Home
 
 
 
     
  A Importância do Senhor Ser o Nosso Deus 

17/05/2015

 
  Dt. 20.1-4     
 
 

Int.: O povo hebreu viveu no Egito por 430 anos, e os últimos 100 anos, foram de opressão, de escravidão; ao ponto do povo hebreu clamar a Deus por libertação. 

Ex. 2.23: E aconteceu, depois de muitos destes dias, morrendo o rei do Egito, que os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão e clamaram; e o seu clamor subiu a Deus por causa de sua servidão. 

- Deus ouviu o clamor do povo hebreu. 

- Quando há um quebrantamento, um reconhecimento da necessidade de Deus, e uma busca da Sua presença, Deus age. 

Ex. 2.25: E atentou Deus para os filhos de Israel e conheceu-os Deus. 

- Deus viu o quebrantamento do povo, sua humilhação, e sua real dependência dele. 

- A misericórdia de Deus agiu para com o povo hebreu. 

Is. 59.1: Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem o seu ouvido, agravado, para não poder ouvir. 

- Deus está atento ao arrependimento do homem e a busca da sua presença. 

- Os ouvidos de Deus não estão agravados para ouvir quem lhe clamar. 

- Deus levantou Moisés para ser o grande libertador do povo hebreu e liderar o povo pelo deserto até a terra de Canaã. 

- Moisés liderou o povo hebreu pelo deserto durante quarenta anos. 

- Foi uma prova muito dura e difícil, com muitas lutas; mas eles chegaram defronte o rio Jordão. 

- Moisés defronte ao rio Jordão, trouxe a lembrança ao povo hebreu, de toda a lei de Deus. 

- O livro de Deuteronômio significa: “Segunda lei”; pois é a repetição da lei que Deus deu ao povo hebreu. 

- O livro de Deuteronômio mostra as bênçãos da obediência as leis de Deus e a maldição pela desobediência as leis de Deus. 

Dt. 11.26: Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição. 

- Deus dava ao povo hebreu a oportunidade de escolher: De obedecer e ser abençoado, ou desobedecer e ser amaldiçoado. 

- O livro de Deuteronômio é uma coletânea de discursos e cânticos de Moisés que ele dirigiu ao povo de Israel em despedida. 

- Deuteronômio é um livro de recordações. 

- Em Deuteronômio todas as leis de Deus são lembradas. 

 

 I- Quando Decidimos Servir a Deus Coisas Maravilhosas Acontecem. 

- O povo de Israel representa nós, a Igreja do Senhor Jesus Cristo. 

- O Egito representa o mundo. 

V.1: Quando saíres à peleja contra teus inimigos e vires cavalos, e carros, e povo maior em número do que tu, deles não terás temor, pois o Senhor, teu Deus, que te tirou da terra do Egito, está contigo. 

- Olha que palavra profética para nós neste versículo. 

- Se teu inimigo for maior em número do que tu, deles não terás temor. 

I Jo. 4.4: Filhinhos, sois de Deus e já os tendes vencido, porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo. 

- Quando você decidiu servir ao Senhor, você se colocou debaixo das mãos do Todo-Poderoso. 

- Quando você aceitou a Jesus como Salvador, você estabeleceu um compromisso com Deus de servi-lo. 

- E o Senhor estabeleceu um compromisso contigo de pelejar por você. 

- O nosso Deus é Varão de guerra. 

Ex. 15.3: O Senhor é varão de guerra; Senhor é o seu nome. 

- Podemos dizer como o salmista. 

Sl. 118.23: Foi o Senhor que fez isto, e é coisa maravilhosa aos nossos olhos. 

- Não há nenhuma guerra que Deus não possa vencer. 

- O Senhor vence todas as batalhas. 

- Aqui no versículo primeiro diz: “Deles não terás temor”. 

- Deles não terás medo. 

- Nós encontramos na Bíblia, centenas de vezes a frase: “Não temas”. 

- Nós temos a tendência de olhar para a luta, de olhar para o problema e de esquecer que servimos a Deus. 

Is. 43.13: Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; operando eu, quem impedirá? 

- Ninguém pode impedir o trabalhar de Deus. 

- Não temas diante das adversidades. 

- Não temas espanto noturno, nem seta que voa de dia. 

- Não temas as lutas diárias que lhe sobrevém. 

- Não temas as enfermidades que lhe batem a porta. 

- Não temas as humilhações que lhe fazem. 

- Não temas se o desemprego lhe sobreveio. 

- O Senhor peleja por você. 

Ex. 14.14: O Senhor pelejará por vós, e vos calareis. 

- Quando servimos a Deus: A nossa luta passa a ser a luta de Deus, a nossa peleja passa a ser a peleja de Deus, o nosso problema passa a ser o problema de Deus. 

- Deus não abandonou José quando foi lançado no poço pelos seus irmãos. 

- Deus não abandonou Jeremias quando foi lançado num calabouço de lama. 

- Deus não abandonou Daniel quando foi lançado na cova dos leões. 

- Deus não abandonou Pedro quando foi lançado na prisão. 

- Deus não abandonou Paulo quando foi acorrentado e lançado na prisão em Filipos. 

- Deus não desampara os seus filhos. 

Sl. 37.28: Porque o Senhor ama o juízo e não desampara os seus santos; eles são preservados para sempre; mas a descendência dos ímpios será desarraigada. 

- Deus está conosco em todos os momentos. 

A) Teu Deus, que tirou da terra do Egito, está contigo. 

- Olha o que Deus está dizendo: Foi Ele que tirou do Egito, Ele se responsabiliza. 

- Amados, nós vivíamos no mundo; o mundo representa o Egito. 

- Deus nos tirou do Egito, agora nós servimos a Deus. 

- Ele diz: “O Deus que tirou do Egito, está contigo”. 

- Seria estranho aos princípios de Deus: Ele nos tirar do mundo e não estar conosco. 

Jo. 15.19: Porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo. 

- Deus nos tirou do mundo e está conosco nesta jornada em direção ao céu. 

- Em São Mateus 14 Jesus ordenou aos seus discípulos que entrassem no barco e fossem para a outra banda do Mar da Galiléia; quando o barco estava no meio do mar, um vento forte lhes abateu e ondas açoitavam o barco. E na quarta vigília da noite, dirigiu-se Jesus para eles, caminhando por cima do mar. 

- O Jesus que ordenou que atravessassem o Mar da Galiléia não os abandonou. 

- Quando no versículo em Dt. 20.1 diz: “Deus está contigo”. 

- Não é somente na jornada atravessando o deserto. 

- Mas também em todas as situações do dia a dia em que envolvem o servo de Deus. 

- Deus está contigo em sua casa com a sua família. 

- Deus está contigo em seu trabalho durante o dia. 

- Deus está contigo quando você está estudando. 

- Deus está contigo quando você vai ao hospital por causa de uma doença. 

V. 2: E será que, quando vos achegardes à peleja, o sacerdote se adiantará, e falará ao povo. 

V. 3: E dir-lhe-á: Ouve, ó Israel, hoje vos achegais à peleja contra os vossos inimigos; que se não amoleça o vosso coração; não temais, nem tremais, nem vos aterrorizeis diante deles. 

V. 4: Pois o Senhor, vosso Deus, é o que vai convosco, a pelejar contra os vossos inimigos, para salvar-vos. 

- O Senhor não está dizendo que não teriam lutas e batalhas. 

- O Senhor está dizendo para não temer, para não aterrorizar. 

- Porque o Senhor vai com eles para pelejar. 

- Por servirmos a Deus não estamos isentos das lutas e das aflições. 

Jo. 16.33: Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. 

- Jesus venceu o mundo para também nos garantir vitória sobre as aflições. 

- Aqui no V. 4 fala: “Para salvar-vos”. 

- O propósito do Senhor é a nossa salvação. 

Conclusão: 

- Se você deixar o pessimismo tomar conta da sua vida, você será derrotado. 

- Se você deixar o medo te dominar, você será vencido. 

- Nós temos que lembrar que servimos a Deus. 

- Você precisa crer que Deus está com você. 

- Precisamos confiar nas promessas de Deus. 

- O Senhor não abandona os seus filhos. 

- O Senhor atravessa conosco o deserto deste mundo. 

- Em qualquer adversidade que você enfrentar, não amoleça o teu coração, não temas, não tremais; o Senhor enfrenta com você esta adversidade. 

- O Senhor entra nesta adversidade para salvar-vos.


 


 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos