Home
 
 
 
     
  Os Quatro Significados de Talento                            

06/09/2015

 
  Mt. 25.14-30     
 
 
 

Int.- Jesus Cristo em Seu ministério terreno procurou treinar e ensinar os seus discípulos, na sua chamada e nos seus talentos. Jesus sempre priorizou a expansão do Reino de Deus na terra e no alcance das almas para Deus. Jesus sabia da capacidade e limitação de cada discípulo chamado para a Sua obra. E o desejo de Jesus é que cada um frutifique dentro da sua capacidade. 

      Jesus sabe a capacidade de cada um chamado para a Sua obra. Jesus nunca vai dar um peso a mais do que podemos carregar. 

Jo. 15.16: Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vos conceda. 

      O Senhor Jesus nos chamou para darmos frutos. 

      Jesus investiu 80% do seu ministério terreno com os doze discípulos, para treiná-los e capacitá-los a darem continuidade a Sua obra na face da terra. 

      Jesus deu um curso prático aos discípulos, no dia a dia, a ganhar almas para o Reino de Deus. 

      Quando Jesus chamou Pedro ele disse: “Não temas; de agora em diante, serás pescador de homens”. 

      Jesus chamou os discípulos para um treinamento em tempo integral: Os discípulos viram todos os milagres que Jesus operou; os discípulos presenciaram Jesus entrando na casa de Zaqueu, que era mau visto na sociedade; os discípulos viram Jesus perdoando a mulher pega em adultério; os discípulos viram Jesus tendo compaixão das multidões; os discípulos viram Jesus tendo compaixão das multidões; os discípulos não viram Jesus fazendo acepção de pessoas. Os discípulos viram Jesus exercendo misericórdia a todos que vinham até Ele. 

      Os discípulos aprenderam com Jesus a anunciar o Reino de Deus e a resgatar as almas com amor no coração. 

      Todos os discípulos, menos Judas Iscariotes que o traiu, fizeram a obra de Deus, ganhando milhares de almas para o Reino de Deus. Cumpriram a sua chamada; usaram os seus talentos; deram frutos para o Reino de Deus. Deram continuidade a pregação do Evangelho do Senhor Jesus. 

      E hoje Deus conta comigo e com você na continuidade de anunciar o Evangelho de Jesus Cristo.   

I- A Parábola dos Dez Talentos. 

      Jesus nos momentos que antecederam a sua crucificação, no seu intuito de preparar os seus discípulos, proferiu a Parábola dos Dez Talentos. 

      Na parábola, um homem entrega a três servos, respectivamente, cinco talentos, dois talentos e um talento; os dois primeiros servos investiram o dinheiro e dobraram o capital, porém o terceiro enterrou o talento e devolveu o talento ao seu senhor. Os dois primeiros recebem elogios, mas o terceiro é punido. 

      Cumpriu-se aquela palavra de Jesus. 

Mt. 13.12: Porque aquele que tem se dará, e terá em abundância; mas aquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. 

- Multiplica aquilo que Deus te deu. 

- Se você não for fiel ao talento que Deus te deu, o talento lhe será tirado. 

      O vocábulo talento aqui na parábola significa a capacidade e os dotes de alguém. 

      O talento originalmente era uma unidade de peso; depois passou a ser uma unidade monetária, que valia seis mil denários. 

- O denário valia o trabalho de um dia. 

- Um talento, portanto, valia o trabalho de um homem por mais ou menos 18 anos. 

      Os estudiosos da Bíblia indicam que a palavra talento aqui da parábola, faz referência as habilidades com que servimos a Deus, quer elas sejam naturais, quer sejam espirituais. 

- Faça a obra de Deus com as habilidades que Deus te tem dado. 

V. 15: E a um deu cinco talentos, e a outro, dois, e a outro, um, a cada um segundo a sua capacidade, e ausentou-se para longe. 

- O que eu destaco nesse versículo: “Segundo a sua capacidade”. 

- Deus conhece as nossas limitações. 

- Deus sabe até onde podemos ir. 

- Sirva a Deus com 100% da sua capacidade. 

II Co. 12.15: Eu, de muito boa vontade, gastarei e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado. 

- Paulo se doava na obra de Deus. 

- Para Paulo era um prazer se gastar pela salvação das almas. 

- Jesus sabia até onde Pedro podia chegar. Assim como João, André, Tiago, Mateus, Bartolomeu, assim como os demais discípulos. 

- Deus sabe o quanto você pode render na obra de Deus. 

- Jesus não vai lhe pedir nada a mais da sua capacidade. 

- Deus te deu um talento, use-o na sua obra. 

II- Quatro Palavras Que Identificam a Palavra Talento. 

1- Aptidão: Podemos definir aptidão como capacidade, habilidade, inclinação, jeito, propensão, qualidade, tendência, vocação. 

- Todos esses sinônimos tem a ver com Talento. 

- Deus tem te capacitado para cumprir a sua chamada. 

II Co. 3.5: Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus. 

V. 6: O qual nos fez também capazes de ser ministros dum Novo Testamento, não da letra, mas do Espírito; porque a letra mata, e o Espírito vivifica. 

- Aqui diz: “Nos fez capazes de ser ministros dum Novo Testamento”. 

- É Deus quem nos capacita para sermos seus ministros. 

- Paulo reconhecia que isso vinha de Deus, que não estava nele. 

Ef. 3.7: Do qual fui feito ministro, pelo dom da graça de Deus, que me foi dado segundo a operação do seu poder. 

- Paulo reconhecia que esse era um dom da graça de Deus, manifestado em sua vida pela operação do poder de Deus. 

- Você é um ministro de Deus pela manifestação do poder de Deus em sua vida. 

- Deus tem te vocacionado para o ministério, isso não é uma escolha tua, é uma escolha de Deus. 

Rm. 11.29: Porque os dons e a vocação de Deus são sem arrependimento. 

- Deus não errou em te escolher; Deus não errou em te vocacionar. 

- Deus te deu a aptidão para fazer a Sua obra. 

- Por isso quando você não faz a obra de Deus, você sente um vazio, uma cobrança. 

- Essa é a cobrança de quem tem uma chamada de Deus. 

- Quem tem a chamada de Deus tem a propensão, a inclinação, o jeito, a tendência para as coisas de Deus. 

- Quem tem a chamada de Deus, se sente realizado, se sente feliz, em fazer a obra de Deus. 

2- Tempo: Podemos definir tempo como prazo, período, duração, ocasião, oportunidade, ensejo. 

- Deus tem te dado a oportunidade de fazer a obra de Deus. 

- Deus tem te dado o tempo de fazer a obra de Deus. 

- Deus tem te dado a ocasião de fazer a obra de Deus. 

- Paulo incentivava a Timóteo a pregar a Palavra. 

II Tm. 4.2: Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. 

- Faça a obra de Deus enquanto se oferece uma boa ocasião. 

- Quantas oportunidades aparecem diante de nós para realizarmos a obra de Deus. 

- Muitos têm tempo para orar e não oram. 

- Muitos têm saúde para jejuar e não jejuam. 

- Muitos têm uma boa visão para estudar a Bíblia e não estudam. 

- Chegará o dia em que o tempo passou, a oportunidade passou, a ocasião deixou de existir; que a saúde já não tem mais. 

Jo. 9.4: Convém que eu faça as obras que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. 

- Jesus não perdia tempo, e nem a oportunidade; Jesus fazia a obra enquanto era dia. 

- Faça a obra de Deus no tempo que Deus está lhe dando. 

- A hora é esta. 

- Não espere se aposentar para fazer a obra de Deus. 

- Não espere se formar para fazer a obra de Deus. 

- Não espere comprar um carro, uma casa, ou qualquer coisa para fazer a obra de Deus. 

- Aproveite o tempo que Deus está lhe dando. 

Ef. 5.16: Remindo o tempo, porquanto os dias são maus. 

- No Antigo Testamento os levitas tinham um período para exercerem o ministério. Dos trinta aos cinquenta anos. 

- O melhor momento de vitalidade era o tempo que o levita exercia o ministério. 

- Dê o seu melhor tempo para Deus. 

- Paulo teve o prazer de se deixar gastar na obra de Deus. 

- Para Deus todo tempo usado é investimento e não perca. 

- Invista a sua saúde, o seu melhor tempo para Deus. 

- Se deixe se gastar na obra de Deus. 

3- Recurso: Podemos definir Recurso como jeito, receita, maneira, processo, meio, mecanismo, modo, plano, fórmula. 

- Deus tem te dado a oportunidade de você usar o jeito, a maneira, um meio para realizar a obra de Deus. 

- Como iremos fazer a obra de Deus? De que modo? De que maneira? 

- Usando que meios? 

- Nós vamos descobrindo no realizar da obra. 

- Deus nos dá os meios, as condições, para que a obra seja feita. 

- Isso aconteceu na construção do tabernáculo. 

- Deus capacitou Bezalel e Aoliabe de sabedoria e habilidade na obra de artífice. 

Ex. 31.2,3: Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá. 

      E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência em todo artifício. 

V. 6: E eis que eu tenho posto com ele a Aoliabe, filho de Aisamaque, da tribo de Dã, e tenho dado sabedoria ao coração de todo aquele que é sábio de coração, para que façam tudo o que te tenho ordenado. 

- Destaco nesse versículo: “Para que façam tudo o que te tenho ordenado”. 

- Quem mandou Moisés construir o tabernáculo foi Deus, então Ele se responsabiliza em capacitar trabalhadores para fazer a obra. 

- Deus capacitou Bezalel e a Aoliabe para inventar invenções, para trabalhar em ouro, em prata, em cobre, no lavramento de pedras, em artifício de madeira. 

- Deus mandou Moisés construir o tabernáculo, mas capacitou pessoas para fazer essa obra. 

Ex. 35.35: Encheu-os de sabedoria do coração, para fazer toda obra de mestre, e a mais engenhosa, e a do bordador, em pano de azul, e em púrpura, e em carmesim, e em linho fino, e a do tecelão, fazendo toda obra e inventando invenções. 

- Deus te chamou para edificar a Sua Igreja, então Ele te capacitará para a realização dessa obra. 

Ef. 4.11: E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores. 

- Deus concede os recursos e os meios para que a Sua obra seja feita. 

- Deus concedeu os dons espirituais para edificação da Igreja. 

- Deus cuida para que a sua obra seja feita com esmero e qualidade. 

- A obra de Deus não deve ser feita de qualquer maneira. 

- Deus te deu talentos para você fazer toda a obra de Deus. 

II Tm. 3.17: Para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra. 

- Deus tem te dado os meios para realizar a Sua obra. 

- Você não está abandonado a sua própria sorte. 

- Jesus mandou os discípulos entrarem no barco e atravessarem o Mar da Galiléia; no meio do mar levantou-se uma grande tempestade, os discípulos se desesperaram, então Jesus surgiu andando sobre as águas, para os socorrer. O Jesus que mandou, se responsabilizou. 

- O Deus que te chamou fazer a Sua obra, está contigo nesta peleja; Ele não te abandonou; Ele está cuidando de você, da sua família, e dos recursos para a obra. 

- Creia no Deus da obra. 

- Acredite, o projeto de Deus é perfeito. 

- Deus tem zelo da Sua obra. 

Jr. 48.10: Maldito aquele que fizer a obra do Senhor fraudulentamente! E maldito aquele que preserva a sua espada do sangue. 

- Numa outra versão diz: “Maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente”. 

4- Oportunidade: Podemos definir Oportunidade como chance, conjuntura, vez, hora, ocasião, espaço, brecha, instante, circunstância conveniente. 

- Deus tem te dado à oportunidade de realizar a sua obra. 

- A vez é agora. 

- A brecha é agora. 

- O instante é agora. 

- A circunstância conveniente é agora. 

- A hora é chegada. 

- Somos os trabalhadores da undécima hora. 

- Deus precisa de obreiros que se coloquem na brecha para realizarem a Sua obra. 

- Seja o homem ou a mulher da brecha. 

- Aproveite a oportunidade que Deus está te dando para realizar a Sua obra. 

- Talento tem tudo a ver com oportunidade. 

- Use a oportunidade que Deus está te dando para fazer a obra de Deus. 

Ec. 9.10: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma. 

- Deus tem te dado um espaço para você ocupar na Sua obra. 

- Seja frutífero nessa ocupação na obra de Deus. 

- Não enterre o seu talento. 

- Teremos que prestar contas a Deus do talento que nos foi dado. 

- Paulo alertava Timóteo sobre o dom que Deus lhe deu. 

I Tm. 4.14: Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério. 

- Desprezar o dom é não usá-lo para fazer a obra de Deus. 

- Desprezar o dom é não cumprir o ministério. 

II Tm. 4.5: Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério. 

- Amado, cumpra o teu ministério.  

II Tm. 1.6: Por esse motivo, te lembro que despertes o dom de Deus, que existe em ti pela imposição das minhas mãos. 

- O dom pode não estar sendo usado. 

- O talento pode estar encostado. 

Conclusão: 

- Nesta tarde o Senhor te anima e te lembra da tua chamada. 

- Nesta tarde o Senhor desperta em ti o dom que Ele te deu. 

- Nesta tarde o Senhor quer que você desenterre o talento que Ele te deu. 

- Chegará o dia da prestação de contas com o Senhor. 

- Trabalhe enquanto é dia, a noite vem quando ninguém pode trabalhar. 

- A maior alegria do servo é na hora da prestação de contas, o Senhor lhe disse: “Bem está, servo bom e fiel”. 

- Seja um servo bom e fiel. 

- Deus conta comigo e com você nesta hora. 

- A hora é chegada, o tempo urge. 

- Jesus está voltando para buscar a sua igreja. 

- Ponha a mão no arado e realize a obra de Deus. 

Lc. 9.62: E Jesus lhe disse: Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus.

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos