Home
 
 
   

A Ceia das Bodas do Cordeiro

08/06/2013

Ap. 19.9  

                                                                             

Int.- O Apóstolo João estava na ilha de Patmos, preso por causa da sua fé em Jesus. João foi arrebatado em espírito e levado ao Céu, onde viu coisas inefáveis que aguardam a Igreja do Senhor Jesus Cristo.

      João ouviu um anjo que lhe disse: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro.

      Numa outra tradução diz: “Felizes aqueles que são convidados para o banquete de casamento do Cordeiro”.

      Mais do que felicidade será um privilégio único e sublime ser chamado à Ceia das Bodas do Cordeiro.

Ap. 19.7: Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou.

      A Ceia das Bodas do Cordeiro será uma festa de extrema glória para a Igreja do Senhor.

- As Bodas do Cordeiro é o enlace matrimonial entre Cristo e a sua Igreja.

- É a festa de casamento de Jesus com sua noiva (a Igreja).

- Os Céus se romperão em uma explosão de alegria e de cânticos.

- João viu e ouviu as multidões celestiais louvando a Deus porque a festa das Bodas do Cordeiro estava prestes a começar.

- Será uma festa gloriosa e inesquecível; a maior festa de todos os tempos.

- Esse momento será triunfal para a Igreja de Cristo.

- As Bodas do Cordeiro será a consumação da união mística entre Cristo e a Igreja.

- Acontecerá depois que a Igreja for galardoada no Tribunal de Cristo.

- A Igreja será conduzida ao palácio real, onde se encontra a Sala do Banquete.

- Neste evento, todos os santos estarão presentes.

Mt. 8.11: Mas eu voz digo que muitos virão do Oriente e do Ocidente e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no Reino dos céus.

- Haverá grande regozijo por parte dos salvos, quando entrarem na sala do banquete.

- Ali, entoar-se-á cânticos de adoração ao Cordeiro.

- Na última ceia com os discípulos no cenáculo, Jesus prometeu cear com a Igreja no Céu.

Mt. 26.29: E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide até aquele Dia em que o beba de novo convosco no Reino de meu Pai.

I-A Descrição da Revelação das Bodas.

      O anjo aqui diz para João: “Escreve”.

- Para que escrever?

- Para que essa mensagem se tornasse permanente e transmissível a outros.

- O Apocalipse é isso, a revelação da verdade.

A) Os convidados para as Bodas do Cordeiro participarão:

1- Da sua herança.

Rm. 8.17: E, se nós somos filhos, somos, logo, herdeiros também, herdeiros de Deus e coerdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.

2- De sua natureza e imagem.

Rm. 8.29: Porque os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.

3- De sua santidade.

Ap. 15.4: Quem te não temerá, ó Senhor, e não magnificará o teu nome? Porque só tu és santo; por isso, todas as nações virão e se prostrarão diante de ti, porque os teus juízos são manifestos.

4- Da plenitude de Cristo e de Deus.

Cl. 2.9,10: Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade.

      E estais perfeitos nele, que é a cabeça de todo principado e potestade.

II- A Festa das Bodas do Cordeiro.

- Amados, alegria, triunfo e gloria preenchem os corações da multidão participante das bodas do Cordeiro.

- Esses louvores são oferecidos a Deus como um sacrifício agradável.

- A Bíblia usa o simbolismo do casamento para mostrar a glória espiritual final do encontro de Jesus com a Sua Igreja.

- A Igreja é a Noiva de Cristo.

Ap. 21.9: E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro.

A)Os Convidados para a Ceia das Bodas do Cordeiro.

1- Todos aqueles que foram lavados e remidos no sangue do Cordeiro.

Ap. 22.14: Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas.

- Esses são os salvos em Cristo Jesus.

- Esses são aqueles que nasceram de novo.

2- Todos aqueles que amam o Noivo (Jesus).

I Co. 2.9: Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam.

3- Somente entrarão os que tiverem trajando vestes nupciais.

- Essa Noiva (a Igreja) será pura e preparada para o Noivo.

- Estas vestes núpcias são vestes de santificação.

Mt. 22.11: Na parábola das bodas o rei viu um homem que não estava trajado com vestido de núpcias.

- A santificação é necessária para os convidados das Bodas.

Hb. 12.14: Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.

- A Noiva deve estar preparada.

- Primeiro a Noiva deve tomar o banho nupcial, para então vestir-se de trajes novos e limpos, símbolo da alma purificada e glorificada.

- A Noiva deve estar adornada para as Bodas: Quer dizer tendo todas as virtudes morais e espirituais.

II Co. 11.2: Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo.

4- Somente entrarão para as Bodas os que tiverem suas lâmpadas acesas.

- Tendo reserva de azeite.

- Aqueles que são guiados pelo Espírito Santo.

Rm. 8.14: Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.

 

Conclusão: As Bodas do Cordeiro deve ser desejada e aguardada com muita alegria e perseverança.

 

 

  Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens