Home
 
 
 
 
 
 
  A Queda de Uma Nação Por Falta de Temor ao Senhor

11/10/2016   

 
  II Rs. 17.24-41    
 

 

Int.- A nação de Israel teve 21 reis em sua história, começando com o rei Saul e terminando com o rei Oséias, e teve o seu apogeu no reinado do rei Davi. Deus havia falado a Moisés quanto a desobediência do povo e suas consequências, quando entrasse na terra de Canaã.

Dt. 28.15: Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do Senhor, teu Deus, para não cuidares em fazer todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então sobre ti virão todas estas maldições e te alcançarão.

V. 25: O Senhor te fará cair diante dos teus inimigos; por um caminho sairás contra eles, e por sete caminhos fugirás diante deles, e serás espalhado por todos os reinos da terra.

- Esta era a advertência que Deus havia dado ao povo de Israel.

- Se o povo deixasse de fazer todos os seus mandamentos e os seus estatutos e deixassem de temer a Deus.

- As dez tribos do norte, a nação de Israel deixou de temer a Deus.

- A Bíblia fala que os reis de Israel fizeram o que parecia mal aos olhos do Senhor.

- Deixaram de servir ao Senhor e fizeram deuses para si, abraçaram a idolatria, aquilo que Deus abominava.

II Rs. 17.10: E levantaram estátuas e imagens do bosque, em todos os altos outeiros e debaixo de todas as árvores verdes.

V. 11: E queimaram ali incenso em todos os altos, como as nações que o Senhor transportara de diante deles; e fizeram coisas ruins, para provocarem à ira o Senhor.

V. 13: E serviram os ídolos, dos quais o Senhor protestou a Israel e a Judá, pelo ministério de todos os profetas e de todos os videntes, dizendo: Convertei-vos de vossos maus caminhos e guardai os meus mandamentos e os meus estatutos, conforme toda a lei que ordenei a vossos pais e que eu vos enviei pelo ministério de meus servos, os profetas.

V. 14: Porém não deram ouvidos; antes, endureceram a sua cerviz, como a cerviz de seus pais, que não creram no Senhor, seu Deus.

V. 18: Pelo que o Senhor muito se indignou contra Israel e os tirou de diante da sua face; nada mais ficou, senão a tribo de Judá.

- Deus é fiel para cumprir aquilo que Ele diz.

I- As Consequências da Falta de Temor Para Israel.

Gl. 6.7: Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo que o homem semear, isso também ceifará.

- A falta do temor do Senhor para Israel levou a sua destruição.

- Deus rejeitou a toda semente de Israel, e os oprimiu, e os entregou nas mãos dos despojadores, até que os tirou de diante da sua presença.

II Rs. 17.23: Até que o Senhor tirou a Israel de diante da sua presença, como falara pelo ministério de todos os seus servos, os profetas; assim, foi Israel transportado da sua terra à Assíria, até o dia de hoje.

- A pior desgraça aconteceu com Israel: Foi levado para o cativeiro na Assíria.

- Perderam a sua terra, perderam a sua nação, perderam o seu tesouro peculiar.

- Israel caiu em pior desgraça por perder o temor de Deus.

- Perdeu a presença de Deus; perdeu a sua riqueza; perdeu a sua liberdade e perdeu a sua nação.

- Quando o crente perde o temor de Deus, ele começa a perder tudo na vida.

Pv. 9.10: O temor do Senhor é o principio da sabedoria, e a ciência do Santo, a prudência.

- O rei da Assíria trouxe gente de Babel, e de varias cidades e fez habitar nas cidades de Samaria, em lugar dos filhos de Israel; e tomaram a Samaria em herança e habitaram nas suas cidades.

V. 25: E sucedeu que, no principio da sua habitação ali, não temeram ao Senhor; e mandou o Senhor entre eles leões, que mataram a alguns deles.

- Os estrangeiros que invadiram a terra e que não temiam a Deus sentiram o peso da mão do Senhor.

- Mandou o Senhor leões entre eles, que mataram a alguns deles.

- O povo estrangeiro reconheceu que havia algo errado em relação ao costume do Deus daquela terra.

- Coisa que os próprios israelitas não reconheceram quando estavam habitando lá.

V. 26: Pelo que falaram ao rei da Assíria, dizendo: A gente que transportaste e fizeste habitar nas cidades de Samaria não sabe o costume do Deus da terra; pelo que mandou leões entre ela, e eis que a matam, porquanto não sabe o culto do Deus da terra.

- O que o rei ímpio da Assíria fez ao saber disso?

V. 27: Então o rei da Assíria mandou dizer: Levai ali um dos sacerdotes que transportastes de lá; que ele vá, e habite lá, e lhes ensine o costume do Deus da terra.

V. 28: Veio, pois, um dos sacerdotes que transportaram de Samaria, e habitou em Betel, e lhes ensinou como deviam temer ao Senhor.

- Um rei ímpio mandou um sacerdote do Senhor, voltar a Israel e ensinar o povo da terra de Israel a temer ao Senhor.

- Quando assim fizeram os leões sumiram e não teve mais nenhuma morte na terra.

- O temor do Senhor trouxe vida para aqueles habitantes de Israel.

Pv. 14.27: O temor do Senhor é uma fonte de vida para preservar dos laços da morte.

- Aquele que teme a Deus alcança uma fonte de vida.

- Quantos acabam perdendo a fonte da vida por perderem o temor de Deus.

- Perdem a alegria de viver; perdem a paz que um dia tinham; perdem a confiança na vida.

- Quando a pessoa perde o temor de Deus os laços da morte o vão cercar.

- Quando a pessoa perde o temor de Deus a velha natureza vai o dominar e vai o subjugar.

Pv. 14.26: No temor do Senhor há firme confiança, e ele será um refúgio para seus filhos.

- No temor do Senhor o crente tem plena confiança na vitória.

II- A Benção do Temor do Senhor Para o Crente.

- Quando o crente entende o temor do Senhor ele descobre um tesouro.

Pv. 2.3-5: E, se clamares por entendimento, e por inteligência alçares a tua voz.

      E como prata a buscares e como a tesouros escondidos a procurares.

      Então, entenderás o temor do Senhor e acharás o conhecimento de Deus.

- Quando o crente entende o temor do Senhor ele se desvia do mal.

- Quando o crente entende o temor do Senhor ele policia os seus lábios, os seus pensamentos, os seus olhos, as suas ações.

- O temor do Senhor faz o crente andar com cuidado.

Pv. 8.13: O temor do Senhor é aborrecer o mal; a soberba, e a arrogância, e o mau caminho, e a boca perversa aborreço.

- Quem teme ao Senhor deve aborrecer o mal.

- Quem teme ao Senhor deve aborrecer a soberba, a arrogância, o mau caminho.

- Quem teme ao Senhor deve aborrecer aquele que tem a boca perversa.

Pv. 10.27: O temor do Senhor aumenta os dias, mas os anos dos ímpios serão abreviados.

- Quem teme ao Senhor tem uma vida mais longa.

- Quem teme ao Senhor tem uma vida de tranquilidade e de paz.

Pv. 19.23: O temor do Senhor encaminha para a vida; aquele que o tem ficará satisfeito, e não o visitará mal nenhum.

- Que promessa gloriosa de Deus para aquele que tem o temor do Senhor.

- Aquele que tem o temor do Senhor é encaminhado para a vida, vida com Deus, vida espiritual, vida com abundância.

- Ficará satisfeito, sentirá completo, realizado; e não o visitará mal nenhum.

- Vale a pena ter o temor do Senhor em nossa vida.

- O temor do Senhor é fundamental para a nossa felicidade.

Pv. 28.14: Bem-aventurado o homem que continuamente teme; mas o que endurece o seu coração virá a cair no mal.

- Aqui está dizendo muito feliz é o homem que continuamente teme ao Senhor.

- Não podemos temer ao Senhor apenas por um determinado tempo.

- Mas para sermos bem-aventurados temos que temer ao Senhor continuamente.

- Porque se endurecermos o coração viremos a cair no mal.

- Tem crente que endureceu o coração, mudou de pensamento, deixou de temer ao Senhor e caiu no mal.

Ec. 8.12: Ainda que o pecador faça mal cem vezes, e os dias se lhe prolonguem, eu sei com certeza que bem sucede aos que temem a Deus, aos que temerem diante dele.

Conclusão: O pecador pode se dar bem em muitas coisas, mas para aqueles que temem ao Senhor, Deus tem promessa, que vai tudo suceder bem em sua vida.

 

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos