Home
 
 
 
 
 
 
  A Grande Missão de Cristo

17/07/2016   

 
  Lc. 6.17-19    
 

 

Int.: Jesus estava exercendo o seu ministério na Galiléia, no norte de Israel; Jesus pregava o evangelho do Reino e curava os enfermos. Jesus estava cônscio da sua grande missão nessa terra.

Lc. 4.18,19: O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar os pobres, enviou-me a curar os quebrantados do coração.

      A apregoar liberdade aos cativos, dar vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor.

      Jesus movia-se pelo seu grande amor pelas pessoas, um amor sacrificial, um amor que cativava as pessoas.

      As pessoas eram atraídas por essa compaixão de Jesus, por suas palavras, por seus ensinamentos, por suas curas.

      Jesus veio numa época onde o povo estava vivendo um vazio muito grande, sem Deus, num período de fome religiosa.

Gl. 4.4,5: Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei.

      Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.

      No tempo preciso, na plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, Jesus Cristo.

      As coisas aconteceram dentro do cronograma de Deus.

      Os profetas no Antigo Testamento haviam profetizado a vinda do Messias com poder e autoridade.

      Satanás fez de tudo para impedir que Jesus viesse a esse mundo, mas não pode contra o poder de Deus.

      O grande ensinamento que Jesus passou aos seus discípulos foi amar as pessoas, porque o amor é a base maior para convencer as pessoas.

      As pessoas eram transformadas porque Jesus as amava e o poder de Deus operava através da sua vida.

      O amor derruba barreiras, atrai as pessoas e constrange o coração.

II Co. 5.14: Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram.

      Nós fomos constrangidos pelo amor de Cristo por nós.

      Esse amor nos alcançou e nos transformou.

      Esse amor nos atraiu até Jesus para a salvação.

      Deus nos amou com um amor único e singular.

Jo. 3.16: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

      O amor de Deus para conosco foi imensurável ao ponto de entregar o seu único Filho para morrer em nosso lugar.

I- Uma Grande Multidão Veio ao Encontro de Jesus.

- Jesus estava iniciando o seu ministério.

- Mas várias curas Jesus já havia realizado.

- A sua fama já se espalhava por toda a nação de Israel.

V. 17: E, descendo com eles, parou num lugar plano, e também um grande número de seus discípulos, e grande multidão de povo de toda a Judéia, e de Jerusalém, e da costa marítima de Tiro e de Sidom.

- O número de discípulos de Jesus agora já era grande.

- A multidão vinha de lugares distantes para ouvir Jesus.

- Aqui no versículo diz que vinha gente da Judéia e de Jerusalém, que ficava no sul de Israel; gente que veio de Tiro e de Sidom que ficava mais ao norte de Israel.

Am. 8.11: Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor.

- Esta profecia se cumpriu aqui no tempo do ministério terreno de Jesus.

- As pessoas se deslocavam de grandes distancias para ouvirem o Filho de Deus.

1- Vinham Para Ouvir Jesus.

V. 18: Os quais tinham vindo para o ouvir.

- As palavras de Jesus eram palavras que penetravam no coração dos ouvintes.

- As palavras de Jesus tocavam no fundo da alma.

- A fé nasce no coração do homem ao ouvir a Palavra de Deus.

Rm. 10.17: De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.

- As palavras de Jesus eram ministradas com autoridade.

Lc. 4.32: E admiravam a sua doutrina, porque a sua palavra era com autoridade.

- Desde a pessoa mais simples até um doutor da lei se admiravam das palavras de Jesus e da sua autoridade.

- As pessoas eram cativadas pelo poder com que Jesus ministrava as palavras, havia uma poderosa unção sobre Ele.

- Os cansados de alma eram aliviados pela unção de Deus.

Mt. 11.28: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

- Só Jesus pode tirar a opressão do homem.

- Jesus tira o cansaço da alma e trás alivio ao coração do homem.

- Se nesta noite você está cansado da vida, dos problemas, Jesus te trás alivio.

- Se você está com um vazio interior e faminto de alma, Jesus te sustenta; Jesus te preenche.

- Ele está aqui está noite para te abençoar.

2- Vinham Para Serem Curadas.

V. 18: E serem curados das suas enfermidades.

- A grande maioria daquelas pessoas já havia ouvido falar dos milagres de Jesus.

- Muitas dessas pessoas estavam enfermas e vinham atrás da sua cura.

- Quando há fé Jesus opera o milagre.

- Em algumas cidades de Israel Jesus não pode fazer muitos milagres, por causa da falta de fé das pessoas.

- A incredulidade impede de Deus agir.

- Deus não pode operar onde existe incredulidade.

- Aqui diz que também os atormentados dos espíritos imundos eram curados.

- O poder de Deus se manifestava sobre a vida de todos.

V. 19: E toda a multidão procurava tocar-lhe, porque saía dele virtude, e curava a todos.

- Primeiro: A multidão procurava tocar-lhe porque cria nele.

- Segundo: Saía dele virtude, a unção do alto estava sobre Jesus.

- Qualquer tipo de enfermidade era curada por Ele.

- Cegos, paralíticos, surdos, leprosos, lunáticos, mudos, Jesus curava a todos.

- Terceiro: E curava a todos.

- Ninguém que chegou até Jesus enfermo saiu do mesmo jeito.

- Aqui fala que todos que chegaram até Ele foram curados.

- Jesus não despede ninguém vazio.

- Nesta noite Jesus não vai te despedir vazio.

II- A Grandeza de Jesus.

1- Jesus é Maior do Que as Suas Preocupações.

- Jesus cuida de você no meio das suas preocupações.

- Jesus está com você em meio as suas ansiedades.

I Pe. 5.7: Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.

2- Jesus é Maior do Que o Seu Medo.

- Muitas vezes o medo diante dos problemas toma conta do coração.

- E esse medo te deixa paralisada e tremula.

II Tm. 1.7: Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.

- O Senhor te deu o espírito de fortaleza.

- No Senhor você é forte; somos mais que vencedores.

3- Jesus é Mais Poderoso do Que a Força do Nosso Adversário.

- O nosso adversário procura nos tirar do caminho da salvação.

- O nosso adversário procura nos tirar a alegria de viver.

- O nosso adversário procura tirar a paz do nosso coração.

Jo. 10.10: O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.

- A vida com abundância que Jesus dá é: Alegria, paz, gozo, satisfação, saúde e vitória sobre o adversário.

4- Jesus é Maior do Que a Sua Enfermidade.

- Jesus é o médico dos médicos.

- Jesus é dono da vida.

Lc. 4.19: A apregoar liberdade aos cativos, dar vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor.

- Sempre aonde Jesus chegava, chegava à vida.

Is. 53.4: Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.

- Na cruz do calvário Jesus levou as nossas enfermidades.

- Agora basta nós aceitarmos e recebermos a cura por Jesus Cristo.

Conclusão: Estar junto de Jesus é estar junto da benção.

- Estar com Jesus é estar sem preocupações.

- Estar com Jesus é viver sem medo.

- Estar com Jesus é sempre vencer o adversário da nossa alma.

- Estar com Jesus é receber saúde para alma e para o corpo.

 

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos