Home
 
 
 
 
 
 
 

17/12/17                          

A Cura de Um Paralítico de Betesda

Jo. 5.1-9

Int.: Estava havendo uma festa entre os judeus, e Jesus subiu a Jerusalém.

      Por que subiu? Porque Jerusalém fica no alto, fica a 800 metros acima do nível do mar, fica sobre montanhas; para chegar em Jerusalém você precisa subir.

      A cidade de Jerusalém daquela época media 1 quilômetro quadrado e tinha 12 portas de acesso e uma delas era a porta das ovelhas.

      Até hoje a cidade de Jerusalém tem as muralhas que a circulam a sua volta e dentro dessa cidade hoje, moram 30 mil pessoas. Na cidade nova que está fora das muralhas moram 860 mil pessoas.

      Havia em Jerusalém próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Bedesda, o qual tinha cinco alpendres.

- Seu nome em hebreu significa casa de misericórdia.

- Era proposital haver um reservatório de água próximo à porta das ovelhas, para saciar a sede do rebanho.

- A Bíblia diz que havia cinco alpendres no tanque de Bedesda.

- Cada alpendre tinha a sua finalidade.

1- Havia o alpendre que se tirava água para beber.

- Havia uma grande necessidade de água naqueles dias.

- A água era uma mercadoria de muita importância para o povo.

- Fazia-se fila para tirar água potável para colocar nos jarros para levar para casa.

- E também para dar para as ovelhas beberem.

2- Havia o alpendre que se tirava água para lavar.

- As pessoas viam tirar água para se banhar.

3- Havia o alpendre que os sacerdotes tiravam água para o sacrifício.

- Nesse alpendre só os sacerdotes chegavam para tirar água.

4- Havia o alpendre para abastecer a casa de água.

- Esta água era para uso geral na casa.

5- Havia o alpendre para milagres da cura.

- Nesse alpendre ficavam os enfermos, os mancos, os cegos, os ressicados, os paralíticos, esperando o movimento das águas para entrar no alpendre para ser curado.

V. 3: Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento das águas.

I- Jesus Foi a Festa dos Judeus.

      Seria uma coincidência Jesus entrar pela porta das Ovelhas?

- Nada que Jesus faz foi por acaso.

- Em cada atitude sua ele trabalhava para mostrar a glória de Deus Pai.

- Ele escolheu aquela porta, sabendo o que o esperava, sabia que ali tinha um tanque a onde muitos paralíticos estavam, mas, em especial, iria chegar o milagre na vida de um deles.

V. 4: Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque e agitava a água, e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse.

- Aquelas pessoas que ali estavam, esperavam o anjo que descia do céu, para agitar as águas.

- Buscavam um milagre, algo que mudasse a sua vida.

- A Bíblia não fala de quanto em quanto tempo o anjo descia; apenas que o doente que estava ali tinha que estar atento ao movimento da água.

- Somente o primeiro que descesse depois do movimento da água era curado.

- Dezenas e até centenas de enfermos, cegos, mancos e doentes, ficavam ali esperando o movimento da água.

II- A Situação do Paralítico de Betesda.

V. 5: E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo.

- Aquele paralítico estava numa situação bem complicada.

- Ela não tinha trinta e oito anos de vida, ele estava naquela situação havia trinta e oito anos.

- A enfermidade daquele homem era não poder andar, com certeza ficar 38 anos sem conseguir andar, é extremamente complicado.

- Muitas vezes na sua vida, você se vê sem esperança para algo, pois com o passar do tempo, vai ficando cada dia mais difícil, mas, Deus ainda é um Deus de milagres.

- E foi nessas condições que Jesus Cristo o encontra, caminha até ele, e sabendo de tudo que já tinha acontecido naquela vida, Jesus pergunta:

V. 6: Queres ficar são?

- A compaixão de Jesus e o seu conhecimento da necessidade do homem uniram-se para produzir esta pergunta.

- A primeira vista, parece uma pergunta um pouco tola.

- Claro que o homem queria ficar bem e ser curado.

- Caso contrário não estaria no tanque, numa fonte de cura.

- Mas é que com o tempo as pessoas acabam se acostumando a uma vida de desgraça e infelicidade, e acabam perdendo a vontade de ser abençoada.

- Não se acostume com a desgraça na sua vida.

- Não aceite a infelicidade na sua vida.

- Jesus está chegando para mudar o quadro da sua vida.

- O que é importante é que Jesus viu o homem paralitico.

- Havia muitos outros enfermos e paralíticos ali a beira do tanque esperando para ser curado, mas Jesus viu a esse paralítico.

- Havia chegado o dia de aquele homem ser abençoado.

- Deus tem um dia especial para nos dar a nossa benção.

- Diz o versículo: “E sabendo que estava neste estado havia muito tempo”.

- A dor e a angustia deste paralítico talvez fosse maior do que a dos outros enfermos.

- E Jesus sabedor de todas as coisas, sabia da situação deste homem, do seu sofrimento.

- Jesus sabe da sua luta, Jesus sabe da sua angustia, Jesus sabe da sua prova.

III- Três Verdades do Paralítico do Tanque de Betesda.

1- Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque. (V. 7)

- Esse versículo mostra a realidade da vida daquele rapaz.

- Estava em condições tão difíceis que não tinha nenhum amigo que podia ajudar.

- Esse paralítico não tinha condição financeira nenhuma.

- Não tinha nenhum amigo ou parente que se prontificasse para ajudá-lo.

- Ele iria ficar ali no tanque indefinidamente esperando o seu milagre.

- Pode estar acontecendo conosco, às vezes ninguém aparece para nos ajudar, sejam amigos ou família.

- Mas, Deus é riquíssimo em misericórdia e amor.

- Ele ainda olha para cada um de nós, e se ninguém te ajuda, pode ter certeza que Ele mesmo virá ao seu encontro para te socorrer.

Sl. 121.2: O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra.

2- Mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. (V. 7)

- Observe o tamanho da derrota que ele vivia, não conseguia andar e sempre ia alguém antes dele.

- Imagine o tanto de vezes que ele tentou rastejar até a água, mas, sempre era derrotado.

- Só que isso nos trás um aprendizado importante, o de não desistir.

- Não importa qual situação que estamos vivendo, não devemos desistir mesmo diante das circunstâncias.

- Acredito que Deus vai olhar o tamanho de seu esforço e virá para te ajudar.

- Tem uma frase que diz: “A persistência é o tamanho do seu sucesso”, adaptando ela para nós, consigo dizer: “A persistência é o tamanho do seu milagre”.

3- A pergunta de Jesus foi bem especifica: “Queres ficar são”? (V. 6)

- Em nenhum momento o paralitico respondeu a pergunta de Jesus.

- Ele apenas foi dizendo o que acontecia na vida dele.

- Jesus no momento de seu questionamento estava falando de algo espiritual, só que a visão daquele homem só estava no momento em que vivia.

- Deus nos convida a viver o espiritual em nossas vidas, não ficar parado no momento, achando que nada pode acontecer.

Conclusão: O milagre chegou.

- Depois de muitos anos de vida de sufoco, finalmente chegou o momento que ele recebeu a benção divina.

V. 8: Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma a tua cama e anda.

- Logo aquele homem ficou são, e tomou a sua cama, e partiu.

- Esse homem nos dá uma grande lição de persistência, que apesar de a condição de vida que ele tinha, ele todos os dias persistia atrás do seu milagre.

- Não perca as suas esperanças.

- Acredite, Deus pode renovar as tuas forças nesta noite, você que está pensando em desistir, não faça isso.

- Às vezes pode ser uma porta que você está esperando, ou um milagre, seja o que for, não perca as esperanças.

- Lembre-se, Jesus não desistiu de você na cruz do Calvário, jamais desista dele.

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos