Home
 
 
 
 
 
 
  A Graça e a Verdade

17/04/2016   

 
  Jo. 1.15-18    
 

 

Int.: Deus escolheu um casal de Judá: Zacarias e Isabel, ambos eram justos perante Deus, andando sem repreensão em todos os mandamentos e preceitos do Senhor.

      E não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e ambos eram avançados em idade.

      Zacarias era sacerdote diante de Deus, na ordem da sua turma.

      Deus enviou o seu anjo a Zacarias no templo dizendo: Que sua mulher Isabel daria a luz um filho, e lhe poria o nome de João.

      Deus escolheu um casal idoso, curou Isabel da esterilidade, e o menino que nasceu seria o enviado de Deus, seria o precursor do Senhor Jesus, aquele que prepararia o caminho da vinda do Messias, e seria cheio do Espírito Santo desde o ventre de sua mãe.

Lc. 1.80: E o menino crescia, e se robustecia em espírito. E esteve nos desertos até o dia em que havia de mostrar-se, a Israel.

- João Batista teve uma formação diferente das outras pessoas.

- Ele cresceu e se desenvolveu no deserto.

- Ele se preparava espiritualmente para quando fosse exercer o seu ministério entre os homens.

- Jesus deu testemunho de João Batista dizendo:

Mt. 11.11: Em verdade vos digo que, entre os que de mulher tem nascido, não apareceu alguém maior do que João Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele.

- Jesus enalteceu o ministério de João Batista.

- João Batista se levantou com muita autoridade de Deus, pregando o arrependimento aos homens e anunciando o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

- João Batista se preparou a vida toda para exercer o seu ministério por apenas seis meses.

- Foi preso por Herodes e teve a sua cabeça decepada.

- Mas cumpriu o propósito de Deus aqui na terra.

- Não teve receio de pregar a verdade e a justiça.

- Pregava com autoridade e ousadia de Deus.

- Multidões iam ao deserto da Judéia para ouvi-lo.

Mt. 3.5: Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, e toda a província adjacente ao Jordão.

- Havia em João Batista uma unção de Deus que atraia as pessoas para ouvi-lo.

I- João Batista Testemunhou de Jesus.

- Foi para isso que João Batista veio a esse mundo, essa era a sua missão.

- Ele veio para ser precursor do Senhor Jesus.

V. 15: Ele é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.

- Ele está dizendo aqui: Meu sucessor é meu antecessor.

- Quando João fala que Jesus é primeiro do que ele estava dizendo que Jesus é desde o principio

Jo. 1.2: Ele estava no principio com Deus.

- João Batista era muito consciente da sua missão nessa terra.

- João Batista pregava dizendo: “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus”.

- Despertava a consciência dos homens para o fato de serem pecadores.

- João Batista não tinha a vaidade que seu nome crescesse.

- João Batista dizia: “Importa que ele cresça e que eu diminua”. 

- Quando Jesus veio a João Batista para ele o batizar, João disse: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo”.

- A mensagem de João Batista era direta e impactante.

- João Batista atraiu as pessoas, tanto as que o amaram pela sua mensagem e também as que o odiaram.

II- João Batista Anunciou Que Jesus Trouxe a Graça e a Verdade.

V. 16: E todos nós recebemos também da sua plenitude, e graça sobre graça.

- O que é a plenitude de Deus?

1- É a Natureza Divina Com Todos os Seus Atributos.

2- Esta Plenitude Concentra-se Totalmente na Pessoa de Cristo.

Cl. 2.9: Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade.

3- Esta Plenitude Também Reside Em Nós.

- E aqui no versículo diz: E todos nós recebemos graça sobre graça.

- Quer dizer: Uma graça superabundante.

V. 17: Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.

- João Batista foi o precursor da mais profunda dispensação da graça.

- A lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.

- O que a lei não pode fazer, a graça através de Cristo completou.

- Sim, em Cristo se encontra toda a plenitude de Deus.

1- A Graça Veio Por Jesus Cristo.

- A grande mensagem do Novo Testamento está contida na palavra graça.

- Em Cristo a religião adquire uma nova atmosfera.

- Graça quer dizer aquilo que nos é dado gratuitamente.

- A fonte da graça está em Cristo Jesus.

II Tm. 2.1: Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus.

A) Vejamos Algumas Características Dessa Graça:

1- Essa graça é poderosa, é abundante.

II Co. 9.8: E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda boa obra.

- Deus faz abundar no crente toda a graça.

- Essa graça faz o crente abundar em toda boa obra.

- A graça faz você realizar uma grande obra para Deus.

2- Essa graça é suficiente na vida do crente.

- Essa graça nos basta para seguirmos em frente.

- Quando pensamos que não vamos conseguir, a graça de Deus nos ajuda em nossas fraquezas.

3- Essa graça é maravilhosa em nossa vida.

Ef. 1.6: Para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado.

- Essa graça nos torna agradáveis na presença de Deus e dos homens.

- Essa graça nos perfuma com o aroma celestial.

4- Essa Graça Está ao Alcance de Todos os Homens.

I Tm. 1.14: E a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Jesus Cristo.

V. 15: Esta é uma palavra fiel e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.

- Essa graça está ao alcance de todos os filhos de Deus.

- A mulher samaritana foi alcançada por essa graça.

- A mulher adúltera foi perdoada por essa graça.

- Essa graça salva o homem gratuitamente.

- Essa graça justifica o pecador.

- Essa graça chama e capacita o crente para a obra do Senhor.

- Essa graça dá-nos consolação e boa esperança.

2- A Verdade Veio Por Jesus Cristo.

Jo. 14.6: Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim.

- Jesus é a verdade da salvação.

- Nele aprendemos de onde viemos, por que razão existimos, e para onde estamos indo.

Jo. 8.32: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

- Jesus é a verdade que liberta.

- A palavra verdade no grego é “Alétheia” que sugere uma coisa aberta, descoberta, revelada.

- Jesus é a verdade de Deus revelada.

- A palavra verdade aparece no Novo Testamento cento e dez vezes, mostrando a importância dela para o crente.

- A verdade está ligada a fidelidade, a justiça, ao conhecimento e a revelação.

- Jesus como enviado de Deus foi fiel até a morte e morte de cruz.

- Jesus é a justiça de Deus encarnada.

- Em Jesus está todo o conhecimento.

 I Co. 1.30: Mas vós sois dele, em Jesus Cristo, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção.

- Jesus é a plena revelação de Deus.

- Sabemos bem pouco, mas aquilo que sabemos é imensamente importante.

- A verdade é comprovada nas vidas daqueles que são transformados segundo a imagem de Cristo.

- Mateus que era publicano foi alcançado por essa verdade.

- Nicodemos foi esclarecido por essa verdade.

- Nós somos chamados de cristão porque somos parecidos com Cristo.

- Nós somos transformados pelo poder que há no evangelho de Cristo Jesus.

Rm. 1.16: Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu e também do grego.

Conclusão: Na medida em que o ser humano dá ouvidos para Deus, essa verdade entre em seu coração, e opera uma transformação de glória, que vai trazer frutos para toda eternidade.

      Receba de Deus nessa noite a graça e a verdade que vai te guiar a vida eterna com Deus.

 

 

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos