Home
 
 
 
     
  A Importância da Paz Para o Cristão 

18/01/2015

 
  Sl. 4.3-8     
 

                                                                        

 

Int.: Davi quando escreveu este Salmos, estava num momento de grande angústia, de grande perseguição. O seu filho Absalão havia entrado em Jerusalém com um exército, para destronar e matar a Davi. Davi saiu as pressas de Jerusalém para não ser morto, pelo seu próprio filho. 

      Davi reinava em Jerusalém sobre todo o Israel; Davi havia conquistado inúmeras vitórias, contra varias nações; o nome de Davi era aclamado em todo o Israel; Deus havia lhe abençoado e lhe dado essas vitórias. 

      Davi que outrora era um pastorzinho de ovelhas, Deus lhe havia feito o grande rei de Israel. 

II Sm. 7.8: Agora, pois, assim dirás ao meu servo, a Davi: Assim diz o Senhor dos Exércitos: Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses o chefe sobre o meu povo, sobre Israel. 

      Deus havia chamado a Davi; havia lhe levantado, para ser um instrumento de Deus, para a nação de Israel. 

      Desde a sua adolescência, Davi buscava a Deus; Davi confiava em Deus, e Davi dependia de Deus. 

      Davi sabia que tudo que ele conquistou, foi pela direção de Deus. Davi não confiava em suas habilidades; Davi não confiava em seus recursos; Davi não confiava no seu exército; Davi confiava em Deus. 

      Davi foi um grande servo de Deus, que tinha muita intimidade com Deus. Em tudo que Davi ia fazer, ele consultava a Deus. Mesmo as batalhas que lhe eram favoráveis, que ele iria ganhar, ele não deixava de consultar a Deus. 

      O grande segredo do sucesso de Davi: Era a sua confiança em Deus. 

Sl. 56.4: Em Deus louvarei a sua palavra; em Deus pus a minha confiança e não temerei; que me pode fazer a carne? 

- Davi dizia que Deus era a sua confiança desde a sua mocidade. 

Sl. 71.5: Pois tu és a minha esperança, Senhor Deus; tu és a minha confiança desde a minha mocidade. 

      Davi conhecia o Deus que ele servia; Davi conhecia o poder e a graça de Deus em sua vida. 

      Davi sabia que com Deus não tinha como a sua vida dar errado. 

      Davi sabia que com Deus a vitória é certa. 

I- Chegou o Dia da Angústia Para Davi. 

      Depois de tantos anos de reinado, de vitórias, de conquistas; chegou o dia da angústia para Davi. 

- Nós servos de Deus não estamos imunes de passarmos por aflições. 

Jo. 16.33: Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. 

- Mesmo Davi sendo servo de Deus, chegou o dia da angústia, o dia da aflição. 

- Seu terceiro filho, Absalão, queria tirar a sua vida e tomar-lhe o trono. 

- Davi deixou o palácio real e escapou para não ser morto pelo seu filho Absalão. 

V.1: Ouve-me quando eu clamo, ó Deus da minha justiça; na angústia me deste largueza; tem misericórdia de mim e ouve a minha oração. 

V.3: Sabei, pois, que o Senhor separou para si aquele que lhe é querido. 

- Aqui Davi está dizendo: O Senhor separa aquele que lhe é obediente para viver ao seu lado. 

Sl. 145.18: Perto está o Senhor de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade. 

- Deus tem o prazer de estar perto daqueles que o temem. 

- Nesse dia de angústia para Davi, quando ele teve que sair de Jerusalém, Deus não o abandonou, Deus estava ao seu lado, Deus estava perto. 

- O crente pode passar pelo vale da sombra da morte, mas Deus vai passar com ele. 

- O crente pode passar pelo deserto escaldante, mas Deus vai passar com ele. 

- O crente pode passar pelo rio de águas agitadas, mas Deus vai passar com ele. 

Is. 43.2: Quando passares pelas águas, estarei contigo, e, quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. 

- São promessas para aqueles que temem a Deus. 

- O crente passa por angústias, por aflições, mas não passa sozinho, Deus está com ele. 

- Jesus prometeu estar conosco todos os dias, até a consumação dos séculos. 

V.7: Puseste alegria no meu coração, mais do que no tempo em que se multiplicaram o seu trigo e o seu vinho. 

- O tempo de colheita é um tempo de grande alegria para o agricultor. 

- E Davi dizia que Deus lhe deu mais alegria do que no tempo da colheita. 

- Mesmo tendo que fugir de Absalão; mesmo passando por uma angústia muito grande; Deus colocou grande alegria no coração de Davi. 

- A presença de Deus trazia essa alegria ao coração de Davi. 

At. 3.19: Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor. 

- Refrigério aqui é: Alivio, paz, alegria. 

- Esse refrigério chega com a presença do Senhor. 

At. 2.28: Fizeste-me conhecidos os caminhos da vida; com a tua face me encherás de júbilo. 

- Pedro aqui está dizendo: Que Deus lhe revelou o Evangelho de Jesus Cristo, a qual trouxe vida para a sua existência; e que a presença de Deus lhe encheu de alegria. 

- Amados, a presença de Deus tira a tristeza do coração e trás alegria, independente das circunstâncias em que estamos vivendo. 

- A alegria é um dos aspectos do fruto do Espírito. 

- Quer dizer: Ela vem de Deus para nós; não vem de fatores humanos ou circunstâncias. 

- Quem tem a presença de Deus em sua vida tem alegria. 

- Mesmo passando por angústia e perigo de vida; Davi tinha a alegria do Senhor em seu coração. 

- E quem colocou essa alegria em seu coração, foi Deus. 

II- Deus Concede a Verdadeira Paz ao Crente. 

V.8: Em paz também me deitarei e dormirei, porque só tu, Senhor, me fazes habitar em segurança. 

- Amados, o homem perturbado tem dificuldades para dormir. 

- Mas o sono torna-se fácil para o homem que está contente e seguro. 

- Em meio a inimigos ferozes que lhe ameaçavam a vida, Davi foi capaz de descansar em paz, como se estivesse seguro nos braços de Deus. 

- Davi era um grande rei, mas naquela noite era uma criança, um filho confiante em Deus. 

- Deus lhe deu paz em seu sono. 

- Davi gozava de duas grandes bênçãos: Descanso no sono e paz na alma. 

- Davi se sentia cercado pelo favor de Deus, rodeado por Seu poder. 

Sl. 28.7: O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu canto o louvarei. 

- Assim que se deitou, Davi foi capaz de pegar no sono. 

- Deus havia preparado para ele tanto segurança quanto alegria, enquanto seus inimigos rugiam lá fora. 

- É assim que Deus faz; em meio a guerra, Deus te dá a paz. 

- E mesmo no meio de grande tribulação, você consegue dormir. 

- Foi isso que aconteceu com Pedro. 

At. 12.6: E, quando Herodes estava para fazer comparecer, nessa mesma noite, estava Pedro dormindo entre dois soldados, ligado com duas cadeias, e os guardas diante da porta guardavam a prisão. 

- Herodes havia matado à espada Tiago, irmão de João. 

- E no dia seguinte iria também matar a Pedro. 

- Pedro sabendo da sua eminente morte no dia seguinte, dormia tranquilamente aquela noite. 

- Pedro estava descansado nos braços do Senhor. 

- A presença de Deus lhe dava esta tranquilidade. 

- Só Deus pode operar tamanho feito. 

- Um outro exemplo foi Daniel na cova dos leões; Daniel passou uma noite toda na cova com os leões, e eles não fizeram nada com Daniel. A presença de Deus trouxe paz e segurança para Daniel. 

- Um outro exemplo foi os três jovens jogados na fornalha ardente por Nabucodonozor: Sadraque, Mesaque e Abede-Nego; eles foram guardados por Deus, pois o fogo da fornalha não os queimou, havia paz e tranquilidade em seus corações. 

A) Deus Tem Paz Para Você na Pessoa de Jesus Cristo. 

- Paz significa tranquilidade, calmaria, descanso. 

- A paz que Jesus dá é uma combinação de esperança, confiança e quietude da mente e da alma, obtidos através da reconciliação do ser humano com Deus. 

- Jesus tem paz para te dar esta noite. 

- Jesus entra em seu coração esta noite e muda a sua história. 

Jo. 14.27: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. 

- Essa paz que Jesus dá, é uma paz completa; é uma paz diferente da do mundo. A paz do mundo depende de fatores externos. A paz de Jesus, atinge a nossa alma e o nosso espírito, independente das circunstâncias. 

- A paz e as bênçãos espirituais são resultados direto da fé em Jesus. 

Rm. 5.1: Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo. 

 

Conclusão: Amados, servir a Deus e temer a Deus é a maior garantia para termos paz e alegria em nosso coração.


 


 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos