Home
 
 
 
 
 
 
 

10/12/2016

A Importância da Autoridade Espiritual                      

Nm. 12.1-15

Int.: O povo hebreu habitou no Egito por 430 anos, os últimos anos foram de sofrimento e de opressão. O povo então clamou ao Senhor por libertação, e Deus ouviu o clamor do seu povo e preparou um libertador.

      Deus levantou Moisés para ser o guia do povo hebreu nos quarentas anos de travessia pelo deserto. Deus deu a Moisés o treinamento necessário, enquanto ele estava na casa de seu sogro em Midiã; Deus deu a ele a unção da autoridade para apascentar tão numeroso povo.

      Outrora Moisés era iracundo, agora era o homem mais manso da terra, Deus havia trabalhado o seu temperamento.

      Deus chama e prepara aquele que Ele vai usar na sua obra.

Ef. 4.11: E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores.

      Não somos nós que escolhemos, mas é o Senhor quem escolhe a quem Ele quer usar.

      Da mesma maneira aconteceu com Moisés, ele não sabia e não havia escolhido ser o guia do povo hebreu pelo deserto.

      Nos seus primeiros quarentas anos, ele foi educado e formado para ser o sucessor no trono do Egito. Dos quarenta aos oitenta anos apascentando as ovelhas do seu sogro Jetro no deserto, ele foi treinado por Deus para guiar o povo hebreu pelo deserto.

      Deus molda aquele que Ele vai usar na Sua obra.

      Morando em Midiã no deserto para onde Moisés fugiu quando Faraó o queria matar, ele foi trabalhar para Jetro, que era sacerdote de Midiã. Moisés morando em Midiã casou com Zípora filha de Jetro, e teve dois filhos: Elieser e Gérson.

I- A Sedição de Miriã e Arão.

- Miriã e Arão eram irmã e irmão de Moisés.

- Por causa da mulher cuchita esposa de Moisés falaram contra ele.

- A mulher de Moisés era africana, de Midiã.

- Aos olhos de Miriã e Arão e da tradição hebreia não estava correto um hebreu ter uma esposa africana.

- E ainda questionaram a autoridade espiritual de Moisés.

V. 2: E disseram: Porventura falou o Senhor somente por Moisés? Não falou também por nós? E o Senhor o ouviu.

- Deus não aceita falar contra aquele que Ele chama.

- Se houvesse problema no casamento de Moisés aos olhos de Deus, Ele não o teria chamado para aquela importante missão.

- Moisés estava morando no deserto em Midiã, e lá morou por quarenta anos, não havia nenhuma hebreia por lá, Deus levou isso em consideração.

- Quando Miriã e Arão falaram contra Moisés, Moisés não respondeu e não se defendeu perante eles.

V. 3: E era o varão Moisés mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra.

- Deus chamou Moisés, Miriã e Arão a porta da tenda e disse: Com os profetas eu falo por visão e sonhos, mas com Moisés eu falo boca a boca com ele, pois ele é fiel em toda a minha casa.

- Até este momento a nuvem de Deus estava sobre a porta da tenda.

V. 10: E a nuvem se desviou de sobre a tenda; e eis que Miriã era leprosa como a neve; e olhou Arão para Miriã, e eis que era leprosa.

- A rebelião contra a autoridade espiritual causou essa lepra.

- A própria irmã de Moisés que havia dançado depois de passar o Mar Vermelho agora estava leprosa.

- Isso mostra que o crente que está na benção, se descuidar, pode perder a benção e cair na maldição.

I Co. 10.12: Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia.

- Miriã que antes era só alegria agora estava sendo disciplinada por Deus.

- Deus não aceita alguém se levantar contra os seus ungidos.

- Aqui diz que a nuvem se desviou de sobre a tenda.

- Quando a nuvem de Deus sai de sobre nós estamos em perigo.

- Não saia de debaixo da nuvem.

- Estar debaixo da nuvem, é estar debaixo da autoridade espiritual.

- Quando Miriã ficou leprosa, Moisés teve que orar por ela.

V. 13: Clamou, pois, Moisés ao Senhor, dizendo: Ó Deus, rogo-te que a cures.

- E Deus mandou que Miriã ficasse fora do arraial sete dias, para cumprir o tempo de purificação e de vergonha.

- O alivio nesse caso é que ainda houve perdão e restauração para Miriã.

- Mas em muitos outros casos a pena de Deus foi de morte para o infrator.

II- Deus Estabeleceu Pastores Para a Sua Igreja.

- A Igreja foi planejada por Deus desde a fundação do mundo.

- Estabelecida pelo Senhor Jesus Cristo.

- E inaugurada pelo Espírito Santo no dia de Pentecoste.

- E Deus levantou pastores para apascentarem a Sua Igreja até o dia do arrebatamento.

- Deus unge e capacita pastores para apascentarem a Sua Igreja com unção e poder.

- Esses pastores nos os chamamos de anjo da igreja, ungidos de Deus, autoridade espiritual.

- Deus chamou esses pastores de diversas igrejas e diversas denominações e deu a eles a unção para pastorearem.

- Uns tem unção para dirigirem grandes igrejas e um grande povo.

- Outros têm unção para dirigirem pequenas igrejas e um pequeno povo.

- Mas todos têm uma chamada de Deus e uma unção de Deus sobre si.

- O papel dos membros é respeitarem a unção de Deus que está sobre a autoridade espiritual.

- Nenhum crente em hipótese nenhuma deve se meter a falar, criticar sobre qualquer ministério ou pastor.

- Porque estará falando de um ungido do Senhor.

I Sm. 26.9: Porque quem estendeu a sua mão contra o ungido do Senhor e ficou inocente?

- Tem muito crente falando mal de ministérios.

- Falando mal de igrejas, de denominações, de pastores.

- Que determinada igreja tem muito dinheiro, ou isso, ou aquilo.

-Você nunca me ouviu falando nem no microfone e nem em particular, de igreja nenhuma, e de pastor nenhum.

- Eu respeito todos aqueles que têm uma unção sobre a sua vida.

- Ai você me diz: Mas pastor, tem coisa que eu não concordo, tal pastor está fazendo coisa errada, está indo contra a Palavra de Deus.

- Aí eu te respondo cada um dará conta de si mesmo a Deus.

- Com ungido de Deus quem trata é só Deus.

- Se ele errar fique tranquilo que de Deus ele não escapa.

I Cr. 16.22: Não toqueis os meus ungidos, e aos meus profetas não façais mal.

- Tem crente sendo tratado por Deus porque pecou contra autoridade espiritual.

- Quando o crente peca contra a autoridade espiritual, a primeira coisa que acontece, a nuvem sai de sobre a sua vida e de sobre a sua casa.

- As coisas começam a dar errado, as portas se fecham, e a praga chega a sua casa.

- Todo crente que é critico e fala mal da autoridade espiritual, na maioria das vezes, não são dizimistas e nem contribuintes na casa de Deus.

- Um conselho bíblico que eu dou aos demais crentes, saia de perto de quem fala mal de igrejas e de pastores, para você não cair no mesmo buraco da praga enviada por Deus.

- Na rebelião de Corá, Datã e Abirão contra Moisés o Senhor falou dizendo.

Nm. 16.24: Fala a toda esta congregação, dizendo: Levantai-vos do redor da habitação de Corá, Datã e Abirão.

Nm. 16.32: E a terra abriu a sua boca, e os tragou com as suas casas, como também a todos os homens que pertenciam a Corá, e a toda a sua fazenda.

- Deus mandou todos os demais da congregação saírem de perto para não serem punidos juntos.

- Se você se associa com aquele que peca, você é punido junto.

- Pode perceber, todo critico e falador mal de igrejas e de pastor, sua vida não vai bem; e falo sem medo de errar: não vai bem espiritualmente e não vai bem materialmente.

- Se porventura você não sabia dessas coisas, desses princípios de Deus, se corrija, que Deus te perdoa, e tua vida vai ter uma guinada para melhor.

- O Pastor americano Mike Murdock diz: A unção que você respeita é a unção que vai crescer na sua vida.

- Esteja debaixo da nuvem de Deus.

- Esteja sempre respeitando a unção de Deus na vida do pastor.

- Respeite as igrejas.

- Não fale mal de nenhum obreiro ou pastor e de nenhuma igreja e não deixe que falem mal de pastor e de igrejas para você.

- Se afaste de quem fala mal e é critico.

- Se afaste de quem está fora de debaixo da nuvem.

- Ame a sua igreja e ame o seu pastor.

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos