Home
 
 
 
 
 
 
 

20/12/2016

O Nascimento de Jesus

Lc. 2.1-7

Int.- O nascimento de Jesus foi o maior acontecimento da história. Durante quatrocentos anos, chamado de período interbíblico, houve um silêncio muito grande, Deus não usou nenhum profeta para falar com seu povo. Tudo preparando o terreno para a chegada do Filho de Deus.

      Jesus veio no memento crucial da história humana, no momento mais necessário para trazer luz em meio às trevas.

Gl. 4.4: Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei.

      Os judeus nesse tempo estavam sob o domínio do império romano, e esperavam pelo Messias; havia uma expectativa muito grande e também profética, pela chegada do Messias.

      O nascimento de Jesus mexeu com a história e mudou a história. O nosso calendário mudou a contagem a partir do nascimento de Jesus.

      Veja a importância que o nascimento de Jesus fez para a história da humanidade.

      A grande maioria dos países do mundo comemora o nascimento de Jesus. Alguns países islâmicos e budistas não comemoram.

      O mais importante do nascimento de Jesus é que o Filho de Deus veio a este mundo, para trazer salvação a toda humanidade.

Mt. 1.21: E dará à luz um filho, e chamarás o seu nome Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.

      Esse foi o grande objetivo de Jesus ter vindo a esse mundo. E no Natal nós devemos ressaltar esse objetivo e essa missão de Jesus.

      O Natal que nós cristãos comemoramos é mais do que uma festa religiosa, é mais do que um feriado anual, é mais do que comes e bebes numa noite de ceia; Natal é a vinda do salvador da humanidade para nos salvar, Natal é Deus se fazendo homem para nos alcançar, Natal é Deus conosco.

      Não deixamos de comemorar o nascimento de Jesus, porque está bem detalhado nas Escrituras para o nosso conhecimento. Tanto o anuncio do seu nascimento como os fatos que sucederam o seu nascimento.

- Quando Jesus nasceu na manjedoura apareceu uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus.

Lc. 2.14: Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens.

I- Deus Destinou Para Que Jesus Nascesse Em Belém.

- Deus anunciou que Jesus nasceria em Belém de Judá.

Mq. 5.2: E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti me sairá o que será Senhor em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.

- O rei Davi nasceu em Belém de Judá e já havia uma profecia que Jesus descenderia de Davi.

Gn. 49.10: O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos.

- Em Mateus capítulo um nós vemos a genealogia de Jesus Cristo da qual se encontra o rei Davi.

- José e Maria moravam em Nazaré na Galiléia no norte de Israel e Maria estava gravida já quase para dar a luz ao menino Jesus.

- Como fazer para que se cumprisse a profecia e Jesus nascesse em Belém, visto que José e Maria não moravam em Belém?

V. 1: E aconteceu, naqueles dias, que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse.

- O imperador romano determinou que todos os cidadãos tinham que se alistar em sua cidade natal.

V. 3: E todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade.

- Deus usou o imperador para que determinasse um alistamento para que desta maneira José e Maria fossem até Belém.

V. 4: E subiu também José, da Galiléia, da cidade de Nazaré, à cidade de Davi, chamada Belém (porque era da casa e família de Davi).

- Para que a profecia se cumprisse Deus usou o imperador.

V. 6: E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz.

- O alistamento foi feito bem nos dias de Maria dar a luz.

- Deus fez as coisas acontecerem tudo dentro de um propósito certo.

- Deus age no tempo e na história para cumprir os seus propósitos.

V. 7: E deu à luz seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.

- Jesus nasceu numa manjedoura, em um lugar simples onde os judeus não esperam que nascesse o Messias.

- Todos esperavam que o Messias nascesse em um palácio em meio a riqueza.

II- A Vinda de Cristo Foi Profética.

Is. 9.6: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.

1- Estava profetizado que essa criança nasceria de uma virgem na cidade de Belém.

a) Essa promessa cumpriu-se.

b) Ele brotou como uma raiz duma terra seca.

c) Foi-nos dado para salvação, e não aos anjos.

2- Um filho se nos deu.

a) Ele é a maior dádiva de Deus.

b) Ele é chamado Filho de Deus por causa do Seu nascimento sobrenatural e provado como tal através da ressurreição.

3- O governo está sobre os Seus ombros. Enquanto Ele viveu na terra o Seu reino não era deste mundo. Todavia, em breve, Ele irá reinar, porque a autoridade lhe foi dada sobre toda carne.

4- Seu nome é Maravilhoso.

a) Ele é chamado de uma criança, mas mesmo assim Ele é o Deus Todo-Poderoso.

b) Ele é maravilhoso tanto na Sua pessoa, como nos Seus ministérios, porque Ele é rei, sacerdote, profeta, médico, pastor.

c) Ele é singular no amor e no sofrimento, na pobreza e na riqueza.

5- Conselheiro.

a) Um profeta dos ministérios.

b) Todos podem se valer dos Seus conselhos.

6- Deus Forte.

a) Ele é chamado o grande Deus.

b) O verdadeiro Deus.

c) Por intermédio dele, tudo foi criado.

d) A quem se deve adoração divina.

e) Onisciente, onipotente, onipresente.

7- Pai da Eternidade.

a) O mesmo no passado e no futuro.

b) Ele é o cabeça de uma nova família.

8- Príncipe da Paz.

a) Ele é o príncipe da casa de Davi.

b) O príncipe dos reis da terra, também chamado de Príncipe da vida.

III- O Nascimento de Jesus Moveu Terra e Céu.

1- Um anjo foi enviado aos pastores no campo.

Lc. 2.9: E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor.

- O anjo foi enviado para anunciar as novas do nascimento do Salvador.

- E para corroborar apareceu uma multidão dos exércitos de anjos cantando.

Lc. 2.13: E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo:

V. 14: Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens!

2- Os magos do Oriente foram guiados por uma estrela até o lugar onde menino Jesus estava.

Mt. 2.9,10: E, tendo eles ouvido o rei, partiram; e eis que a estrela, que tinham visto no Oriente, ia adiante deles, até que, chegando, se deteve sobre o lugar onde estava o menino.

      E, vendo eles a estrela, alegraram-se muito com grande alegria.

- Deus guiou os magos do oriente até a manjedoura através de uma estrela no céu.

- Os magos se alegraram com a forma sobrenatural com que Deus os fez chegar até o menino Jesus.

- Chegando à manjedoura eles abriram os seus tesouros e lhe ofertaram ouro, incenso e mirra.

a) Ouro: Era um símbolo que representava a perfeição divina e dignidade real.

b) Incenso: Era um perfume que fala da fragrância da humanidade sem pecado de Jesus.

c) Mirra: Era uma erva amarga e nos fala dos sofrimentos e amarguras que Jesus iria sofrer.

- O Senhor Jesus é a dádiva mais preciosa de Deus para a Humanidade.

- Um menino nos nasceu, um filho se nos deu.

Conclusão: O que nos ensina a história do Natal?

1- Que Deus fala de diversas formas aos homens.

2- Que a verdade deve ser buscada seriamente.

- Os magos vieram de muito longe.

3- Que a finalidade é a adoração a Deus.

- Os magos adoraram-no pelas suas ofertas

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos