Home
 
 
   

Vencendo o Desânimo na Vida

11/06/2013

Mt. 9.1-7  

                                                                             

Int.- Este mesmo milagre também está relatado no Evangelho de São Marcos capítulo dois e Lucas capítulo cinco, relatando alguns detalhes a mais deste milagre.

      O paralítico que residia na cidade de Cafarnaum estava muito doente. De fato, ele estava enfermo no espírito, na alma e no corpo.

      O fato interessante neste caso, é que o Senhor Jesus curou totalmente nas três dimensões de que é formado o ser humano: Corpo, alma e espírito.

      Observe porém, que a pior doença, a mais mortífera que estava matando o paralítico era a do desânimo. Foi esta enfermidade na alma que o Senhor primeiramente tratou. Antes de perdoar-lhe os pecados, antes de curá-lo da paralisia física.

V.2: E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, tem bom ânimo; perdoados te são os teus pecados.

- Foi muito difícil o paralítico chegar diante de Jesus.

- Quatro homens foram busca-lo.

- Fizeram um grande esforço.

- O espírito de enfermidade do desânimo tinha todo o controle daquela vida.

- Olha o que Jesus fez: Primeiro curou a sua alma, sarou o espírito e restaurou a saúde do corpo.

- Este paralítico levantou-se, tomou a sua cama e foi para a sua casa.

- Jesus tratou este paralítico nas três dimensões que ele precisava ser tratado.

      O desânimo pode manifestar-se na vida de qualquer cristão e até dos obreiros. Alguns o chamam de cansaço da alma, e de espírito abatido.

- Todos nós em algum momento já tivemos o espírito abatido.

I- Características do Desânimo.

      O desânimo é caracterizado por um profundo abatimento que domina o ser de uma pessoa. Ele começa exatamente na alma, no mais profundo provocando desalento, imobilismo e inércia.

Jó 3.20: Por que se dá luz ao miserável, e vida aos amargurados de ânimo.

- Diante de todas as suas perdas, Jó sentiu o desânimo em sua vida.

Sl. 32.4: Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio.

- O pecado na vida de Davi tinha lhe tirado o ânimo.

Sl. 42.6: Ó meu Deus, dentro de mim a minha alma está abatida; portanto, lembro-me de ti deste a terra do Jordão, e de o Hermom, e desde o pequeno monte.

- O salmista aqui sentia o desânimo e o abatimento de sua alma.

      O desânimo manifesta-se pela falta de coragem, e desejo de agir, de fazer o que precisa ser feito.

- Desânimo é a falta de ação.

- A pessoa deixa de praticar a ação, e aos poucos, vai se entregando ao abatimento.

A) O que pode causar o desânimo?

1- Frustração de metas não alcançadas.

2- Enfermidades recorrentes no corpo.

3- Frustração na vida amorosa.

4- Pecados não confessados e não perdoados.

5- Lutas excessivas que vem sobre a vida.

6- Falta de exercitar-se na Palavra de Deus.

7- Ataque de Satanás a nossa alma.

B) Algumas verdades sobre o desânimo.

1- O desânimo rouba a alegria de viver.

Pv. 17.22: O coração alegre serve de bom remédio, mas o espírito abatido virá a secar os ossos.

2- O desânimo elimina as boas motivações.

3- O desânimo apaga a luz do entusiasmo.

4- O desânimo fez desaparecer o sorriso.

Sl. 61.2: Desde o fim da terra clamo a ti, por estar abatido o meu coração.

      Leva-me para a rocha que é mais alta do que eu.

5- O desânimo adoece e debilita a alma.

6- O desânimo afeta a saúde física.

II- A Cura de Deus Para o Desânimo.

1-Tenha a Certeza da Presença de Deus em Sua Vida.

Sl. 39.7: Agora, pois, Senhor, que espero eu? A minha esperança está em ti.

- Essa presença de Deus nos trás esperança.

Is. 41.10: Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te esforço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.

- Deus tem compromisso de operar na vida de quem tem compromisso com Ele.

Êx. 33.14: Disse, pois: Irá a minha presença contigo para te fazer descansar.

- A certeza da presença de Deus em nossa vida nos trás animo e esperança.

2- Tenha Confiança na Palavra de Deus.

II Tm. 1.7: Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.

- Deus lhe deu um espírito de fortaleza.

Sl. 119.28: A minha alma consome-se de tristeza; fortalece-me segundo a tua palavra.

- A Palavra de Deus nos vivifica.

- A Palavra de Deus nos renova.

- A Palavra de Deus fortalece a nossa fé.

Sl. 119.50: Isto é a minha consolação na minha angustia, porque a tua palavra me vivificou.

3- Busque a Deus em Oração.

- A oração é o canal de nossa comunicação com Deus.

- A oração espanta a tristeza, o desânimo, a angustia.

Tg. 5.13: Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores.

- Quando estamos desanimados é difícil orar, mas temos que nos agarrar a essa arma com todas as nossas forças.

- A oração arrebenta as muralhas do desânimo.

- Na oração alcançamos graça para superarmos o desânimo.

- Se você está sem força de orar, peça para alguém de oração para orar com você.

Rm. 15.30: E rogo-vos, irmãos, por nosso Senhor Jesus Cristo e pelo amor do Espírito, que combatais comigo nas vossas orações por mim a Deus.

- Paulo pedia a ajuda dos irmãos na oração por ele.

- Aqui Paulo fala: Que combatais comigo nas vossas orações.

4- Tenha Fé no Poder Vivificador de Deus Para a Sua Vida.

Is. 57.15: Porque assim diz o Alto e Sublime, que habita na eternidade e cujo nome é Santo: Em um alto e santo lugar habito e também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e para vivificar o coração dos contritos.

- Tem situação em nossa vida que só o poder de Deus é capaz de mudar.

- Quantas vezes entramos num culto abatido, e a presença de Deus nos toca, e saímos animados e transformados.

- Tem abatimento em nossa vida que só Deus pode mudar.

Is. 10.27: E acontecerá, naquele dia, que a sua carga será tirada do teu ombro, e o seu jugo, do teu pescoço; e o jugo será despedaçado por causa da unção.

- Amado, nunca duvide da unção de Deus.

- Tem jugo, que só a unção de Deus é capaz de quebrar.

- Precisamos crer mais no poder de Deus.

- Precisamos crer mais nas maravilhas de Deus.

- Deus se agrada quando cremos no Seu poder e não duvidamos.

- O profeta Elias se animou quando ouviu a voz suave de Deus, estando na caverna.

- Paulo e Silas glorificaram a Deus, quando aconteceu o terremoto na prisão em Filipos, e suas cadeias foram soltas.

- Paulo foi renovado, quando o Senhor disse a ele, a minha graça te basta, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.

 

Conclusão: Desânimo e abatimento qualquer um de nós pode sofrer; nós só não podemos se entregar, achando que não tem mais jeito. É necessário confiar na graça de Deus para tirar-nos do abatimento. Em vez de tomar antidepressivo, devemos buscar o caminho da oração e confiança em Deus, que tudo pode fazer por nós.

 

 
 

  Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens