Principios de Deus para uma Vida Abençoada                                     06/05/2008  

Rm. 12.9-21


Int.-
O Deus que servimos, é um Deus Amoroso, um Deus Misericordioso, um Deus Bondoso, um Deus Longânimo e também um Deus Justo.

      No seu Reino, Deus estabeleceu leis, que podemos chamar de Princípios, que regem o seu Reino e determinam o enquadramento do homem a Vontade de Deus.

      Quando nós vivemos esses princípios, então estamos agradando a Deus, fazendo  sua vontade e suas bênçãos são derramadas em nossa vida.

      Muitas vezes não somos abençoados porque não estamos vivendo os princípios de Deus.

- Deus não se deixa enganar.

- Não tem como o homem tapear a Deus.

- Os conceitos dos homens não são os conceitos de Deus.

- Deus tem os seus princípios que regem o seu Reino.

I- Exemplos de Vidas que Quebraram os Princípios de Deus.

1- Caim foi punido porque quebrou os princípios de Deus.

2- Sansão perdeu a sua força porque quebrou os princípios de Deus.

3- Saul perdeu o Reinado porque quebrou os princípios de Deus.

4- Israel foi para o cativeiro porque quebrou os princípios de Deus.

5- Ananias e Safira morreram porque quebraram os princípios de Deus.

II- Princípios de Deus estabelecidos na sua Palavra:

 

1- Lei da Semeadura.

Gl. 6.7-9- Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.

      Porque o que semeia na sua carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito do Espírito ceifará a vida eterna.

      E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido.

- Nós colhemos aquilo que plantamos.

- Você semeia o bem e colhe o bem.

- Você semeia o mal e colhe o mal.

Oz. 8.7- Porque semearam ventos e segarão tormentas; não há seara; a erva não dará farinha; se a der, tragá-la-ão os estrangeiros.

   - Se com Deus nós semeamos pouco, também pouco ceifaremos.

II Co. 9.6- E digo isto: Que o que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia em abundância em abundância também ceifará.

2- Principio da Obediência.

- Deus está interessado em que obedeçamos a sua Palavra.

I Sm. 15.22- Porém Samuel disse: Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.

- Deus se agrada mais da obediência do que qualquer empenho na obra.

- É por isso que a salvação é para os que lhe obedecem.

Hb. 5.9- E, sendo ele consumado, veio a ser a causa de eterna salvação para todos os que lhe obedecem.

- Deus ama aqueles que guardam e praticam os seus mandamentos.

Jo. 14.21- Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele.

3- Principio da Oração.

- A oração é a linha de comunicação com o Céu.

- A oração é uma das chaves valiosas para abrir o banco de bênçãos de Deus.

Mt. 7.7,8- Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abri-se-vos-á.

      Porque aquele que pede recebe; e o que busca encontra; e, ao que bate, se abre.

- Só que Deus estabeleceu princípios para responder as orações.

a) Deus não atende a oração do pecador.

Jo. 9.31- Ora, nós sabemos que Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém é temente a Deus e faz a sua vontade, a esse ouve.

b) O pecado impede a oração de ser respondida.

Is. 59.2- Mas as vossas iniqüidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus, e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça.

Sl. 66.18- Se eu atender à iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá.

c) Quando deixamos de dar ouvidos a Palavra de Deus.

Pv. 28.9- O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável.

 

       

4- Principio da Retidão.

- Hoje esse tema é banalizado e pouco valorizado na sociedade.

- Mas é um principio de Deus para abençoar.

Sl. 35.27- Cantem alegrem-se os que amam a minha justiça, e digam continuamente: O Senhor, que ama a prosperidade do seu servo, seja engrandecido.

- Há uma benção de felicidade para aqueles praticam o que é reto.

Sl. 106.3- Bem aventurados os que observam o direito, o que pratica a justiça em todos os tempos.

- Aquele que tem o temor do Senhor anda na retidão.

Pv. 14.2- O que anda na sua sinceridade teme ao Senhor, mas o que se desvia de seus caminhos despreza-o.

5- Principio do Amor.

- Somos instruídos a amar a Deus de todo o nosso ser.

Dt. 6.5- Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder.

- O amor estabelecido no Reino de Deus é diferente do amor do mundo.

- O amor do mundo é recíproco. As pessoas amam aquelas que amam.

- Isto é: eu amo quem me ama.

- O amor de Deus estabelecido no seu Reino é um amor sem reciprocidade.

- Nós amamos sem esperar nada em troca.

Mt. 5.44-46- Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem.

     Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.

      Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?

Rm. 13.8- A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.

 

Conclusão: Temos aqui alguns dos principais princípios de Deus, para que tenhamos êxito em nossa vida, e as bênçãos de Deus sejam derramadas sobre nós. Vivendo eles estamos fazendo a Vontade de Deus e praticando o Evangelho de Jesus Cristo.

 

 


 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo