Home
 
 
 
 
 
 
 

14/11/2017 

                              A Parábola da Dracma Perdida                             

Lc. 15.8-10

Int.- Jesus foi o maior contador de parábolas do mundo.

      Ele imortalizou seu ensino através de suas parábolas.

      Com a parábola da dracma perdida, a Palavra de Deus nos ensina que começamos a perder o noivo (Jesus) dentro de nossa casa.

      E o que nos faz perdê-lo não são grandes coisas, mas uma soma de pequenas coisas, e tudo isso dentro de casa.

      Nos dias em que esta história foi contada, havia um costume entre os noivos. O noivo dava de presente um colar contendo dez dracmas para a noiva, o que atestava para a sociedade de então que aquela mulher, que deixava à mostra o colar quando transitava pelas ruas, estava comprometida com alguém, havia feito uma aliança com uma pessoa que seria seu futuro marido.

I- O Valor Singular da Perda.

      A dracma era a moeda grega, também utilizada como medida de peso.

- Seu valor era o de um oitavo de uma onça de ouro, ou três gramas e quinhentos e oitenta e seis miligramas.

- Era equivalente a um dia de trabalho.

- A perda da dracma não foi na rua, mas foi dentro de casa.

- A mulher perdeu uma moeda de sua coleção.

- Das dez dracmas, a mulher perdeu uma dracma e a perdeu dentro de casa.

- A dracma que a mulher perdeu tinha muito valor que a deixou desesperada em sua busca.

- A mulher que perdeu a décima dracma não se conformou com a sua perda.

- A mulher tomou todas as medidas para encontrá-la.

- A dracma representa um valor espiritual que se perdeu.

- Qualquer cristão pode sofrer alguma perda em sua trajetória de vida.

II- Lições Importantes da Parábola da Dracma Perdida.

a) O Crente Pode Perder Algo de Valor Dentro da Igreja.

- Muitos cristãos frequentam a igreja e podem por descuido perder a alegria espiritual mesmo estando na igreja.

- Outros podem perder a comunhão com Deus mesmo estando na igreja.

- Muitos crentes mesmo estando na igreja podem se enfraquecer espiritualmente.

- Muitos crentes podem perder o amor de Deus estando na igreja.

- Isso acontece por falta de um compromisso mais sério com Deus.

- Por não levar a sério o tempo que tem de servir a Deus.

- Por falta de buscar a Deus em oração.

- Crentes que se tornam simplesmente religiosos frequentadores de templos.

- Deus está à procura dos verdadeiros adoradores.

Jo. 4.23: Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem.

- A pior coisa para o crente é perder a alegria espiritual dentro da igreja.

b) O Crente Tem Que Fazer Como A Mulher Não se Conformar Com a Perda.

- A mulher poderia ter se conformado com a perda da moeda. Afinal, ela ainda tinha nove delas guardadas em segurança.

- Mas, essa mulher não aceitou passivamente a perda.

- Ela não se conformou com a derrota.

- Ela não desistiu de recuperar a moeda perdida.

- Muitas vezes, nós somos descuidados em guardar os tesouros que temos e quando os perdemos somos vagarosos e até desanimados para procurar o que se perdeu.

- Conformamo-nos facilmente com a derrota como o sacerdote Eli.

- Preferimos desistir do casamento, dos relacionamentos, e até de Deus, do que lutar para recuperar o que se perdeu.

- A mulher não ficou apenas lamentando a perda da dracma, ela tomou medidas urgentes e práticas para encontrá-la.

- Não podemos se conformar com as perdas, mas precisamos lutar para recuperá-las.

Rm. 12.2: E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

- Todo crente deve se empenhar em buscar o que se perdeu.

Os. 10.12: Semeai para vós em justiça, ceifai segundo a misericórdia; lavrai o campo de lavoura; porque é tempo de buscar o Senhor, até que venha e chova a justiça sobre vós.

III- Medidas Que a Mulher Tomou Para Achar a Dracma Perdida.

1- A Mulher Acendeu a Candeia.

- As casas na Palestina não tinham tantas portas e janelas como as de hoje. Era impossível procurar algo perdido sem acender a candeia.

- Se quisermos reencontrar o que perdemos dentro da nossa casa, precisamos de igual forma acender a candeia.

- Não de podia procurar algo perdido sem primeiro iluminar a casa e foi o que ela fez.

- Se quisermos encontrar o que se perdeu, precisamos também da luz: a luz da Palavra de Deus.

- A candeia é um símbolo da Palavra de Deus.

- Precisamos iluminar nossas mentes, nossos corações e nossos relacionamentos pela luz da Palavra se de fato queremos encontrar esses tesouros perdidos dentro da nossa casa.

Sl. 119.105: Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho.

- A Palavra de Deus perscruta no profundo o nosso coração, revelando nossas faltas.

Hb. 4.12: Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do corações.

- A Palavra de Deus ilumina a mente do crente para mostrar os seus erros e pecados.

- A Palavra de Deus desperta o crente que está adormecido.

- A Palavra de Deus levanta o crente caído.

- A Palavra de Deus renova o crente que está desanimado. Sl. 119.25

2- A Mulher Varreu a Casa.

- A mulher teve coragem de mexer e remover do lugar muita coisa.

- Ela teve iniciativa e esforço.

- Ela enfrentou o desconforto da desinstalação.

- Ela levantou muita poeira ao varrer cada canto da casa à procura do seu tesouro perdido.

- Se quisermos a restituição do que perdemos precisamos procurar diligentemente.

- Não podemos ser omissos nem acomodados.

- Não podemos ter medo de mexer em algumas coisas já sedimentadas.

- Não podemos ter medo do desconforto.

- Há muitos que desistem de procurar o que se perdeu em sua vida, em seu casamento, em sua família.

- A vassoura simboliza a santificação. (I Pe. 1.15,16)

- A janela aberta para o mundo permite a entrada de sujeira, mundanismo.

- A moeda pode estar escondida debaixo da sujeira.

- É necessário a varrição.

- A limpeza da casa é a santificação para acharmos o que se perdeu em casa.

- Quando o crente concerta o altar, Deus traz a Sua glória novamente ao coração do crente.

Js. 3.5: Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós.

3- A Mulher Buscou Diligentemente Até Achar.

- A mulher fez uma procura meticulosa.

- Segundo, sua procura foi perseverante.

- Ela vasculhou casa canto da casa e removeu tudo, pois estava determinada a encontrar a dracma perdida.

- Houve diligência e perseverança por parte da mulher.

- É desta maneira que devemos buscar aquilo que perdemos.

- Só iremos encontrar se buscarmos perseverantemente. (Lc. 21.19)

- Muitos procuram um pouco e logo param e desistem de procurar.

- É necessário decisão, dedicação, conserto do altar.

- Procurar com vontade de achar.

- O Senhor nos ajuda a encontrar.

- O crente precisa ser perseverante.

- Tem que ser uma procura com empenho até encontrar.

Conclusão: A mulher quando achou a dracma perdida convocou as amigas e vizinhas e fez uma festa para se alegrar. Ela reuniu suas amigas e vizinhas para comemorar o fruto do seu labor. Devemos de igual modo se alegrar com os amigos pelos valores resgatados.

      É tempo de acendermos a candeia e pegarmos a vassoura. É tempo de procurarmos diligentemente aquilo que perdemos. É tempo de celebrarmos com os nossos irmãos as vitórias que vêm de Deus e a restituição das bênçãos de outrora!

 

 

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos