Home
 
 
 
 
 
 
 

15/05/2018 

                             A Nova Vida Debaixo da Graça                              

Rm. 8.1-14

Int.- Antes de termos aceitado a Jesus como salvador vivíamos uma vida de pecado, sem Deus e sem Jesus; carregávamos um fardo de pecados em nossas costas; estávamos condenados pelos nossos delitos e pecados; nossa vida não tinha sabor, não tinha paz, não tinha alegria, não tinha graça.

Ef. 2.1: E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados.

      Nós alcançamos a salvação em Jesus Cristo, a nova vida, o novo nascimento.

      Fomos vivificados em Cristo Jesus, passamos a viver espiritualmente em Cristo Jesus.

      A vida que outrora vivíamos ficou para trás e passamos a viver a nova vida em Cristo Jesus.

II Co. 5.17: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

      O crente em Cristo Jesus passa a viver uma nova vida; Deus passa uma borracha no nosso passado e tudo começa novo em nossa vida.

      Tudo se faz novo na vida do crente; o crente começa a olhar a vida com outros olhos. Antes ele tinha um olhar de pecador, agora ele tem um olhar de uma nova criatura.

      Para esse novo crente em Cristo Jesus agora, não há mais nenhuma condenação, pois não anda mais segundo a carne, mas segundo o Espírito.

      Tudo aquilo que lhe acusava na consciência, não o acusa mais, porque agora ele está perdoado, é uma nova criatura, tem o Espírito Santo de Deus.

      Esse crente tem agora o Espírito de vida.

V. 2: Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.

      O crente agora está livre do pecado e da morte eterna.

      O crente agora recebeu vida e vida com abundância.

Jo. 10.10: O ladrão não vem senão a roubar, a matar e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.

      Essa vida com abundância inclui: Uma vida saudável, saúde espiritual, alegria no coração, paz de espírito.

      O que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho Jesus pode realizar em nós.

V. 5: Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito.

      O crente que é espiritual vai se inclinar para as coisas de Deus.

      O crente que é carnal vai se inclinar para as coisas da carne.

V. 6: Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.

V. 8: Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.

I- Características da Nova Vida Debaixo da Graça.

1- Para Quem Está Debaixo da Graça Não Há Mais Condenação Alguma.

Mq. 7.19: Tornará a apiedar-se de nós, subjugará as nossas iniquidades, e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar.

- É uma maneira metafórica de dizer, para falar que os nossos pecados foram perdoados e não serão mais lembrados por Deus.

- A consciência do crente está em paz, pois ele está debaixo da graça.

2- O Crente Que Está Debaixo da Graça Recebeu o Espírito de Vida.

- O crente está vivo espiritualmente.

- Antes o crente estava morto para Deus, para as coisas espirituais, agora está vivo.

- Pois quando esse crente aceitou a Jesus recebeu a vida espiritual, o Espírito de Deus passou a habitar no crente.

I Co. 3.16: Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?

- O crente se torna morada do Espírito Santo.

- A presença de Deus passa a habitar no crente.

- O crente vivo espiritualmente está ligado no trono de Deus.

- O crente vivo espiritualmente exala o bom perfume de Cristo através da sua vida.

II Co. 2.15: Porque para Deus somos o bom cheiro de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem.

3- Aquele Que Está Debaixo da Graça Tem Paz no Coração.

- A graça de Deus trás tranquilidade e paz ao coração.

II Ts. 3.16: Ora, o mesmo Senhor da paz vos dê sempre paz de toda maneira. O Senhor seja com todos vós.

- A nova vida em Cristo Jesus nos garante paz no coração.

Jo. 14.27: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.

- A paz que Jesus dá ao coração do crente é diferente da paz do mundo, a paz do mundo é passageira, a paz de Cristo é duradoura e verdadeira.

- A paz de Cristo preenche todo o nosso ser: nossa alma, nossa mente, nosso coração.

- No texto bíblico diz: “Que a inclinação do Espírito é vida e paz”.

- A pessoa que se inclina para o Espírito, recebe vida e paz.

- Seria incoerente o crente servir a Deus e não ter paz no coração.

- A paz no coração é uma das características do fruto do Espírito.

4- Aquele Que Está Debaixo da Graça Tem Amor Por Si Próprio e Amor Pelo Próximo.

- O amor é um dos aspectos do fruto do Espírito.

- O amor é uma manifestação de quem está cheio da graça de Deus.

- Este amor é derramado em nossos corações pelo Espírito Santo.

Rm. 5.5: E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

- Este amor é diferente do amor corriqueiro da humanidade, pois é o amor Ágape, o amor de Deus derramado em nosso coração.

- Com esse amor nós amamos a nós mesmos e amamos ao nosso próximo.

- Esse amor faz toda a diferença em nossas vidas.

- O mundo olha para nós e vê esse amor e não compreende o que se passa em nossa vida.

- Com esse amor nós alcançamos almas para o Reino dos Céus.

Rm. 12.10: Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.

- Um dos termômetros da espiritualidade do crente é o amor que ele tem no coração.

- Quando o crente está bem espiritualmente o amor flui do seu coração espontaneamente.

- Na medida que o crente cresce na graça o amor cresce no seu coração.

- O amor é o cartão postal do crente.

- O crente se diferencia do ímpio pelo amor de Deus que está derramado em seu coração.

I Jo. 4.8: Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é caridade.

- A essência de Deus é amor.

5- Aquele Que Está Debaixo da Graça Tem Alegria Deus no Seu Coração.

- A alegria é uma das características do verdadeiro cristão.

- Jesus veio para nos dar à verdadeira alegria.

Jo. 15.11: Tenho-vos dito isto para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso gozo seja completo.

- A alegria é um dos aspectos do fruto do Espírito.

- O crente aceitou a Jesus como salvador para ser feliz, para ter alegria de Deus no coração.

- A presença de Deus trás alegria ao coração do crente.

Sl. 16.11: Far-me-ás ver a vereda da vida; na tua presença há abundância de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente.

- Quando o crente está na presença de Deus, ele tem alegria e gozo em seu coração.

- O segredo é permanecer na presença de Deus.

- Quando o crente está debaixo da nuvem da graça de Deus, o crente tem alegria no coração.

- Crente, fique debaixo da nuvem.

- O crente precisar servir a Deus com alegria.

- Servir a Deus sem alegria não dá, fica sem sabor, fica desconexo.

Sl. 100.2: Servi ao Senhor com alegria e apresentai-vos a ele com canto.

- Um dos benefícios da vida debaixo da graça é a alegria de Deus no coração.

- A presença de Deus preenche todo o nosso coração, nos dando satisfação e alegria em viver.

- Por isso que é bom servir a Deus e fazer a sua vontade.

- A conversão em Cristo Jesus trás refrigério ao coração do homem.

At. 3.19: Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor.

- Esse refrigério é paz, descanso para alma, alegria ao coração, alivio para a alma.

Conclusão: A Nova Vida Debaixo da Graça só trás beneficio ao crente, trazendo paz, amor, alegria e gozo ao coração do crente.

 

   

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos