Home
 
 
   

A Segurança da Salvação

20/05/2014

I Pe. 1.3-9  


Int.- O Apóstolo Pedro escreveu esta Primeira Epístola quase no fim da sua vida, estava na Babilônia, na margem do Rio Eufrates, onde tinha estabelecido uma igreja.

      Quando Pedro escreveu esta Epístola, era o tempo das perseguições de Nero; o próprio Pedro sofreu nas mãos desse imperador cruel.

      Nesta Epístola Pedro destaca o valor precioso da fé em Jesus Cristo, e a esperança plena do crente quanto a salvação eterna, mostrando que Cristo é a pedra principal da esquina, eleita e preciosa.

      Todo cristão deseja ter a certeza da salvação, ou seja: a certeza de que, quando Cristo voltar ou a morte chegar, esse cristão irá estar com o Senhor, no céu.

      Para abalar o crescimento espiritual Satanás lança dúvidas no coração do crente quanto a salvação. Lançando pensamentos de situações do passado e pensamentos negativos que Deus não está conosco.

      Satanás sabe que a Salvação Eterna é o tesouro mais precioso que o crente possui, é como uma pérola de muito valor, e irá fazer de tudo para roubar esse bem precioso do salvo.

      Na jornada em direção ao céu, o crente irá enfrentar muitas adversidades e muitas lutas, de ordem espiritual, física e financeira, que irá testar sua fé em Jesus e sua perseverança em direção ao céu.

      Jesus disse em Lc. 21.19: Na vossa paciência, possui a vossa alma.

- Numa outra versão diz: “Na vossa perseverança, possui a vossa alma”.

      Quer dizer: Aquele que não desiste, aquele que persevera, alcança a salvação.

      Uma das coisas mais importantes para o crente é ter a segurança da salvação, isso é essencial, isso é necessário, para dar equilíbrio, para dar estabilidade, para dar confiança e dar a certeza da benção final de Deus.

      Se não tivermos esta segurança, essa certeza, logo desfalecemos e desistimos em meio aos problemas. Mas quando temos a segurança, a certeza, então enfrentamos as lutas, as pelejas, as perseguições, com ânimo. E que não é em vão todo o esforço, porque no final alcançaremos a salvação eterna.

Judas 3: Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da comum salvação, tive por necessidade escrever-vos e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.

I-Pedro Revela as Bases da Segurança da Salvação.

V.3: Nos gerou de novo para uma viva esperança.

- Outrora a nossa esperança era morta, mas agora temos uma viva esperança.

V.3: Pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos.

- A nossa esperança da salvação é baseada na ressurreição de Jesus.

- Jesus está vivo, nos dá esperança de vida eterna.

V.4: Para uma herança incorruptível, incontaminável e que se não pode murchar, guardada nos céus para vós.

- Nós temos a esperança de recebermos a nossa herança no céu.

V.5: Que, mediante a fé, estais guardados na virtude de Deus, para a salvação já prestes para se revelar no último tempo.

V.6: Em que vós grandemente vos alegrais.

- A esperança da salvação nos trás alegria.

V.7: Aqui diz que a nossa fé é provada mais que o ouro.

V.9: Alcançando o fim da vossa fé, a salvação da alma.

- O fim da nossa fé é a salvação eterna.

- Toda prova que passamos é para chegarmos a salvação eterna.

II- De Onde Vem a Segurança da Salvação do Crente.

1-Através das Escrituras.

- A Palavra de Deus nos dá a segurança da salvação eterna.

I Jo. 5.13: Estas coisas vos escrevi, para que saibais que tendes a vida eterna e para que creiais no nome do Filho de Deus.

- João escreveu esta epístola para que os crentes tivessem a certeza da salvação.

Jo. 20.31: Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que crendo, tenhais vida em seu nome.

- João está dizendo que Jesus operou muitos milagres e que estes milagres foram aqui escritos, para que crêssemos em Jesus, como o Filho de Deus, e que recebêssemos a vida eterna.

2- Através da Presença do Espírito Santo no Crente.

- Hoje nós somos morada do Espírito Santo.

- A presença do Espírito Santo em nós é uma segurança da salvação eterna.

Ef. 1.13,14: Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa.

      O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para louvor da sua glória.

- Todos aqueles que passam a ser filhos de Deus, Deus concedeu o Seu Espírito.

Gl. 4.6: E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.

- Nós temos o contato do Espírito Santo com o nosso espírito.

Rm. 8.16: O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

- A uma comunicação com o nosso espírito que nos dá a certeza que somos salvos.

- Quem tem o Espírito Santo de Deus, sente que Ele está em sua vida.

I Jo. 3.24: E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele. E nisto conhecemos que ele está em nós: pelo Espírito que nos tem dado.

- Uma das coisas mais forte da segurança da nossa salvação é o sentimento da presença do Espírito Santo.

- Essa convicção é importantíssima para a nossa segurança.

3- Através do Amor e da Paz de Deus no Coração.

I Jo. 4.16: E nós conhecemos e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é caridade e quem está em caridade está em Deus, e Deus, nele.

- Quem está no amor está em Deus e Deus nele.

Fp. 4.7: E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.

- O amor e a paz de Deus em nosso coração nos dão também a certeza da salvação eterna.

- A paz de espírito é uma das segurança da nossa salvação.

- Quem não tem paz interior, não tem certeza da salvação.

- O amor é um dos aspectos do fruto do Espírito que se manifestam no salvo.

- O amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo.

- Temos a certeza da vida eterna quando amamos o Pai e o Filho, e não o mundo.

4- Através da Promessa de Deus.

II Tm. 2.19: Todavia, o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade.

- Aqui fala tendo este selo, quer dizer esta marca, este carimbo.

Jo. 6.37: Tudo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.

- Temos essas promessas de Deus para as nossas vidas.

 

Conclusão: Esses são sinais que nos dão a segurança da nossa salvação eterna. E como precisamos desses sinais em nossa vida. A nossa tranquilidade vem através desses sinais. O mundo irá nos ouvir e nos dar credibilidade, quando virem essa certeza, essa paz, essa convicção da nossa salvação, manifestando-se em nossa vida.

 

 

 

 
 

  Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens