A IMPORTÂNCIA DA EXPERIÊNCIA COM DEUS                      
 22/09/2009

Jó 42.1-6
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo

Int.- Jó é um dos personagens bíblicos de grande destaque em sua existência. Todos nós conhecemos a história desse homem de Deus, e até mesmo os ímpios já ouviram falar de Jó. Da sua paciência e de sua fé em Deus.

      Jó era temente a Deus, reto, sincero, fiel a Deus em toda a maneira de viver. O Diabo teve permissão de Deus para tocar nos bens de Jó, em seus filhos e em sua saúde, tentando provar que Jó não seria fiel a Deus se perdesse tudo.

Jó 1.22- Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.

      Jó manteve-se fiel a Deus e ainda adorou a Deus depois de toda a sua perda.

Jó 1.20- Então, Jó se levantou, e rasgou o seu manto, e rapou a sua cabeça, e se lançou em terra, e adorou.

      Todo esse sofrimento fez Jó conhecer melhor a Deus e ter experiências com Deus.

V.5- Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos.

- Numa outra versão diz: Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem.

- Jó estava dizendo que conhecia a Deus de ouvir falar, conhecia superficialmente, mas agora o conhece por experiência própria.

- Antes conhecia a Deus pelas experiências dos outros, só na teoria, mas agora conhece a Deus pela sua própria experiência.

I- Os Valores da Experiência com Deus.

- O verdadeiro cristianismo consiste em experiências com Deus.

      Essas experiências acontecem em meio as lutas; em meio as enfermidades; em respostas as nossas orações; em meio a adoração a Deus.

      Essas experiências com Deus fortalecem o nosso espírito; aumentam a nossa fé, aumentam as nossas convicções e nos dão sustentação nas horas de crises.

Rm.5.3-5- E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência.

      E a paciência, a experiência; e a experiência, a esperança.

      E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi dado.

- O Apóstolo Paulo era um homem com muitas experiências com Deus.

II Tm.1.12- Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho, porque eu sei em quem tenho crido e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia.

- Paulo tinha convicções de sua crença em Deus pelas suas experiências

Fp.4.12- Sei estar abatido e sei também ter abundância; em toda a maneira e em todas as coisas, estou instruído, tanto a ter fartura como a ter fome, tanto a ter abundância como a padecer necessidade.

- Paulo confiava plenamente em Deus, a sua fé não era uma fé circunstancial, mas uma fé genuína.

- Paulo era um crente adulto espiritualmente.

- Não importava o que acontecesse em sua vida, nada abalava a sua fé em Cristo Jesus.

- As experiências com Deus acontecem pela convivência com Ele.

- Você vai andando com Deus e as experiências vão acontecendo.

- Não é algo programado.

- Quem não tem vida de retidão não pode ter experiências com Deus.

II- A Importância da Experiência com Deus.

      Se o cristão não tiver experiências com Deus, seu cristianismo é algo superficial, teórico, sem sabor, apenas religioso.

      A diferença do cristão que tem experiências com Deus do que não tem, nós percebemos na hora da tempestade, na hora da crise, na hora que o mar da vida se revolta.

A) O cristão que não tem experiências com Deus:

- Na hora da tempestade ele não tem onde se segurar.

- A sua fé é pequena para confiar em Deus.

- Ele duvida de tudo e de todos.

- Fica perdido procurando achar um culpado para a tempestade.

- Ele vê demônio em tudo; ninguém presta para ele.

- Então ele se mostra frouxo (ou enfraquecido) na hora da angústia.

Pv.24.10- Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena.

- É na tempestade que nós mostramos que tipo de crente nós somos.

- É na crise que nós mostramos o nosso cristianismo.

- É no problema que nós aprendemos a confiar em Deus.

Pv.3.5- Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.

- O cristão que não tem experiências com Deus na hora do desemprego, ele entra em desespero. Fica perdido sem confiar nas promessas de Deus.

Fp.4.19- O meu Deus segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.

- O cristão que não tem experiências com Deus na hora da crise, em vez de ele depositar a sua confiança em Deus, ele fica reclamando que os irmãos não tem amor, que ninguém enxerga a sua situação. Em vez de ele alcançar mais uma experiência com Deus nesse problema.

B) O Cristão que tem Experiências com Deus:

- Ele sabe que Deus tem prazer em cuidar da sua vida por inteiro.

- O crente que tem experiências com Deus, ele crê no Salmos 37.

Sl.37.3,4,5- Confia no Senhor e faze o bem; habitarás na terra e, verdadeiramente, serás alimentado.

      Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração.

      Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.

- A confiança em Deus aumenta com as experiências que temos com Ele.

- Deus é fiel para prover tudo aquilo que nós precisamos.

- O crente que tem experiências com Deus não fica murmurando, e nem reclamando a falta de ajuda dos irmãos ou do pastor. Ele sabe que Deus está no controle, e que tudo contribui para o seu bem.

Rm.8.28- E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto.

- O crente que tem experiências com Deus, entende que tanto as coisas boas, como as coisas más, contribuem para o seu bem.

III- Como o Cristão Pode Ter Experiências com Deus.

1- Através da Oração.

- Tendo respostas das suas orações, as suas experiências aumentam.

2- Procurando mais Intimidade com Deus.

- Você verá o agir de Deus em todas as áreas da sua vida.

3- Confiando Plenamente em Deus.

Pv.16.3- Confia ao Senhor as tuas obras, e teus pensamentos serão estabelecidos.

- Para alcançarmos experiências com Deus, temos que crer totalmente no Senhor.

Hb.11.6- Ora, sem fé é impossível agradar-lhe, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que é galardoador dos que o buscam.

4- Tendo Paciência Diante do Problema.

- Temos que ter calma, saber esperar no Senhor.

Lc.21.19- Na vossa paciência, possuí a vossa alma.

5- Enfrentando com Coragem os seus Problemas.

- Primeiro: entenda que o problema é seu.

- Segundo: procure entender o que Deus quer te ensinar.

- Terceiro: Você sairá mais forte e preparado desse problema.

Pv.24.10- Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena.

 

Conclusão: O Cristão que tem experiências com Deus, quando as lutas chegam, quando as tormentas batem em sua porta, ele está preparado, porque as experiências anteriores fizeram ele confiar mais em Deus, e crer que Deus está no controle e que a vitória chegará.