Home
 
 
 
 
 
 
 

08/01/2017

O Obreiro e o Avivamento                             

Reavaliando o Significado, a Necessidade e o Papel do Obreiro Para o Avivamento.        

Ef. 5.14-18

Int.- Nestes últimos tempos com tanta tecnologia, faltam homens com o poder de Deus e compromissado com seu reino e com a sua palavra.

      Muitos afirmam que a expressão Avivamento não é bíblica, que não aparece nas Sagradas Escrituras.

      A única vez que o termo aparece, ainda que em forma de verbo, é no episódio em que o profeta Habacuque, ora a Deus, suplicando-lhe que avivasse a Sua obra.

II Tm. 3.1: Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.

- Paulo profetizou que nos últimos dias seriam dias trabalhosos.

- Quer dizer: Dias de muitas ocupações, dias de muitas labutas, dias de muitos entretenimentos.

- Por serem dias trabalhosos a grande necessidade de um grande avivamento, principalmente para os obreiros.

- O obreiro não pode deixar de lado a sua missão, o seu foco, a sua tarefa no Reino de Deus.

V. 14: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.

- O obreiro não pode dormir espiritualmente.

- Dormir é deixar de fazer a obra de Deus.

- É ficar entretido com as coisas deste mundo e esquecer de fazer a obra de Deus.

- O inimigo coloca na nossa frente oportunidades materiais para desviar a nossa atenção das coisas de Deus.

- O obreiro não pode abandonar o arado da obra a qual foi chamado.

Lc. 9.62: E Jesus lhe disse: Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o reino de Deus.

- Obreiro, Deus colocou em sua mão um arado para você arar a terra e lançar a semente.

- Não abra mão da tua chamada por nada neste mundo.

V. 15: Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios.

- O obreiro precisa andar com prudência e como sábio para ser bem sucedido no seu feito.

V. 16: Remindo o tempo, porquanto os dias são maus.

- Quer dizer: Aproveitar bem o tempo e as oportunidades que temos para fazer a obra de Deus, fazer o bem.

- Ser sábio na maneira de viver, sabendo que somos peregrinos neste mundo e nosso reino nos aguarda.

- Os dias são maus: Dias terríveis, onde o pecado tem se multiplicado, onde a iniquidade tem se alastrado por toda a terra.

II Tm. 3.13: Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.

- A cada dia a sociedade vai piorando cada vez mais.

- Por isso a Igreja do Senhor Jesus na terra precisa de um avivamento para fazer a diferença neste mundo.

- Deus conta comigo e com você obreiro da casa do Senhor.

V. 18: E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito.

- É uma ordem imperativa de Deus para a sua Igreja.

- Deus quer que eu e você sejamos cheios do Espírito Santo.

- O obreiro cheio do Espírito Santo dá muito fruto para o Reino de Deus.

- A Bíblia fala que Filipe depois do Pentecoste desceu para Samaria e lhes pregava a Cristo, e muitos endemonhiados eram libertos e muitos paralíticos e coxos eram curados, porque ele estava cheio do Espírito Santo de Deus.

I- Todo Obreiro Precisa Buscar o Avivamento de Deus.

- O que é um Avivamento?

      Esse termo é amplo em seu significado, mas podemos destacar algumas verdades significativas:

a) Avivamento é a manifestação da vida de Deus no crente.

b) Avivamento é Deus se movendo em meio ao Seu povo.

c) Avivamento é Deus tratando Seu povo de forma familiar.

d) Avivamento é a manifestação da vida de Deus evidenciada por manifestações reais e visíveis.

- Quando o avivamento ocorre é o mesmo que: A manifestação de Deus trazendo vida de volta a quem morreu e saúde espiritual a quem está vivo.

- É a manifestação de Deus trazendo renovo aos cristãos e conversão aos incrédulos.

A) Algumas Implicações:

      Se Avivamento é Deus comunicando vida a quem está morto e saúde espiritual a quem está enfermo, algumas verdades devem ser destacadas:

a) A vida está nas mãos de Deus; Ele quem a controla.

b) Somente Deus pode produzir ou gerar Avivamento.

c) O morto não é capaz de fazer nada.

d) Um enfermo em estado terminal não é capaz de fazer nada por si mesmo.

      Podemos concluir que embora desejemos somente Deus é capaz de determinar o dia, o lugar, a forma e a durabilidade do Avivamento.

B) Há Uma Grande Necessidade de Avivamento.

- No contexto que viveu Habacuque houve uma grande necessidade de avivamento.

- Havia um cenário de crise na nação.

- O pecado estava de forma excessiva na nação.

- A religião estava em estado decadente.

- Havia um julgamento eminente para toda a nação.

- Então o profeta Habacuque pediu de forma fervorosa que Deus trouxesse um avivamento para Sua obra.

C) Vamos Ver a Figura do Profeta.

      Conforme vimos, todo Avivamento é precedido por crises de diversas naturezas. Segundos os registros bíblicos, todas as crises mencionadas foram marcadas pela figura de um profeta levantado por Deus para chamar o povo ao arrependimento e à busca por restauração.

      Do ponto de vista histórico também é possível encontrar homens que foram levantados por Deus para serem canais para que o povo fosse despertado a fim de se quebrantar diante de Deus, buscando avivamento.

1- Isso aconteceu com Noé quando Deus o levantou para construir a Arca e ser o pregoeiro da justiça.

2- Isso aconteceu quando Deus levantou o profeta Elias no desafio do Monte Carmelo.

3- Isso aconteceu quando Deus levantou o profeta Jonas na cidade de Nínive quando iria destruir a cidade.

4- Isso aconteceu com Paulo e Barnabé na igreja de Antioquia, saíram inflamados pelo Espírito Santo indo por todas as partes anunciando o evangelho do Senhor Jesus.

- Da mesma forma, em nossos dias só será possível ver o povo de Deus indo em direção ao caminho que o colocará na posição para experimentar a visita de Deus com Avivamento, quando obreiros se dispuserem a conduzir o povo nessa direção.

- Deus pode contar com você como profeta de Deus em meio a essa crise?

- Deus pode contar com você para se colocar na posição que Deus precisa para Ele usar?

- Deus pode contar com você como instrumento nesse momento de crise?

D) O Que Podemos Fazer Para Ter Um Avivamento?

- É muito comum ouvir frases como:

- “Estamos elaborando algumas estratégias para atrair o povo para a igreja”.

- “Estamos criando meios de promover um avivamento em nossa igreja”.

- Ninguém além de Deus é capaz de produzir Avivamento.

- Se o homem promover avivamento, seus efeitos serão dentro da compreensão humana, limitada e perecível.

- Mas o Avivamento produzido por Deus será de grandes manifestações e de grandes frutos da vida de Deus sobre o Seu povo.

- Em primeiro lugar, consideremos então que, de certa forma não podemos fazer nada para que o Avivamento aconteça. Por outro lado, existem dois passos, que podemos chamar de “catalisadores” que atraem a presença de Deus.

- Estudando a história da igreja no Brasil e suas necessidades, escolhi expor as expectativas das pessoas que ansiavam por Reavivamento em nosso país na década de 50:

1- Ênfase na oração como meio para a vinda do Avivamento.

2- Interesse pela tarefa missionária da igreja.

3- Ênfase na santidade individual como claro requisito verdadeiro e genuíno despertamento da igreja.

4- Ênfase no senhorio de Cristo.

5- Forte conexão entre Avivamento e confissão de pecados.

      Essas ênfases só podem ser viáveis por meio de duas realidades que são os dois catalisadores do verdadeiro e genuíno Avivamento: Pregação da Palavra e Oração.

II- Pregação da Palavra.

      Todo grande Avivamento sempre foi marcado por pregadores em pé, com a Bíblia aberta, expondo as verdades do Evangelho.

II Tm. 4.2: Que pregues a palavra, instes a tempo, e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.

      Por que é necessário que haja pregação fiel para que ocorra Avivamento?

1- Ela exalta a Deus e reduz o homem.

2- Ela enfatiza a santidade de Deus.

3- Ela revela o estado de pecado do homem.

4- Ela traz consciência da necessidade de uma intervenção de Deus.

II Tm. 3.16: Toda a Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça.

- Todo Avivamento na história aconteceu através da exposição da Palavra de Deus.

- A Palavra de Deus trás a revelação de Deus ao homem.

- A Palavra de Deus toca no coração das pessoas.

- O Avivamento que aconteceu no tempo de Esdras veio através da exposição da Palavra de Deus.

Ne. 8.5: E Esdras abriu o livro perante os olhos de todo o povo; porque estava acima de todo o povo; e, abrindo-o ele, todo o povo se pê em pê

V. 6: E Esdras louvou ao Senhor, o grande Deus; e todo o povo respondeu: Amém! Amém! Levantando as suas mãos; e inclinaram-se e adoraram ao Senhor, com o rosto em terra.

V. 8: E leram no livro, na lei de Deus, e declarando e explicando o sentido, faziam que, lendo, se entendesse.

V. 9: E Neemias (que era o governador), e o sacerdote Esdras, o escriba, e os levitas que ensinavam ao povo disseram a todo o povo: Este dia é consagrado ao Senhor, vosso Deus, pelo que não vos lamenteis, choreis. Porque todo o povo chorava, ouvindo as palavras da lei.

- O povo ficou na praça desde alva até o meio dia ouvindo a Palavra de Deus.

- E ouve um grande quebrantamento e um grande avivamento pela Palavra.

- O povo chorava ouvindo as palavras da lei.

- Havia chegado um Avivamento de Deus a nação de Judá.

- Houve um grande avivamento em Samaria com a chegada de Filipe.

At. 8.4: Mas os que andavam dispersos iam por toda parte anunciando a palavra.

- Não iam contando história da carochinha, mas iam pregando a Palavra de Deus.

At. 8.5: E, descendo Filipe à cidade de Samaria, lhes pregava a Cristo.

- Filipe chegou em Samaria pregando o evangelho e anunciando a Cristo.

At. 8.6: E as multidões unanimemente prestavam atenção ao que Filipe dizia, porque ouviam e viam os sinais que ele fazia.

- Houve muitas conversões e curas em Samaria com o resultado da pregação de Filipe.

- O Avivamento de Deus chegou à Samaria com o resultado da pregação da Palavra de Deus.

At. 8.8: E havia grande alegria naquela cidade.

- Se nós queremos catalisar um avivamento para nossa igreja, para nosso bairro, para nossa cidade, temos que pregar a genuína Palavra de Deus.

- Pregar com autoridade, pregar com unção, pregar com poder.

- Paulo chegou em Corinto uma cidade pagã e devastada pelo pecado, e que para ter resultado precisava pregar com unção e poder.

I Co. 2.4: A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder.

V. 5: Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.

- Amados, uma Palavra pregada com unção e poder tem resultados extraordinários.

- Uma pregação sem unção é como uma lata vazia faz muito barulho, mas não tem resultado nenhum.

- A nossa pregação precisa ser regada com a unção de Deus para dar resultado para o Reino de Deus.

- O obreiro precisa estar cheio da unção de Deus para trazer uma Palavra direta do coração de Deus.

- O obreiro precisa da inspiração de Deus para pregar com a autoridade de Deus.

- O obreiro precisa da graça de Deus para trazer a revelação da Palavra de Deus.

III- Oração.

- O segundo catalisador do Avivamento é a oração.

      A oração é o meio pelo qual se responde aquilo que a Palavra de Deus produziu em Seu povo.

      Por meio da oração o povo de Deus se derrama diante do Senhor a fim de buscar Sua vida.

- Todo Avivamento ocorreu onde se encontravam crentes fiéis de joelhos dobrados, clamando pela visita de Deus entre Seu povo.

- Todo Avivamento da história teve a igreja de joelhos buscando a Deus em oração.

A) Avivamentos no Velho Testamento:

1- Avivamento com Moisés – Êxodo 32 e 33

2- Avivamento com Samuel – I Samuel 1-6

3- Avivamento com Davi – II Samuel 6,7

4- Avivamento com Asa – II Crônicas 14-16

5- Avivamento com Josafá – II Crônicas 17-20

6- Avivamento com Jeoiada – II Crônicas 23,24

7- Avivamento com Ezequias – II Crônicas 29-32

8- Avivamento com Josias – II Crônicas 34,35

9- Avivamento com Zorobabel – Esdras 1-6

10- Avivamento com Esdras – Esdras 7-10

11- Avivamento com Neemias – Neemias 1-13

12- Avivamento com Joel – Joel 1,2

B) Avivamento na História da Igreja:

1- Nos Estados Unidos, em 1734, com Jonathan Edwards, com sua simplicidade de vida e muita oração, exerceu grande impacto sobre as pessoas.

2- George Whitefield foi outro grande avivalista desse período. O resultado do trabalho desses homens foi milhares de conversões e o nascimento de muitas igrejas.

3- O avivamento dos Morávios iniciou-se em 1727. Começaram a buscar ao Senhor em oração e, de repente, houve um derramar do Espírito Santo sobre a igreja. Havia choro, quebrantamento e manifestações até entre crianças. Os morávios iniciaram um ministério de oração contínua que durou mais de 100 anos, 24 horas de oração diária e ininterrupta.

4- Na Inglaterra, João Wesley foi o instrumento de Deus para mudar a história da igreja.

- João Wesley era homem de oração, deu ênfase ao estudo bíblico.

- Opôs-se ao álcool, à guerra, à escravidão. Houve muitas conversões.

5- Charles Finney foi poderoso na Palavra, na oração e no testemunho.

- Viveu nos Estados Unidos. Sob a influência de sua pregação, igrejas foram renovadas, nasceram novas comunidades, pessoas deixaram os vícios.

6- Charles Spurgeon foi professor de crianças da Escola Dominical e viu muitos pais se converterem com o testemunho dos filhos.

- Spurgeon foi poderoso na pregação.

- Sinais e prodígios eram comuns em suas reuniões.

- Esse avivamento iniciou-se na Inglaterra e alcançou outros países.

7- Dwight Moody viveu de 1837 a 1892, nos Estados Unidos.

- Calcula-se que cerca de 500 mil pessoas entregaram-se a Cristo por seu intermédio.

      Que Deus derrame do seu Espírito sobre nós para que possamos, como igreja e povo brasileiros, experimentar mais uma vez aquele “fogo abrasador” que nos purifica e nos santifica para uma vida cristã de obediência à sua Palavra e somente assim transformarmos nossa sociedade tão corrompida pelo pecado.

- Obreiros de Deus, a oração é o combustível de um avivamento para a igreja de Deus.

- Precisamos gostar de oração.

- Necessitamos da oração para recebermos vida de Deus em nosso ministério.

- A oração nos leva ao trono da graça, nos leva a dispensa de Deus.

- Há um corinho antigo que cantávamos que diz: “Se começarmos a orar esse templo treme, se começarmos a orar falaremos em línguas”.

At. 4.31: E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo e anunciavam com ousadia a palavra de Deus.

- Em Atos 16 Paulo e Silas cantavam e oravam na prisão em Filipos e veio um terremoto e foram soltos da prisão onde estavam.

Conclusão: Deus está levantado uma geração de obreiros verdadeiramente comprometidos com o evangelho. Um comprometimento radical, um concerto profundo, uma vida no altar, semelhante ao que aconteceu na vida destes homens.

- Você está disposto a ser um Agente Mobilizador de Avivamento em sua congregação?

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos