NEGOCIAI ATÉ QUE EU VENHA
Lc. 19.13
                                                                

06/04/2012
 

Int.- Este versículo está inserido na parábola dos dez servos e das dez minas. Esta parábola Jesus proferiu quando estava a caminho de Jerusalém e passava por Jericó. Foi transmitida durante a conversão de Zaqueu.

      Aqui diz: “E, ouvindo eles estas coisas”.

      Quando Jesus fala, eles: Está se referindo a multidão animada que o seguia, ouvindo as suas palavras.

      As palavras de Jesus eram tocantes, sábias e profundas aos corações dos ouvintes. Suas palavras ensinavam, renovavam e encorajavam a multidão.

      Qual o propósito de Jesus em proferir esta parábola?

      Jesus estava perto de Jerusalém, e pensavam que o reino de Deus havia de manifestar-se imediatamente. E o propósito de Jesus foi corrigir a ideia confusa da imediata manifestação do reino de Deus.

      Jesus nesta parábola revela a sua breve partida da terra, e o período de provação que o seu povo seria submetido entre a sua ascensão e o seu retorno.

      Jesus nesta parábola ensina que o Senhor outorga privilégios a seus servos e exige fidelidade até o seu retorno, a fim de recompensá-los em sua vinda.

I-A Parábola na Sua Interpretação.

      Aqui Jesus fala: Certo homem nobre partiu para uma terra remota, a fim de tomar para si um reino e voltar.

      Este homem nobre é Jesus que partiu para um país distante para receber um reino. Em sua ascensão, Jesus sentou-se à destra de Deus e dali exerce o seu poder.

Hb. 1.3- O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade, nas alturas.

      Atualmente, o seu reino é invisível e consiste na execução do grande plano da redenção, a fim de salvar os que estão na escravidão do pecado e revelar o seu reino de luz e liberdade.

Cl. 1.13- Ele nos tirou da potestade das trevas e nos transportou para o Reino do Filho do seu amor.

- O propósito de Deus é o de salvar toda a humanidade.     

I Tm. 2.4- Que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da verdade.

      O homem nobre distribuiu dez minas a seus dez servos, cada servo recebeu uma mina.

- A mina tem o valor, na atualidade, de mais de três vezes a libra esterlina ou aproximadamente nove dólares.

- Todos os servos receberam uma mina.

- Todos os dez servos começaram em pé de igualdade.

- No retorno do homem nobre, Jesus cita o resultado de apenas três dos dez servos.

- O primeiro disse: Senhor a tua mina rendeu dez minas.

- O homem nobre disse: Bem está, servo bom, porque no mínimo foste fiel, sobre dez cidades terás autoridade.

- O segundo disse: Senhor, a tua mina rendeu cinco minas.

- O homem nobre disse: Se tu também sobre cinco cidades.

- O terceiro servo disse: Senhor, aqui está a tua mina, que guardei num lenço.

- O homem nobre mandou tirar-lhe a mina e desse ao que produziu dez minas.

- E os outros servos disseram-lhe: Senhor, ele tem dez minas.

V.26- Pois eu vos digo que a qualquer que tiver ser-lhe-á dado, mas ao que não tiver até o que tem lhe será tirado.

- Nós vemos que o galardão foi dado por aquilo que eles produziram.

- O galardão será dado pelo fruto que nós produzirmos.

II Co. 5.10- Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal.

- Amados Deus não é injusto para se esquecer do fruto que você produz para o Reino de Deus.

Hb. 6.10- Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra e do trabalho da caridade que, para com o seu nome, mostrastes, enquanto servistes aos santos e ainda servis.

- Toda a obra que fazemos para o Reino de Deus terá a sua recompensa.

- Somos abençoados aqui na terra e teremos o nosso galardão nos céus.

Mt. 16.27- Porque o Filho do Homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e, então, dará a cada um segundo as suas obras.

- Amados, trabalhemos enquanto é dia; enquanto Jesus ainda não voltou.

II- O Que as Minas Significam?

- Certamente não são algum dom natural com o qual pudesse negociar.

- Essas minas representam o Evangelho com todos os seus privilégios.

- A mina é a fé que de uma vez por todas foi entregue aos santos.

- Esse é o nosso depósito de confiança com o qual devemos negociar até que Cristo retorne.

- O homem nobre disse aos seus servos: “Negociai até que eu venha”.

- Devemos testificar do Evangelho até que Jesus volte para arrebatar a sua Igreja.

- O que estamos fazendo hoje com a mina?

- Estamos sendo negociantes de sucesso com as verdades eternas?

A) O Quadro do Mundo Hoje.

- O pecado tem se multiplicado na face da terra de uma forma aterradora.

I Jo. 5.19- Sabemos que somos de Deus, e todo o mundo está no maligno.

- O materialismo tem dominado o coração dos homens.

- As pessoas estão frias, vazias, secas e desinteressadas nas coisas de Deus.

- O consumo de drogas e a imoralidade tem devastado as famílias.

II Tm. 3.13- Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, engando e sendo enganados.

- A sociedade hoje está angustiada, muitos sofrendo de doenças psicossomáticas.

- As pessoas estão mais caladas, mais sozinhas, mais inseguras.

- Só o Evangelho de Jesus Cristo tem o poder de semear a mudança e a paz que o mundo precisa.

- O Evangelho de Cristo é o poder de Deus para a salvação de toda a humanidade.

- Nós como Igreja do Senhor Jesus Cristo temos a obrigação de anunciarmos o Evangelho para a humanidade.

- Deus poderia ter escolhido os anjos para fazer esse trabalho; e eles quiseram fazer. Mas Deus escolheu homens e mulheres comuns como nós, para levarem a mensagem de salvação ao mundo.

Mc. 16.15- E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura.

- É uma ordem imperativa de Jesus para a sua Igreja.

- A Palavra de Deus fala que nós somos embaixadores de Deus neste mundo.

II Co. 5.20- De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-nos pois da parte de Cristo que vos reconcilieis com Deus.

- A Igreja que somos nós, somos o braço estendido de Deus neste mundo.

- Tudo o que Deus tem a fazer na terra, Ele fará através da sua Igreja.

- Deus conta comigo e com você para anunciarmos o Evangelho de Cristo.

Judas 23- E salvai alguns, arrebatando-os do fogo, tende deles misericórdia com temor, aborrecendo até a roupa manchada da carne.

Ilustração: Willian Boothe, fundador do Exército da Salvação, que coordenava um Centro de Treinamento para Obreiros disse: Que se ele pudesse deixaria aqueles novos obreiros por 24 horas na porta do inferno, para despertar a chama da semeadura em seus corações.

- O fogo do inferno é uma realidade registrada nas Escrituras.

Sl. 9.17- Os ímpios serão lançados no inferno e todas as nações que se esquecem de Deus.

- O ímpio é aquele que despreza as coisas sagradas.

Sl. 1.6- Porque o Senhor conhece o caminho dos justos; mas o caminho dos ímpios perecerá.

- A nossa volta existem milhares de pessoas sem Deus que estão perecendo.

- Precisamos levar a preciosa semente do Evangelho as pessoas.

Sl. 126.6- Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos.

Exemplo de Semeadura: Edward Kimball era um cristão comum que ensinava na Escola Dominical de sua igreja e que ganhava a vida como vendedor de sapatos numa loja. Mas a sua verdadeira paixão era pregar o Evangelho. Edward determinou pregar o Evangelho para um vendedor da sua equipe chamado Dwight. Naquele dia Dwight entregou sua vida a Cristo. Seu sobrenome era Moody, e se transformou num dos maiores evangelistas da história da igreja.

Um dia Dwight Moody estava pregando, e um pastor chamado Frederick Meyer estava ouvindo. E ficou profundamente tocado com a mensagem de Moody que fundou um ministério de pregação de âmbito internacional. Mais tarde, enquanto estava pregando, um jovem no auditório, chamado Wilbur Chapman, aceitou a Cristo. Chapman sentiu-se chamado para o evangelismo; e evangelizou e ganhou para Cristo um jogador de beisebol chamado Billy Sunday. Que se tornou um dos maiores pregadores do inicio do século XX.

      Um dia, Billy Sunday pregou na cidade de Charlote, na Carolina do Norte, onde um grande avivamento estava acontecendo. Muitas pessoas creram. Elas estavam tão animadas com a sua nova fé que convidaram um pregador relativamente desconhecido, Mordecai Ham, para montar a sua tenda de evangelismo em Charlotte e continuar a pregar ali. Numa das últimas noites, um dos empregados de uma fazenda, um jovem alto e magro, aceitou a Cristo como Salvador. Seu nome era Billy Frank, mas a maioria de nós o conhece hoje como Billy Graham. Que tem levado a mensagem do Evangelho a mais pessoas do que qualquer outro homem na história da humanidade. Mas tudo começou com aquele vendedor de sapatos chamado Edward Kimball.

- A Igreja do Senhor Jesus Cristo tem uma missão nesta terra.

- Anunciar este Evangelho de Poder a todas as nações.

Is. 43.10- Vós sois as minhas testemunhas, diz o Senhor, e o meu servo, a quem escolhi; para que o saibas, e me creiais, e entendais que eu sou o mesmo, e que antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá.

- Cada um de nós, somos testemunhas de Deus neste mundo.

- Recebemos o poder do Espírito Santo para sermos testemunhas.

At.1.8- Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.

 

Conclusão: A mina foi dada a nossa mão e o Senhor nos pede: “Negociai até que eu venha”.

      Não escondamos a mina em um lenço, como fez aquele servo.

      Não foi para isso que ela nos foi dada.

      Sejamos obedientes aquele que nos chamou.

 

  Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens