Home
 
 
 
 
 
 
 

                08/07/18

A Cura do Coxo da Porta Formosa do Templo

At. 3.1-10

Int.: O capítulo três de Atos dos Apóstolos, conta a história da cura de um coxo que se punha todos os dias na porta do templo, chamada Formosa, para pedir esmolas aos que entravam.

      A Bíblia fala que esse homem era coxo desde o ventre de sua mãe; ele nasceu paralítico, sem poder andar.

      Desde a sua infância ele teve que aprender a se virar para conseguir as coisas; se hoje a vida é difícil, imagina a dois mil anos atrás, tudo era muito mais difícil.

      Ele foi crescendo sendo coxo sem poder andar e se locomover.

      E desde a sua infância ele aprendeu a pedir esmolas para poder se sustentar; avaliamos que seus pais eram bem pobres.

      E desde a sua infância arrumaram um ponto estratégico para ele pedir esmolas, a porta do templo chamada Formosa.

      Quem vinha ao templo, vinha para adorar a Deus, e vinha com coração solidário, com um coração quebrantado.

      Ficar na porta do templo chamada Formosa pedindo esmolas, dava mais resultado, do que ficar em outro lugar da cidade.

      Todos os dias aquele homem era trazido até a porta do templo para ficar pedindo esmolas, e no final do dia vinham buscá-lo.

      Isso se passou por muitos anos, ao ponto desse homem ter agora mais de quarenta anos.

At. 4.22: Pois tinha mais de quarenta anos o homem em quem se operara aquele milagre de saúde.

      Praticamente aquele homem coxo passou toda a sua juventude na porta do templo pedindo esmolas.

      Ao ponto de toda cidade conhecer esse homem. Todos na cidade em algum momento já tinham passado por ele, e tinham se condoído do seu estado e lhe tinham dado uma esmola.

      Esse homem era sofrido, esse homem carregava no seu corpo cicatrizes da vida sofrida que levava.

      Esse homem não tinha perspectiva de um futuro promissor.

      Esse homem não tinha esperança de sair dessa situação de enfermidade e de miséria.

      A pior coisa para o ser humano é não ter esperança.

Lm. 3.26: Bom é ter esperança e aguardar em silêncio a salvação do Senhor.

O que poderia livrá-lo daquele quadro?

      O que me chama atenção, é que Jesus em seu ministério terreno deve ter passado várias vezes pela porta Formosa, e visto esse homem neste estado, e esse homem nunca clamou para que Jesus o curasse, e Jesus nunca parou para fazer nada por esse homem.

      Podemos presumir que Jesus deixou esse homem neste estado, para que fosse o primeiro milagre de Pedro e João depois de sua ascensão.

I- Pedro e João Vão ao Templo Orar.

V. 1: E Pedro e João subiam juntos ao templo à hora da oração, a nona.

- O judeu tinha o costume de orar às nove horas da manhã, ao meio dia e às três horas da tarde.

- E Pedro e João como bons judeus não perderam esse costume de seguir os horários de oração.

- A hora nona era às três horas da tarde.

Mt. 21.13: E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração.

- A casa de Deus é lugar de adoração a Deus e lugar de oração.

- Jesus havia ensinado aos seus discípulos sobre a necessidade de buscarem a Deus em oração.

- E Pedro e João iam ao templo orar à hora nona, no momento do sacrifício da tarde, que era acompanhado por orações pela congregação.

- Pedro e João estavam conscientizados que precisavam do poder de Deus em suas vidas; e que esse poder só se conquista através da oração.

Ef. 6.10: No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.

- E na igreja é o melhor lugar para se encontrar com Deus.

- Quer se encontrar com Deus, venha no culto na igreja.

II- Pedro e João Encontram com o Homem Coxo na Porta Formosa.

- Aquele homem coxo nunca havia entrado no templo por ser coxo.

- Creio que ele tinha até desejo de entrar ao templo para cultuar, mas pela lei, no seu estado ele não podia entrar.

- O seu papel consistia em pedir esmola para a sua sobrevivência.

- Mas ele não sabia que aquele dia seria o dia mais importante da sua vida.

V. 3: Ele, vendo a Pedro e a João, que iam entrando no templo, pediu que lhe dessem uma esmola.

- O homem coxo estendeu a mão pedindo uma esmola para Pedro e João, era para isso que ele estava ali.

V. 4: E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: Olha para nós.

V. 5: E olhou para eles, esperando receber deles alguma coisa.

- E o coxo pensou: Mais um religioso que veio adorar a Deus que vai me dar uma esmola.

V. 6: E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o nazareno, levanta-te e anda.

- A resposta de Pedro de início decepcionaria o homem coxo que esperava receber uma esmola, mas logo se seguiu a oferta de alguma coisa melhor.

- O que Pedro podia oferecer era a cura, e esta ele deu, ao ordenar ao homem que andasse: “Em nome de Jesus”.

- Pedro lhe deu algo muito melhor do que ouro e prata lhe deu a cura da sua paralisia.

- Pedro poderia ter acesso à prata e ao ouro para ajudar o homem, mas não teve, o importante é que neste caso Pedro pode oferecer uma coisa melhor que ia à raiz do problema do homem.

- A igreja tem a oferecer a salvação espiritual à sociedade.

V. 7: E, tomando-o pela mão direita, o levantou, e logo os seus pés e artelhos se firmaram.

- O convite de Pedro foi acompanhado por sua mão que se estendia para levantar o mendigo à posição ereta.

- E o milagre ocorreu na medida em que as juntas do homem foram curadas e se tornaram ativas.

- Conseguiu não somente ficar de pé, mas também andar e pular de alegria, e a sua primeira ação, depois de ser curado, foi acompanhar os apóstolos para dentro do templo, louvando a Deus em gratidão por aquilo que lhe acontecera.

- O que nunca esse homem pode fazer ele estava agora fazendo: pulando de alegria, e entrando no templo.

- Tudo para ele era novidade, ele parecia uma criança, tamanha a sua alegria.

- Cumpriu-se a profecia do profeta Isaías.

Is. 35.6: Então os coxos saltarão como servos, e a língua dos mudos cantará.

V. 8: E, saltando ele, pôs-se em pé, e andou, e entrou com eles no templo, andando, e saltando, e louvando a Deus.

III- O Resultado da Cura do Homem Coxo.

V. 9: E todo o povo o viu andar e louvar a Deus.

- Toda a cura que Deus opera tem um propósito no seu reino.

- O templo estava cheio de pessoas naquele dia que vieram à hora da oração para adorar a Deus.

V. 10: E conheciam-no, pois era ele o que se assentava a pedir esmola à porta Formosa do templo e ficaram cheios de pasmo e assombro pelo que lhe acontecera.

- A multidão viu aquele homem que antes era coxo, agora andando e pulando e glorificando a Deus dentro do templo.

- Todos ficaram cheios de pasmo e assombro pelo que lhe acontecera.

V. 11: E, apegando-se o coxo, que fora curado, a Pedro e João, todo o povo correu atônito para junto deles, ao alpendre chamado Salomão.

- Todos queriam ver essa maravilha que Deus fizera naquele homem que todos conheciam.

- E diante do alpendre de Salomão reuniu uma grande multidão para ver o coxo que havia sido curado.

- E Pedro aproveitando a ocasião disse: Varões israelitas, por que vos maravilhais disto? E por que olhais tanto para nós, como se fosse nós que fizéssemos andar este homem?

- E Pedro começou a pregar o evangelho para aquela grande multidão, dizendo: Pela fé no nome de Jesus que se fez este milagre, e por ele deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde.

V. 19: Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor.

At. 4.4: Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil.

- Com a pregação de Pedro quase cinco mil pessoas se converteram a Cristo.

Conclusão: A Cura do coxo de nascença gerou libertação para ele, e salvação para quase cinco mil pessoas.

      O ponto principal desta história, é que o nome de Jesus continua com poder para operar os mesmos graciosos milagres de cura e de salvação aos que crerem.

- O mesmo Jesus que operou a dois mil anos atrás ainda opera em nossos dias, basta você crer em seu nome.

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos