Home
 
 
 
 
 
 
 

06/08/17                             

      O Repouso Para o Povo de Deus                        

Hb. 4.9

Int.: O escritor aos hebreus neste capítulo procura mostrar que o povo hebreu estava peregrinando pelo deserto, em direção à terra prometida, ao lugar de repouso, ao lugar de descanso.

      Durante 430 anos o povo hebreu habitou no Egito na região de Gozén, uma região muito fértil no Egito; onde o povo prosperou, se multiplicou e se tornou em milhares.

      Esse crescimento dos hebreus trouxe preocupação a Faraó, que imaginou que o povo hebreu pudesse dominar o Egito. Então Faraó estabeleceu um plano para parar esse crescimento. Faraó pediu as parteiras das hebreias que quando fossem fazer o parto das hebreias: se a criança fosse menina deixasse viver, mas se fosse menino, matasse. Mas as parteiras temeram a Deus e não fizeram como Faraó pediu e conservavam os meninos com vida.

      Faraó então oprimiu o povo hebreu no Egito.

      Faraó escravizou o povo hebreu no Egito.

      O povo hebreu teve que construir cidades de tesouros para Faraó.

      Os hebreus trabalhavam doze, quinze, dezoito horas por dia, fabricando tijolos, carregando materiais e construindo cidades para Faraó. Era um trabalho pesado, cansativo e sem remuneração, era um trabalho escravo.

      Por causa dessa escravidão o povo hebreu ficou pobre.

      Os últimos anos do povo hebreu no Egito foram de opressão, de escravidão e de sofrimento.

      E no meio desse sofrimento todo o povo lembrou-se de Deus, e clamaram ao Senhor.

Êx. 2.24: E ouviu Deus o seu gemido, e lembrou-se Deus do seu concerto com Abraão, com Isaque e com Jacó.

V. 25: E atentou Deus para os filhos de Israel e conheceu-os Deus.

      E Deus levantou um libertador para livrar os hebreus: Moisés.

      E Deus pela mão de Moisés mandou as 10 pragas sobre o Egito que trouxe destruição e sensibilizou o coração de Faraó, que permitiu que os hebreus saíssem do Egito.

      Quase três milhões de pessoas sofridas deixaram o Egito, atravessaram o Mar Vermelho, que se abriu, e começaram uma peregrinação pelo deserto durante quarenta anos, em direção à terra prometida, a terra que mana leite e mel, ao lugar de repouso, ao lugar de descanso.

I- O Repouso do Povo Hebreu.

- O povo hebreu havia sofrido por muitos anos no Egito.

- A peregrinação pelo deserto durante os quarenta anos não havia sido fácil.

- O povo hebreu precisa de um lugar de descanso, de um lugar de repouso.

- Depois da peregrinação dos quarenta anos pelo deserto eles entraram em Canaã, a terra prometida, a terra que mana leite e mel.

- Mas mesmo a terra prometida precisava ser conquistada, havia um inimigo na terra que precisava ser destruído.

Js. 11.23: Assim, Josué tomou toda esta terra conforme tudo o que o Senhor tinha dito a Moisés; e Josué a deu em herança aos filhos de Israel, conforme as suas divisões, conforme as suas tribos; e a terra repousou da guerra.

- O povo hebreu encontrou um repouso em Canaã a terra prometida.

- Aquela terra era fértil e produtiva, como é até os dias de hoje.

- Israel é o maior exportador de laranja e melancia do mundo.

Nm. 13.26,27: E caminharam, e vieram a Moisés, e a Arão, e a toda a congregação dos filhos de Israel no deserto de Parã, a Cades, e, tornando, deram-lhes conta a eles e a toda a congregação; e mostraram-lhes o fruto da terra.

      E contaram-lhe, e disseram: Fomos à terra a que nos enviaste; e verdadeiramente mana leite e mel, e este é o fruto.

- Os hebreus receberam de Deus um lugar para repousar das suas angústias e lutas.

- Agora os hebreus tinham um lugar que eles poderiam chamar de pátria.

- Antes no Egito eles estavam ali de favor, pois sabiam que aquela terra não era sua.

- Agora eles podiam descansar de todas as agruras que eles tiveram no Egito.

- A entrada na terra prometida trouxe alegria e paz aos hebreus.

- Havia um grande regozijo e alivio no coração dos hebreus.

- Foi uma espera longa e demorada, mas o dia havia chegado.

- Quem espera com fé, sempre alcança.

- Os hebreus foram distribuídos segundo as suas tribos no território de Canaã, a nova terra conquistada.

II- Deus Também Descansou.

- Depois de Deus completar toda a obra da criação, Ele descansou.

Gn. 2.2: E, havendo Deus acabado no dia sétimo a sua obra, que tinha feito, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito.

- Deus parou a sua obra de criação para apreciar e refletir sobre tudo o que havia criado.

- Esse descanso Deus passou para o homem também assim fazer na sua existência.

- O homem também tira um descanso semanal, para descansar o seu corpo e a sua mente.

- O repouso revigora as forças físicas e mentais, trás alivio e produz hormônios para o corpo.

- Mas o descanso ideal para o crente é o de Deus.

- O homem pode vir a participar desse descanso de Deus, mediante ao Senhor Jesus Cristo.

- O evangelho de Jesus Cristo nos oferece a oportunidade de participarmos desse descanso ideal.

III- Nós Encontramos na Bíblia Exemplos Daqueles Que Encontraram o Descanso Desejado.

1- Noé, pregoeiro da justiça, descansou da canseira, quando a arca pousou sobre o monte Ararate, após ter sido jogado para cá e para lá.

- Noé durante 120 anos construiu a arca para abrigar os animais e sua família.

- E durante 120 anos Noé pregou sobre o dilúvio para aquela gente.

- E quando veio o dilúvio choveu por 40 dias sem parar sobre toda a terra.

- E toda a raça humana foi eliminada da face da terra, somente ficou Noé e sua família.

- Noé agora teve repouso de toda turbulência que enfrentou durante os 120 anos.

- Noé agora encontrou descanso para a sua alma depois de tanto sofrimento.

2- Josué sucessor de Moisés.

- Que depois da conquista de Canaã descansou das guerras dessas conquistas.

Foram muitos anos para conseguirem vencer todos os inimigos na terra de Canaã e tomarem posse da terra.

- Mas Josué com os hebreus descansaram depois da conquista da terra.

IV- O Crente Busca Um Lugar de Repouso.

Mq. 2.10: Levantai-vos e andai, porque não será aqui o vosso descanso; por causa da corrupção que destrói, sim, que destrói, sim, que destrói grandemente.

- Esse repouso é celestial, mas é usufruído nesta vida pela fé.

- O crente foi salvo pela fé em Jesus Cristo.

- Vem de uma vida sofrida, de um mundo que jaz no maligno.

- A Bíblia fala que os últimos dias seriam dias trabalhosos.

- E como salvo o crente espera um descanso para a sua alma.

Mt. 11.29: Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas.

- Jesus é o porto e o descanso para a alma cansada.

- Você pode chegar até Jesus e deixar o seu fardo pesado de pecado e descansar a sua alma cansada.

- Jesus é o alivio e o refrigério para aquele que está oprimido.

- A presença de Deus trás refrigério para a alma humana.

At. 3.19: Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor.

- O pecador se arrepende, se converte, seus pecados são perdoados, Deus passa a habitar em seu coração e então chega os tempos do refrigério, os tempos de alegria, os tempos de benção na vida da pessoa.

Conclusão: O repouso maior, o descanso mais esperado pelo o crente é o céu.

Jo. 14.2: Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar.

- Todo crente espera o descanso celestial e eterno.

II Ts. 1.7: E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu, com os anjos do seu poder.

- Quando acontecer o arrebatamento da Igreja toda a tribulação que nós passamos aqui na terra vai cessar.

- Toda a dor, todo sofrimento, toda a luta, toda a guerra, toda a perseguição vai cessar.

- O Senhor Jesus foi preparar um lugar de repouso para o seu povo.

- Aguardamos com muita expectativa a volta de Jesus.

- Pois, resta ainda um repouso para o povo de Deus.

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos