Home
 
 
 
 
 
 
  A Ceia do Senhor e Sua Celebração

08/10/2016   

 
  Mt. 26.17-30    
 

 

Int.: Jesus se reuniu no primeiro dia da festa dos pães asmos com os seus discípulos, para comer a páscoa. Jesus, o verdadeiro cordeiro pascal, deveria ser logo sacrificado. Agora o Senhor Jesus instituiu uma nova e muito mais significativa ceia. Naquela noite terminou a dispensação da lei e iniciou a dispensação da graça. Vejamos brevemente essa singular celebração.

      A festa da páscoa passou. Judas aceitou a parte que o Senhor lhe tinha dado e retirou-se. O Senhor ficou sozinho com os onze. Então tomou o pão, tomou o vinho e explicou-lhes estes símbolos.

      Sem palavras, esta ceia apresenta as mais preciosas verdades: A salvação consumada e o perdão dos pecados.

I- O Que é a Santa Ceia?

1- É Uma Festa de Redenção.

Ef. 1.7: Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça.

- A redenção do crente inclui o resgate que nos livra do pecado, conforme o termo grego por detrás dessa tradução pode significar; mas também fala da totalidade de nossa salvação em Cristo, incluindo todos os seus aspectos. Esse é o grande tema do evangelho. Envolve os seguintes aspectos:

a) A conversão e a regeneração inicial.

b) A justificação.

c) A participação na retidão de Cristo mediante a santificação.

d) E inclui igualmente a glorificação final.

Rm. 3.24: Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.

- Quem nos deu a redenção foi Jesus Cristo.

- Quem nos redime é Jesus.

- Jesus pagou o preço pela nossa redenção.

- Quando tomamos a Santa Ceia comemoramos a nossa redenção.

2- É Uma Festa Em Memória de Jesus.

Lc. 22.19: E, tomando o pão e havendo dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim.

- Como Israel festejou a sua libertação do Egito, assim festejamos também nossa libertação do pecado.

- A ceia é em memória do Seu sofrimento e da Sua morte.

- Na Santa Ceia nos lembramos do sacrifício vicário que Cristo fez por nós.

- A Santa Ceia é uma festa para lembrar-nos do que Jesus fez.

- Jesus suou gotas de sangue pela pressão dos nossos pecados sobre Ele.

- Jesus foi cuspido e esbofeteado por anunciar a mensagem da salvação.

- Jesus foi coroado com a coroa de espinhos por ser chamado de o rei dos judeus.

- Jesus carregou a sua cruz até ao Gólgota por mim e por você.

- Jesus suportou os cravos em suas mãos e nos seus pés por nos amar.

Is. 53.5: Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

- Tudo isto Jesus fez para que tomemos a ceia em memória dele.

Is. 53.7: Ele foi oprimido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro, foi levado ao matadouro e, como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a sua boca.

- O crente toma a Santa Ceia lembrando o que Jesus fez por nós.

3- A Santa Ceia é Um Testemunho de Fé dos Participantes.

- O crente participando da Santa Ceia está dando seu testemunho de fé em Jesus Cristo.

- A nossa fé está baseada em Jesus Cristo e é nele que devemos estar firmado.

- A cada Santa Ceia que participamos damos o nosso testemunho da nossa fé.

- A nossa fé em Cristo não pode ser uma fé vacilante, mas precisa ser uma fé firme e forte.

- Os discípulos creram no Senhor e o seguiram. Assim como nenhum incircunciso podia participar da festa da páscoa, também esta ceia é só para aqueles que experimentaram a redenção pelo sangue de Jesus.

Êx. 12.48: Porém, se algum estrangeiro se hospedar contigo e quiser celebrar a páscoa ao Senhor, seja-lhe circuncidado todo macho, e então chegará a celebrá-la, e será como o natural da terra; mas nenhum incircunciso comerá dela.

- Assim como nenhum que fosse incircunciso podia celebrar a páscoa, da mesma maneira, nenhum que não é lavado pelo sangue de Jesus e não professa o seu nome, deve participar da Santa Ceia.

- A Santa Ceia é Sagrada.

- A Santa Ceia é para um povo especial, zeloso e de boas obras.

4- A Santa Ceia é Uma Ceia de Comunhão Mútua.

- Em Israel nenhum membro do povo podia faltar.

Nm. 9.13: Porém, quando um homem for limpo, e não estiver de caminho, e deixar de celebrar a páscoa, tal alma dos seus povos será extirpada; porquanto não ofereceu a oferta do Senhor a seu tempo determinado tal homem levará o seu pecado.

- Nenhum homem podia faltar na celebração da páscoa.

- Era uma ordem dada por Deus para todo Israel.

- Isto também mostra que somente membros do corpo de Cristo podem tomar parte na ceia.

V. 27: E, tomando o cálice e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos.

- A Santa Ceia é para todos aqueles que são lavados e remidos pelo sangue do cordeiro.

- Na Santa Ceia nós compartilhamos da comunhão com o nosso irmão.

I Co. 10.16,17: Porventura o cálice de bênção, que abençoamos, não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é, porventura, a comunhão do corpo de Cristo?

      Porque nós, sendo muitos, somos um só pão e um só corpo; porque todos participamos do mesmo pão.

5- A Santa Ceia é Uma Ceia de Adoração.

Hb. 13.15: Portanto, ofereçamos sempre, por ele, a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome.

- Quando o crente participa da Santa Ceia ele está adorando a Deus.

- Esta adoração é feita em corpo, alma e em espírito.

- Esta adoração é feita em sacrifício vivo e santo que agrada a Deus.

Rm. 12.1: Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

- Adoramos a Deus em espírito e em verdade na Santa Ceia.

6- A Santa Ceia é Uma Ceia de Esperança.

- Devemos anunciar Sua morte até que Ele venha.

I Co. 11.26: Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha.

- Toda vez que a igreja participa da Santa Ceia, anuncia a morte do Senhor Jesus.

- Na Santa Ceia anunciamos com esperança a volta de Jesus.

- Olhando para trás vemos Seu grande sacrifício e à frente reconhecemos o que seremos através deste sacrifício.

- A redenção do corpo é a conclusão de Sua grande obra de redenção.

- A cada Santa Ceia que tomamos esperamos a volta do Senhor Jesus.

7- O Maravilhoso Final.

- O caminho do Senhor foi do jardim do Getsêmani até à cruz.

- Eles cantaram um hino de louvor, o Salmo 118.
 

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos