Home
 
 
 
 
 
 
 

                                      17/06/18

O Servo do Senhor

Is. 42.1-9

Int.: O autor do Livro de Isaías foi o próprio profeta Isaías. O nome Isaías significa “o Senhor deu salvação”. Isaías era filho de Amós e morava na cidade de Jerusalém. Era casado e teve pelo menos dois filhos. Isaías foi homem de sangue real. Foi educado na corte e era muito conceituado entre o povo de Israel. Isaías profetizou por sessenta anos para a nação de Judá.

      Esta passagem que nós lemos encontra-se na segunda parte do livro de Isaías. Essa segunda parte, que focaliza o cativeiro babilônico e a restauração de Israel, deve ter sido escrita depois da visita da embaixada babilônica a Ezequias, que ocorreu em algum momento nos últimos quinze anos de Ezequias, porque parece ter sido depois dessa visita que Isaías passou a profetizar sobre o cativeiro baibilônico.

      Dessa forma, Isaías profetiza e escreve durante o período em que a Assíria estava dominando o mundo e sendo usada por Deus para julgar o Seu povo.

      A verdade expressa nessa passagem do capítulo 42 é a de que o Servo do Senhor aqui descrita, o qual é o próprio Messias, traz salvação a Israel e aos gentios.

I- A Missão do Servo.

      Este Servo aqui profetizado por Isaías é o Senhor Jesus Cristo, o Messias esperado pelo povo de Israel.

- O Pai celestial fala dele:

V. 1: Eis aqui o meu Servo, a quem sustenho; o meu Eleito, em quem se compraz a minha alma.

- Aquele a qual o Senhor tinha prazer, o seu Eleito.

- O Senhor disse: “Pus o meu Espírito sobre ele”.

Lc. 4.18,19: O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar os pobres, enviou-me a curar os quebrantados do coração.

      A apregoar liberdade aos cativos, dar vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor.

- Foi profetizado a grande missão que Jesus teria nessa terra.

- O Espírito do Senhor sobre Ele o capacitou para evangelizar os pobres, curar os enfermos, libertar os cativos e anunciar a salvação do Senhor aos homens.

- E aqui no versículo um diz: “Juízo produzirá entre os gentios”.

- Numa outra versão diz: “Ele trará a justiça aos povos do mundo”.

- Aqui está sendo profetizada a benção para nós os gentios.

- Gentio é todo aquele que não é judeu; são todos os demais povos da face da terra.

- 700 anos antes de os judeus rejeitarem a Jesus Cristo como o seu Messias, Deus já anunciava a benção para nós os gentios.

- Essas palavras anunciadas neste texto se aplicam a Sua missão completa entre os homens.

Rm. 11.25: Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado.

- Hoje estamos vivendo no tempo da plenitude dos gentios.

- Na Dispensação da Graça, onde Deus dá a oportunidade a todos os povos a receberem a salvação em Jesus Cristo.

- A porta da salvação para os gentios está aberta, a misericórdia de Deus chegou aos gentios.

Rm. 15.9: E para que os gentios glorifiquem a Deus pela sua misericórdia, como está escrito: portanto, eu te louvarei entre os gentios e cantarei ao teu nome.

- Como salvos em Cristo, devemos ser gratos a Deus e glorificarmos ao Senhor pela sua misericórdia, por ter nos alcançado e transformado.

V. 2: Não clamará, não se exaltará, nem fará ouvir a sua voz na praça.

- Jesus fez a sua obra sem provocar agitação, sem gritar e sem fazer tumultos nas ruas e nas praças.

- O messias não ergueu a voz, não apelou para a ostentação ou para espetáculos, a fim de impressionar os homens.

- Suas palavras eram poderosas.

- Jesus não precisava elevá-la.

- Jesus agiu com mansidão e humildade entre os homens.

Mt. 11.29: Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas.

- Com toda a mansidão e humildade Jesus tocou o coração dos homens.

- Em Mateus 12.17-21 o texto mostra que esta passagem do capítulo 42 de Isaías se cumpriu em Jesus Cristo, como o enviado do Pai, para trazer salvação aos homens, e aquele a quem os gentios o esperariam.

- Esta profecia de Isaías do Servo do Senhor se cumpriu em Jesus Cristo, o enviado do Pai.

V. 3: A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; em verdade, produzirá o juízo.

- A verdade é que o Senhor Jesus Cristo não quebra a cana despedaçada, e nem apaga o pavio inexpressivo.

- Uma cana, por si mesmo, já é figura de fragilidade; uma cana quebrada é uma imagem bem contundente, de fraqueza e impotência.

- Da mesma maneira o pavio que fumega. Isso retrata uma vida que está quase morta.

- O Servo do Senhor aqui no caso Jesus é alguém que não assoprará a vida que quase está a expirar, mas que irá poupá-la.

- As suas ações são caracterizadas por bondade e misericórdia.

- Estávamos neste mundo como uma cana trilhada, mas a misericórdia do Senhor nos alcançou.

Ef. 2.4,5: Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou.

      Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos).

- Estas expressões: não “esmagar” nem “apagar” devem ser consideradas como indicações que Ele encoraja e sustém o que está fraco.

- Jesus traz o Seu evangelho ao mundo de maneira misericordiosa, apresentando-se como aquele que pode dar alivio a todos os que sofrem sob o peso dos seus pecados, pois foi Ele mesmo quem os carregou na cruz do calvário.

I Pe. 2.24: Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.

- Jesus fez isso na cruz do calvário por mim e por você por amor e por misericórdia de nós.

V. 4: Não faltará, nem será quebrantado, até que ponha na terra o juízo; e as ilhas aguardarão a sua doutrina.

- O Servo do Senhor apesar de gentil, seria poderoso.

- Ele jamais falharia ou desanimaria.

- O seu propósito é estabelecer a justiça na terra, e Ele receberia a unção para cumprir sua missão.

- Ele levará a Sua doutrina até os confins da terra, convencendo os gentios a esperar nele.

- Na qualidade  de  Servo  de  Deus,  Jesus fez o que Israel nunca pode

fazer.

- Ele cumpriu de modo perfeito a vontade do Pai, a fim de que pessoas de todos os lugares da terra pudessem confiar no Santo de Israel.

- Foi profetizado pelo profeta Isaías que o Messias seria dado por concerto do povo e para luz dos gentios.

- Jesus Cristo seria mediador do novo trato que Deus faria com o seu povo e que Ele seria uma luz para guiar os gentios até Deus.

Jr. 31.31: Eis que dias vêm, diz o Senhor, em que farei um concerto novo com a casa de Israel e com a casa de Judá.

- Este concerto novo foi à Nova Aliança, o Novo Testamento.

- Neste Novo Testamento estava definido o plano da nossa salvação.

- Em que Cristo daria a sua vida em resgate da nossa alma.

- Jesus veio para libertar os oprimidos, curar os enfermos e dar vida com abundância.

V. 7: Para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos, e do cárcere, os que jazem em trevas.

- Estava profetizado à missão do Senhor Jesus na terra, Ele curaria os enfermos, libertaria os presos, sararia os doentes e libertaria aqueles que jazem em trevas.

- Quando Jesus veio a este mundo e cumpriu a sua missão, todas essas coisas aconteceram: vidas foram libertas de espíritos imundos, encarcerados foram soltos, cegos passaram a ver, paralíticos foram curados, leprosos foram limpos, mudos passaram a falar, surdos passaram a ouvir; a virtude do Senhor estava sobre ele para curar.

Conclusão: O Senhor Jesus Cristo continua cumprindo a sua obra na face da terra: Salvando a alma e curando o corpo.

- Jesus continua operando no meio da sua igreja a sua graça.

Is. 59.1: Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar, nem o seu ouvido, agravado, para não poder ouvir.

- As suas mãos se estendem para salvar e para curar.

- Se nesta noite você está preocupado com um problema ou com uma enfermidade.

- Jesus está aqui esta noite para operar a vitória na tua vida.

- Creia Jesus pode resolver o seu problema.

- Tem coisa que só Jesus pode fazer.

- Entrega nesta noite este problema para Jesus e confia nele.

- O Senhor Jesus Cristo operará um milagre nessa causa.

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos