha sido morto a chicotadas, seu corpo teria sido colocado dentro de um saco e atirado ao mar. 

7- Mateus – O Apóstolo Que Foi Resgatado. 

- O nome Mateus significa Dom de Deus. 

- Nos Evangelhos de Marcos e Lucas ele aparece como Levi, filho de Alfeu. 

- Coletava impostos nas alfândegas de saída para Damasco e Cafarnaum. 

- Estudou grego e literatura contemporânea. 

- Em seu evangelho Mateus apresenta Jesus como o Grande Rei. 

- Aparece uma única vez nos evangelhos. 

- Nas listas dos 12 apóstolos, seu nome aparece sempre em sétimo lugar. 

- Mateus era ambicioso e materialista, um pecador que procurava o perdão para os seus muitos pecados. 

- Jesus tira Mateus do lodo da corrupção e o chama para uma nova vida. 

- Conta a tradição que Mateus fez da Judéia seu campo missionário. 

Morte: Historiadores afirmam que tenha sido levado a Etiópia e ali morreu como um grande mártir cristão. 

8- Tomé – O Apóstolo Incrédulo. 

- O nome Tomé é derivado do hebraico “Taom”, que significa gêmeo. 

- Também chamado por João de Dídimo, cujo sentido em grego é igual ao de Tomé em hebraico. 

- Na lista dos 12 apóstolos, seu nome aparece entre o sétimo e o oitavo lugar. 

- Talvez Jesus o tenha escolhido para com ele encorajar todos aqueles que são teimosos, melancólicos, pessimistas por natureza, que estão sempre cheios de dúvidas. 

- A primeira vez em que aparece é quando chega a noticia da morte de Lázaro. E Tomé diz: “Vamos também nós para morrermos com Ele”. 

- Depois da ressurreição de Jesus, Tomé estava ausente do cenáculo quando Jesus apareceu, e ele diz: “Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o meu dedo, e não puser a minha mão no seu lado, de modo algum acreditarei”. 

- Depois de muita insistência dos discípulos, Tomé vai à reunião com eles, e Jesus se apresenta e diz: “Tomé não sejas incrédulo, mas crente”. 

- Dizem os historiadores que Tomé pregou na Pérsia e na Índia. 

Morte: Historiadores acreditam que o apóstolo Tomé foi morto a flechadas, quando orava. Sucumbiu como líder e mártir, como o crente fiel que Jesus lhe pediu para ser. 

9- Tiago, O Menor – O Apóstolo Desconhecido. 

- Seu pai chamava-se Alfeu, o mesmo nome do pai de Mateus. 

- Sua mãe chamava-se Maria, e ela era uma das fiéis seguidoras de Jesus. 

- Ele é chamado de Tiago, o menor, talvez para distingui-lo do outro Tiago, irmão de João. 

- Na lista dos 12 apóstolos, seu nome aparece sempre em nono lugar. 

- Não encontramos nenhum registro deste apóstolo nas Escrituras. 

- Tiago, o menor, é o mais obscuro dos apóstolos. 

- Não alcançou fama, viveu nas sombras. 

- Ele é o apóstolo desconhecido. 

Morte: Os historiadores dizem que ele morreu como mártir. 

 

10- Simão, o Zelote – O Apóstolo Zeloso. 

- O nome Simão é derivado de Simeão e significa “Ouvido de Deus”. 

- Ele é chamado de Simão, o cananeu, para distingui-lo de Simão Pedro. 

- Ele é chamado de Simão o zelote. 

- Os zelotes eram os patriotas de Israel, lutadores pela pátria, que desejavam a imediata libertação política e religiosa de Israel. 

- Nas listas dos 12 apóstolos, seu nome aparece em décimo-primeiro lugar. 

- Diz os historiadores que Simão atuou em Israel e adjacências. 

Morte: A tradição diz que Simão morreu crucificado e que seu zelo maior pela causa de Cristo o levou a dar a vida como um dos mártires pelo reino de Deus. 

11- Judas Tadeu – O Apóstolo Perseverante. 

- O nome Judas é originário do grego, vem de Judá que significa festejado, celebrado em louvor a Deus. 

- Nos evangelhos ele é chamado de Judas Tadeu e de filho de Tiago. 

- Na lista dos doze apóstolos seu nome aparece entre o décimo e décimo primeiro lugar. 

- Ele não desistiu, não se vendeu, não traiu, 

- Judas permaneceu fiel a Jesus até o fim. 

- Nos evangelhos Judas Tadeu aparece uma única vez, na última ceia. 

Jo. 14.22: Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós e não ao mundo? 

- Judas Tadeu conservou seus olhos em Cristo. 

- Ele foi um apóstolo perseverante até o final dos seus dias. 

- Diz os historiadores que Judas Tadeu foi um eloquente pregador da salvação em Jesus, nas terras da Armênia e também na Pérsia. 

Morte: Não temos relatos fidedignos acerca de como morreu este apóstolo. 

12- Judas Iscariotes – O Apóstolo Traidor. 

- O nome Judas é originário do Grego, e vem de Judá que significa festejado, celebrado em louvor a Deus. 

- É chamado de Iscariotes por ser natural de Queriote, cidade situada ao sul da Judéia, portanto, o único que não era da Galiléia. 

- Ele não foi escolhido para ser traidor, e sim um apóstolo. 

- O que eu acho lindo em Jesus é que Ele sabia desde o começo quem o trairia, e não o tirou de perto de si. 

Jo. 6.64: Mas há alguns de vós que não crêem. Porque bem sabia Jesus, desde o principio, quem eram os que não criam e quem era o que o havia de entregar. 

- Judas deixou satanás entrar em seu coração, deixou-se dominar. 

- Judas traiu Jesus por trinta moedas de prata, que era o preço de um escravo da época. 

Morte: Judas se suicidou por enforcamento. Arrebentou-se ao meio e suas vísceras foram derramadas. 

 

Conclusão: Cada um dos Apóstolos teve um ministério especifico, eram pessoas com falhas e fraquezas como nós, mas Deus usou esses homens se colocaram em suas mãos, e fez deles pescadores de homens. 

- Amados, Deus nos julgará por aquilo que nos deu para fazer. 

- Para Deus operar um avanço da Sua obra na terra, ele não precisa de planos, de projetos, Ele precisa de homens. 

- Deus precisa de um homem mesmo com fraquezas e falhas que se coloca em suas mãos. 


 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos