Home
 
 
   

A Adoração a Deus

08/04/2014

Jo. 4.20-24  


Int.-
A adoração a Deus é a forma mais singela e direta de mostrar a nossa submissão a Deus.

      Adorar significa render-se; servir; reverenciar.

      Quem está adorando a Deus está se rendendo a Ele, se submetendo a Ele, se sujeitando a Deus.

      Quem adora a Deus está servindo a Deus.

      Quem adora a Deus está o reverenciando; está reconhecendo Deus como o seu Senhor.

      Neste encontro de Jesus com a mulher de Samaria, Jesus tirou a dúvida de todos, sobre em qual cidade se deveria adorar a Deus. Todos acharam que era só em Jerusalém, que deveria sempre ter uma romaria para adorar a Deus em Jerusalém.

      Jesus tirou a dúvida dizendo: Que não importa em qual cidade, estado ou país se deve adorar a Deus. Mas o importante é adorar a Deus em Espírito e em verdade. Porque Deus está procurando os verdadeiros adoradores. Pessoas que cultuam a Ele com sinceridade de coração. Com singeleza de coração. Com um coração limpo.

      Jesus sempre combateu a soberba do homem; a arrogância do homem; a vaidade do homem.

      Jesus combatia os fariseus na sua época, porque eles eram religiosos de aparência; faziam para as pessoas verem; faziam para serem aplaudidos pelos homens. E Jesus sempre combateu essa forma de servir a Deus; mostrando que dessa forma estava errado e que Deus abominava.

Pv. 16.5: Abominação é para o Senhor todo altivo de coração; ainda que ele junte mão à mão, não ficará impune.

      A adoração a Deus no Antigo Testamento, era feita através de sacrifícios de animais que eram sacrificados no altar do holocausto.

     No Novo Testamento com o sacrifício de Jesus Cristo na Cruz do Calvário cumpriu esse sistema; já não há mais qualquer necessidade de derramamento de sangue como parte do culto cristão. Jesus efetuou um sacrifício perfeito uma vez por todas. E hoje o sacrifício que fazemos é o sacrifício de louvor, fruto dos nossos lábios.

Hb. 13.15: Portanto, ofereçamos sempre, por ele, a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome.

I-A Igreja de Cristo Tem Uma Tríplice Missão.

1-Em Suas Relações Consigo Mesma: Comunhão.

Sl. 133.1: Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.

- A igreja primitiva foi ensinada pelos Apóstolos e orientada pelo Espírito Santo para viverem em comunhão.

At. 2.46: E, perseverando unânimes todos os dias no templo e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração.

2- Em Suas Relações Com o Mundo: Evangelização.

- Jesus deixou essa ordem para a Sua Igreja.

Mc. 16.15: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

- No mundo nós como Igreja de Deus, somos o sal da terra e a luz do mundo.

- A Igreja não pode deixar de cumprir a sua missão.

3- Em Suas Relações Com Deus: Adoração.

- A nossa relação com Deus é para adorá-lo.

Sl. 96.9: Adorai ao Senhor na beleza da santidade; tremei diante dele todos os moradores da terra.

      Essa nossa adoração a Deus envolve: Louvor, contribuição e santificação.

- Adoramos a Deus quando cultuamos a Ele.

- Adoramos a Deus quando contribuímos com os nossos dízimos e ofertas.

- Adoramos a Deus na santificação, nos separando do pecado e de tudo que não agrada a Deus.

- Deus age quando expressamos nossa adoração.

- Isso aconteceu com a mulher Siro-fenícia.

- Isso aconteceu com Paulo e Silas na prisão em Filipos.

At. 16.25: Perto da meia noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus e os outros presos os escutavam.

- Deus recebeu a adoração de Paulo e Silas e mandou um terremoto na prisão em Filipos, e as portas do cárcere se abriram e as correntes se soltaram.

- Quando nossa adoração faz sentido para Deus, o Senhor não deixa de agir em nosso meio.

- A adoração a Deus deve ser feita com o coração quebrantado.

Sl. 51.17: Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

- Contrito quer dizer: Arrependido.

II- A Maior Expressão da Nossa Adoração.

- Se dá através do louvor.

- Louvor são expressões de elogio, reverência e reconhecimento.

A) Por que Devemos Louvar a Deus?

1- Porque Ele é bom.

Sl. 106.1: Louvai ao Senhor! Louvai ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua benignidade é para sempre.

2- Porque Ele é misericordioso.

Rm. 15.9: E para que os gentios glorifiquem a Deus pela sua misericórdia, como está escrito: Portanto, eu te louvarei entre os gentios e cantarei ao teu nome.

3- Porque Ele é digno.

Sl. 48.1: Grande é o Senhor e mui digno de louvor na cidade do nosso Deus, no seu monte santo.

4- Porque dele recebemos tudo.

Dn. 2.20-22: Falou Daniel e disse: Seja bendito o nome de Deus para todo o sempre, porque dele é a sabedoria e a força.

      Ele muda os tempos e as horas; ele remove os reis e estabelece os reis; ele dá sabedoria aos sábios e ciência aos inteligentes.

      Ele revela o profundo e o escondido e conhece o que está em trevas; e com ele mora a luz.

B) Quando Devemos Louvar a Deus?

1- Na hora da bênção.

At. 3.8,9: E, saltando ele, pôs-se em pé, e andou, e entrou com eles no templo, andando, e saltando, e louvando a Deus.

      E todo o povo o viu andar e louvar a Deus.

2- Na hora da tribulação.

- Como Jó quando perdeu tudo.

- Como Paulo e Silas na prisão em Filipos.

I Ts. 5.18: Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.

3- Na hora que o nosso irmão em Cristo Jesus tiver uma vitória.

Rm. 12.15: Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram.

4- Sempre.

Sl. 145.2: Cada dia te bendirei e louvarei o teu nome pelos séculos dos séculos.

C) Como Devemos Louvar a Deus?

1- Devemos louvar a Deus cantando.

2- Devemos louvar a Deus tocando.

3- Devemos louvar a Deus pregando.

4- Devemos louvar a Deus usando a nossa inteligência.

      Grandes servos de Deus na Bíblia louvaram a Deus compondo hinos.

- Como Moisés que cantou ao Senhor em Êxodo 15.

- Como Miriam irmã de Moisés, quando atravessaram o Mar Vermelho, ela pegou um tamboril e saiu tocando e dançando ao Senhor.

- Como Ana quando Deus lhe deu um filho.

- Como Davi que compôs dezenas de cânticos ao Senhor.

      A nossa adoração a Deus deve ser espontânea e de coração para que Deus possa receber.

      A adoração sincera do crente atraem os pecadores para Cristo.

Sl. 40.3: E pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no Senhor.

- Aqui no versículo diz: Muitos o verão, e temerão.

- E o mais importante: E confiarão no Senhor.

- Olha a responsabilidade que nós temos como adoradores de Deus.

- Davi sabia que o verdadeiro adorador, desperta a atenção e o interesse dos pecadores para Deus.

- A obra que Deus fez em nossa vida fará também na vida do pecador.

 

Conclusão: Adorar a Deus é uma das missões mais bela da Igreja aqui na terra, porque no céu também será o nosso prazer assim fazer. Quando adoramos a Deus estamos revelando o mais profundo sentimento do nosso coração e da nossa alma. Que este seja o nosso grande prazer diante de Deus.

 


 

  Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens