O Leproso Purificado 
Mt. 8.1-4
                                                                

23/12/2012
 

Int.- Os leprosos eram considerados imundos pela Lei de Moisés e viviam separados da sociedade; primeiro porque a lepra é contagiosa, segundo pelas precárias condições de higiene na época, terceiro porque a Lei Mosaica dizia que quem tivesse lepra era imundo.

Lv. 13.46: Todos os dias em que a praga estiver nele, será imundo; imundo está, habitará só; a sua habitação será fora do arraial.

      Era dolorosa a situação dos leprosos, ninguém podia aproximar-se para socorrê-los. Quem os tocasse ficava imundo e corria o risco de contaminar-se.

- A lepra é símbolo do pecado que separa o homem de Deus.

      Esse milagre do leproso purificado é relatado pelos Evangelistas Mateus, Marcos e Lucas.

      Na época de Jesus a lepra era uma das enfermidades que mais proliferava na sociedade. As condições médicas da época não davam para minimizar o sofrimento dessas pessoas. Havia naquela época muitas vilas fora da cidade só para os leprosos. Numa outra ocasião em São Lucas 17, Jesus de uma só vez curou dez leprosos.

I-O Estado Desconsolador do Leproso.

      Esse homem estava maculado, doente, expulso, impuro, incurável.

      O Evangelista Lucas diz no seu relato que o homem estava cheio de lepra.

- Não estava começando, já havia tomado todo o corpo.

      No inicio eram algumas manchas, agora a lepra cobria todo o seu corpo, não havia esperança para ele.

- O homem corroído pelo pecado é como um leproso.

- No principio o pecado parece insignificante, mas, pouco a pouco, contamina todo o homem até levá-lo à morte espiritual.

- A Bíblia fala que um abismo chama outro abismo.

Rm. 6.23: Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor.

II- O Que O Leproso Fez.

1-Foi até o Senhor Jesus na presença de todos.

- Esse leproso ouvira falar de Jesus, saiu da sua vida isolada e foi ao encontro de Jesus.

- O homem desafiou a lei, o preconceito e a medicina e foi até Jesus.

- Provavelmente esse leproso ouvira falar das curas extraordinárias que Jesus havia feito; seu coração encheu-se de fé.

Rm. 10.17: De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.

- Por isso que é importante testificar de Jesus.

- Enquanto você está ouvindo esta pregação, a tua fé está sendo aumentada.

- Para você receber a benção, você tem que vencer os obstáculos.

V.2: E eis que veio um leproso.

- Ele foi até Jesus.

- Antes ele ouvira falar de Jesus, mas, agora ele via Jesus.

- Como é importante vir até Jesus para receber a benção.

- Jesus nunca despediu ninguém vazio.

- Todos os que vem até Ele com fé recebem a sua benção.

- Olha que quadro comovente: Um homem cheio de lepra e outro cheio de compaixão.

- O leproso, um impuro. Jesus, o purificador da lepra da alma.

I Jo. 1.7: Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado.

2- Prostrou-se sobre o rosto, e o adorou.

- O leproso reconheceu a autoridade de Jesus.

- Mostrou humildade diante de Jesus, adorando-o.

Tg. 4.10: Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.

- O orgulho, a soberba, impede o trabalhar de Deus em nossa vida.

Sl. 51.17: A um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

- A humildade e a adoração do leproso comoveu Jesus.

- Veja a mulher Cananéia através da sua humildade, persistência e fé, fez com que Jesus lhe atendesse.

- Muitas vezes o nosso orgulho bloqueia a benção de Deus em nossa vida.

- A Bíblia fala em S. Lucas 18 que um fariseu e um publicano subiram ao templo para orar.

- Enquanto o fariseu se orgulhava da sua religiosidade.

- O publicano se humilhava batendo no peito dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador.

- A Bíblia fala que o publicano foi ouvido por Deus e o fariseu não.

- Amados, o Céu é dos humildes.

Mt. 5.3: Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos céus

3- O Leproso através da sua atitude confessou sua impureza.

- Todo perdão de Deus vem através da confissão do homem.

I Jo. 1.9: Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

- O sentimento mais gostoso que podemos sentir: é o sentimento que os nossos pecados foram perdoados.

Sl. 32.1: Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.

4- O Leproso creu que Jesus poderia curá-lo.

- A fé é indispensável para o agir de Deus.

- O leproso disse a Jesus: Se quiseres, podes tornar-me limpo.

- Se não tivermos fé dificilmente vamos receber a benção.

Hb. 11.6: Ora, sem fé é impossível agradar-lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que é galardoador dos que o buscam.

- A fé é o meio que nos leva a receber as bênçãos de Deus.

- A mulher do fluxo de sangue, teve uma fé grande; ela dizia: se eu ao menos tocar na orla das suas vestes serei curada.

- Nesta noite tenha fé em Jesus para receber a sua vitória.

III- O Que Jesus Fez Para o Leproso.

1-Jesus ouviu sua súplica.

- Como é importante ser ouvido por Jesus.

- Todos que clamaram por Jesus, foram ouvidos por Ele.

Is. 59.1: Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem o seu ouvido, agravado, para não poder ouvir.

- Deus te ouve nesta noite.

- Jesus passeia pelo meio da igreja para atendê-lo.

V.2: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo.

- Sua suplica revelava:

a) Uma fé viva no Senhor.

b) Um desejo ardente e sincero: “Tornar-me limpo”.

- Jesus ouviu o leproso.

2- Jesus tocou no leproso.

- Ninguém se aproximava do leproso, por causa da sua enfermidade.

- Mas Jesus estendeu sua mão e o tocou.

- Que toque milagroso de Jesus.

- Jesus passeia no meio da Sua Igreja hoje para te tocar.

- Quando somos tocados por Jesus, somos transformados.

- Ninguém se mantém o mesmo, depois do toque de Jesus.

3- Jesus proferiu as palavras: Quero; sê limpo.

- As palavras de Jesus tem poder.

- O centurião de Cafarnaum disse para Jesus: Dize somente uma palavra, e o meu criado sarará.

- Jesus não negou o pedido do leproso.

- Jesus quis o seu bem.

- Jesus praticou a misericórdia que havia ensinado.

- Amados, Jesus é misericordioso.

- Nesta noite a misericórdia de Deus te alcança.

- O leproso fez a sua parte: Foi até Jesus, se humilhou na sua presença, o adorou e clamou pelo seu favor.

V.3: E logo ficou purificado da lepra.

- A libertação aconteceu imediatamente.

- Para onde foi a lepra? Desapareceu.

Is. 53.4,5: Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.

      Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados.

- Amados Deus lança nossos pecados no fundo do mar.

Mq. 7.19: Tornará a apiedar-se de nós, subjugará as nossas iniqüidades e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar.

- Deus nos perdoa para nunca mais se lembrar dos nossos pecados.

4- Por fim Jesus disse: Vai, mostra-te ao sacerdote.

- Para cumprir a lei e servir de testemunho de uma nova dispensação: a da graça.

- Estamos agora vivendo na dispensação da graça.

- Deus tem perdão e cura para você.

 

 

  Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens