Home
 
 
   

O Cuidado do Cristão

05/03/2013

I Co.16.13
 
 

Int.- O apóstolo Paulo escreveu esta Primeira Carta aos Coríntios, por volta do ano 50 D.C, estando na cidade de Éfeso.

         Corinto era a cidade mais importante da Grécia nos dias de Paulo. Sua riqueza era fabulosa. Os homens passavam o tempo em torneios e discursos. Luxo, dissipação e imoralidade pública predominavam entre a população industrial e marítima dessa cidade. Corinto atraía grande número de forasteiros do Oriente e do Ocidente. Seus deuses eram deuses de prazer e luxúria além disso havia muita cultura e arte. A cidade possuía muitos centros de estudo linguísticos e escolas de filosofia.

         Como na maior parte das cidades, havia ali uma grande colônia de judeus de elevado padrão moral e que praticavam fielmente sua religião. Mas a cidade era o centro de um culto degradante a Vênus.

         Em atos 18 vemos como o Evangelho alcançou essa cidade corrupta. O apóstolo Paulo com cerca de cinquenta anos, chegou a esta cidade e durante um ano e meio pregou e ensinou o Evangelho de Jesus Cristo nas sinagogas e nas casas, onde teve a ajuda de Áquila e Priscila.

        Nesta Primeira Carta aos Coríntios, Paulo trata da conduta do cristão entre os irmãos e na sociedade; Paulo trata da cruz de Cristo; sobre o espírito mundano causando dissensões nas igrejas; sobre o Ministro de Cristo como homem de Deus; sobre o casamento; sobre a ceia do Senhor; sobre a idolatria; sobre os dons espirituais e sobre a ressurreição; todos assuntos de suma importância na vida do cristão.

       No final da sua carta nas recomendações Paulo fala: Vigiai, estai firmes na fé, portai-vos varonilmente e fortalecei-vos.

       Paulo foi um dos cristãos mais bem sucedidos da história da igreja e inspirado pelo Espírito Santo trás esse importante conselho, não só aos cristãos de Corinto, mas a todos os cristãos de todos os tempos.     
I- Os Quatro Conselhos de Paulo ao Cristão.
1- Primeiro Paulo fala, vigiai
.
- Paulo era ciente da guerra espiritual, que o cristão trava no mundo.

- Paulo sabia da batalha espiritual que o cristão enfrenta, ao  ponto de escrever um capitulo aos Efésios sobre a armadura de Deus.
Ef.  6.11: Revesti-vos de toda armadura de Deus, para que possais estar  firmes contra as astutas ciladas do diabo.
-
Paulo também sabia que o cristão tem uma luta consigo mesmo, coma sua natureza pecaminosa, por isso precisava vigiar.
Gl. 5.17:
Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem um ao outro; para que não façais
o que queres.
-
O cristão não pode relaxar na vigilância, porque pode perder a benção de Deus.
- A vigilância deve ser um imperativo na vida cristã.
- Jesus aconselhou os discípulos sobre o cuidado.

Mt. 26.41:
Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.
-
Vigiar é estar atento.
- É ser precavido.
- É velar, é estar com os olhos abertos.
- É ser diligente.
- É não cair no sono espiritual.

I Pe. 5.8:
Sede sóbrios vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem
possa tragar
.
- A vigilância do cristão deve ser em todo o tempo.
- O cristão não pode baixar a guarda em momento algum.

2- O Segundo Conselho de Paulo: Estai firmes na fé.

- Essa firmeza na fé do cristão é pessoal, é individual.
- Estar firme na fé é estar alicerçado em Cristo.
- É saber em quem tem crido.
- É estar enraizado no Evangelho de Jesus Cristo.
- É estar estável na Palavra de Deus.
- A alegria de Paulo era firmeza dos cristãos de Filipos.

Fp. 4.1: Portanto, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor amados.
- Amados na hora da tempestade que sobrevêm ao crente, o que vai sustentar-lo é a sua fé em Jesus.
- Por isso nossas convicções em Cristo devem estar bem enraizadas.
- Quando o cristão não tem uma fé firme, sempre está sendo inconstante.

I Co. 15.58: Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes

sempre abundantes na obra do senhor , sabendo que o vosso trabalho não é em vão no Senhor.

- Paulo aconselhava o cristão ser firme e constante.

- A firmeza na fé do cristão deve ser como o bambu chinês, com raízes

profundas; quando o vento bate, enverga, mas não quebra.

II Tm. 1.12: Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho, porque eu sei em quem tenho crido e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia.

 - Paulo tinha convicções da sua fé.

- A Bíblia fala que a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus.

- O conhecimento de Deus através da Palavra, nos dá uma fé firme.

- Quem não dá valor a Palavra de Deus, tem uma fé fraca.

- Por isso se alimente da Palavra de Deus; valorize a Palavra de Deus; busque a Palavra de Deus; exercite- se na Palavra de Deus.

3- O Terceiro Conselho de Paulo: Portai-vos Varonilmente.

- O que é portar-se varonilmente?

- É portar-se esforçadamente; energicamente; é ser forte.

- O cristão precisa se esforçar na carreira cristã.

Mt.11.12: E, desde os dias de João Batista até agora, se faz violência ao Reino dos céus, e pela força se apoderam dela.

- Quer dizer: pela dedicação, pelo esforço.

- Não se entregue ao desânimo.

- Não permita a preguiça te tomar conta.

- Não menospreze nenhum culto da igreja.

- Seja um cristão esforçado.

Rm.12.11: Não sejais vagarosos no cuidado, sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor.

- Seja um crente fervoroso no espírito.

- Mantenha uma constância em servir a Deus.

- A benção de Deus é para aquele que busca.

- A benção de Deus é para aquele que se esforça.

- Seja um crente varonil em servir a Deus.

- Seja um crente cooperador na obra de Deus e não um crente consumidor.

- Faça a diferença em servir a Deus.  

4- O Quarto Conselho de Paulo: Fortalecei-vos.

- O crente fraco não cresce espiritualmente.

- O crente fraco está sujeito a perder batalhas espirituais.

- O crente fraco cede as concupiscências da carne.

Ef. 6.10: No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.

- Antes de falar da armadura de Deus, Paulo aconselha a fortalecer-se no Senhor.

- Paulo fala aqui: na força do seu poder.

- Quer dizer: busque o poder de Deus para a sua vida.

- Deus quer fortalecer a todo cristão.

- Para nos fortalecermos em Deus, precisamos pagar o preço.

- Paulo aconselhou Timóteo.

II Tm. 2.1: Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus.

- Amados, o cristão precisa buscar da graça de Deus.

- A graça de Deus é essencial para ter uma vida vitoriosa.

- Ser forte é estar firme na Palavra de Deus e ser cheio do Poder de Deus.

Ef. 5.18: E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei- vos do Espírito.

- Ser um cristão forte, deve ser um imperativo em nossa vida.

 

Conclusão: Esses conselhos que Paulo deu inspirados pelo Espírito Santo, são essenciais para a vida do cristão; que assim procedendo será como uma rocha inabalável.

 

 

  Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens