Home
 
 
   

Segundo o Seu Costume

06/04/2014

Lc. 4.15,16  

 

Int.: Jesus nasceu em Belém de Judá, e ainda pequeno foi morar em Nazaré na Galiléia com seus pais. Jesus iniciou o seu ministério terreno com trinta anos de idade, quando foi batizado por João Batista no Rio Jordão. O ministério terreno de Jesus teve uma duração de três anos e meio; mas foi muito intenso; onde percorreu todo o território de Israel, pregando o evangelho e curando as pessoas.

Mt. 9.35: E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas  sinagogas deles, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.

     Esta era a missão de Jesus no seu ministério terreno.

      O ministério terreno de Jesus está dividido em três regiões:

1-Teve o ministério na Galiléia.

2- Teve o ministério na Judéia.

3- Teve o ministério em Jerusalém.

      Mas o propósito era o mesmo: Pregar o evangelho do Reino e curar as pessoas das suas enfermidades.

      Estudando os quatro evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João, vamos descobrir que o lugar onde mais Jesus frequentava e onde Ele mais procurava, quando chegava em alguma cidade era o templo, a sinagoga, a casa de oração.

      Jesus sabia que era a Casa do Pai.

- Lugar do encontro com Deus.

- Lugar de oração.

- Lugar de culto.

- Lugar de adoração.

      Quando Jesus ia ao templo, Ele se sentia em casa.

- Quando Jesus tinha 12 anos de idade, seus pais o levaram a Jerusalém na festa da páscoa; e o menino sumiu da vista dos pais.

Lc. 2.46: E aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.

- Já na infância Jesus gostava de frequentar o templo.

I- Jesus Tinha o Costume de Frequentar o Templo.

- Jesus tinha o hábito e a necessidade de frequentar o templo.

- O próprio Jesus repetiu o versículo do Antigo Testamento.

Mt. 21.13: E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração.

- Habitualmente Jesus orava.

- Jesus tinha por prática frequentar o templo.

- Jesus sabia que no templo haveria mais aproximação a Deus.

- A sinagoga ligava o presente ao passado.

- Na sinagoga a adoração de hoje tinha continuidade com todo o significado de Israel de ontem.

- A sinagoga significava comunhão.

- Quer dizer: Eu vou a Igreja para ter comunhão.

- Comunhão com Deus e comunhão com os irmãos.

- Em qualquer cidade que Jesus chegava, Ele procurava uma sinagoga.

Mt. 13.54: E, chegando à sua pátria, ensinava-os na sinagoga deles, de sorte que se maravilhavam e diziam: Donde veio a este a sabedoria e estas maravilhas?

- As pessoas ficavam maravilhadas, em ouvir Jesus e ver os milagres que Ele fazia.

- Jesus ia as sinagogas para pregar o Evangelho do Reino e curar as pessoas.

Mc. 1.39: E pregava nas sinagogas deles, por toda a Galiléia, e expulsava os demônios.

- Jesus operava uma libertação completa nas pessoas: Libertação da alma e do corpo.

Mc. 11.11: E Jesus entrou em Jerusalém, no templo, e, tendo visto tudo ao redor, como fosse já tarde, saiu para Betânia, com os doze.

- Aqui no versículo diz: Que Jesus viu tudo ao redor.

- Por isso que é bom vir a Igreja, porque Jesus aqui vê a todos.

Jo. 10.23: E Jesus passeava no templo, no alpendre de Salomão.

- Jesus passeia no meio do seu povo.

II- A Casa de Deus é Um Lugar de Milagres.

- A onde Jesus está milagres acontecem.

- A onde Jesus está pessoas são transformadas.

- A onde Jesus está vidas são libertadas.

- A Igreja é um pronto socorro espiritual.

Lc. 21.37: E, de dia, ensinava no templo e, à noite, saindo, ficava no monte chamado das Oliveiras.

- Jesus ia ao templo com um propósito:

1- Ensinar a Palavra de Deus.

2- Curar as enfermidades do povo.

Mt. 21.14: E foram ter com ele ao templo cegos e coxos, e curou-os.

- As pessoas foram ao templo procurar por Jesus e não saíram decepcionadas.

      Quero Destacar Três Milagres Que Jesus Operou no Templo:

1-A Cura do Homem Que Tinha a Mão Mirrada. (Mt. 12.9-13)

- Um fato interessante: O homem estava no templo.

- O homem estava no lugar certo e na hora certa.

- Imagina se este homem faltasse neste dia.

- Deus sempre nos surpreende.

- Segundo: Jesus viu o homem no templo.

- Quer ser visto por Jesus venha ao culto.

- A iniciativa da cura do homem com a mão mirrada foi de Jesus.

- Jesus o convidou para vir para o meio.

- Isto significa vir para o centro da vontade de Deus.

- E Jesus disse ao homem: Estende a mão, e a mão lhe foi restituída sã como a outra.

2- A Cura do Endemoninhado de Cafarnaum. (Mc. 1.21-26)

- Um homem endemoninhado estava na sinagoga em Cafarnaum.

- As pessoas vão à Casa de Deus para obterem libertação.

- A Bíblia fala que os demônios que estavam no homem convulsionaram e questionaram com Jesus que Ele viera destruí-los.

- A onde Jesus chegava os demônios tinham que sair.

- E Jesus repreendeu os demônios e libertou aquele homem.

- E o homem voltou liberto para a sua casa.

3- A Cura de Uma Mulher Paralítica. (Lc. 13.10-13)

- A mulher tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos.

- A mulher andava curvada e não podia de modo algum endireitar-se.

V.12: E vendo-a Jesus, chamou-a si, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade.

V.13: E impôs as mãos sobre ela, e logo se endireitou e glorificava a Deus.

- Olha a situação desta mulher: Satanás a escravizava.

- A Bíblia diz que ela tinha um espírito de enfermidade.

- Andava curvada.

- A mulher não podia erguer a cabeça.

- Era inválida.

- Não podia trabalhar.

- Milhões de pessoas estão curvadas pelo alcoolismo, pela ira, pela mentira, pelas imoralidades, incapazes de libertar-se.

- O pecado encurva o homem e o impede de olhar para Deus.

- Esta mulher desejava ser curada.

- Ela foi ao lugar certo.

- Muitos querem a benção, mas não querem ir ao encontro de Jesus.

- Mesmo sem poder olhar para o alto e para frente, a mulher foi ao templo.

- Olha que coisa maravilhosa aconteceu: Jesus a chamou.

- Jesus sempre está chamando quem vem ao culto.

- Todo esforço que a pessoa faz para ir ao encontro com Deus tem uma recompensa.

- A missão de Cristo é libertar os cativos de Satanás.

- A mulher curada glorificava a Deus no templo.

 

Conclusão: Vale a pena vir a igreja, vir ao culto. Mesmo cansado e cheio de problemas. Porque a cada dia, a cada culto, Deus nos surpreende com a Sua Palavra e com o Seu poder. Todo esforço feito para estar na Casa de Deus é válido. Deus está te contemplando, Deus está te vendo. A glória de Deus se manifesta no Seu Santuário.

      Quando nós temos um encontro com Deus na Sua Casa, saímos mais leve e aliviado com a Sua benção.

 

 
 

  Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens