Home
 
 
 
 
 
 
  A Nova Vida Debaixo da Graça

                                                                           05/01/2016  

 
  Rm. 8.1-17    
 


Int.-
A Epístola aos Romanos fala do agir de Deus em transformar homens culpados em homens bons; homens pecadores em homens salvos; homens perdidos em homens achados.

      Na Epístola aos Romanos Paulo orgulhava-se do Evangelho, porque havia provado o seu poder, não só em sua própria vida, mas na vida de todos aqueles que haviam crido.

Rm. 1.16: Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego.

      O Apóstolo Paulo fala deste poder transformador do evangelho de Cristo. Nada pode transformar e mudar uma vida e mudar uma vida humana, como o evangelho de Cristo.

      É o poder de Deus que age na vida do ser humano, transformando e fazendo dessa pessoa uma nova criatura.

II Co. 5.17: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

- O Evangelho de Cristo transforma um alcoólatra em um salvo.

- O Evangelho de Cristo transforma um marginal em um cidadão do bem.

- O Evangelho de Cristo transforma um drogado numa pessoa salva.

- O Evangelho de Cristo transforma uma prostituta numa salva.

- O Evangelho de Cristo transforma um pecador, um viciado, numa nova criatura, num salvo.

- O versículo fala: “Nova criatura é”.

      O ser humano em Cristo passa a viver uma nova vida.

- O crente muda o seu modo de pensar: Os seus pensamentos são renovados.

- O crente muda o seu modo de agir: Suas ações e atitudes passam a serem outras.

- O crente muda os seus sentimentos.

Fp. 4.7: E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.

      A vida do crente muda, porque ele passa a viver debaixo da Graça.

      O crente debaixo da Graça vive a vida pela direção do Espírito Santo.

I- As Características da Nova Vida do Crente.

V. 1: Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito.

- O crente vivendo a nova vida em Cristo está livre de condenações do passado.

V. 33: Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.

- O inimigo sempre se levanta para nós acusar de pecados passados, que Deus já perdoou.

- Nossos pecados foram sepultados com Cristo em sua morte.

Mq. 7.19: Tornará a apiedar-se de nós, subjugará as nossas iniquidades e lançará os nossos pecados nas profundezas do mar.

- Para aquele que foi perdoado não lembrar-se mais dos antigos pecados.

V. 2: Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.

- Estamos livres da lei do pecado pela nova vida em Cristo Jesus.

Rm. 6.18: E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça.

- A Graça de Deus tem nos libertado do pecado.

Rm. 6.14: Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.

- O pecado não tem domínio na vida do crente que está debaixo da graça.

- A Graça de Deus nos capacita a vencer o pecado em nosso dia a dia.

- Somos tentados a pecar todos os dias.

- O pecado é nos apresentado todos os dias.

- Mas a Graça de Deus nos contagia, nos influência a não ceder, a não pecar.

- A Graça de Deus nos capacita com o poder de Deus para vencermos o pecado.

I Jo. 2.12: Filhinhos, escrevo-vos porque, pelo seu nome, vos são perdoados os pecados.

I Jo. 3.9: Qualquer que é nascido de Deus não vive na prática do pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode viver pecando, porque é nascido de Deus.

- João está dizendo aqui: Que a semente de Deus na vida do crente, livra o crente de viver na prática do pecado.

- O crente pode até falhar, mas a presença de Deus em sua vida, o livra de viver na prática do pecado.

- A Semente de Deus está em sua vida.

- Tu és escolhido e escolhida de Deus.

Rm. 8.4: Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito.

- O crente vive uma nova vida, não segundo a carne, mas segundo o Espírito.

- Quem agora influência a vida do crente para viver uma nova vida é o Espírito Santo.

- Quando somos tentados a desviarmos da trajetória de Deus a praticarmos o pecado, o Espírito Santo atua em nossa vida: Através da tristeza em nosso coração, através da Palavra de Deus e nos alerta a mantermos a retidão na comunhão com Deus.

- Não saia da trajetória de Deus para a sua vida.

- O Espírito Santo tem ciúmes para o crente não perder a comunhão com Deus.

Tg. 4.5: Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes?

II- A Nova Vida Faz O Crente Mortificar a Carne Com Suas Obras.

Rm. 8.10: E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.

- A presença de Cristo faz o crente morrer para o pecado.                       

Cl. 3.3: Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.

- A presença do Espírito Santo de Deus faz o crente distanciar-se do pecado; faz o crente odiar a iniquidade.

- O crente gosta da retidão por causa da presença do Espírito Santo em sua vida.

- O Espírito Santo guia o crente nessa nova vida.

V. 14: Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.

- O Espírito Santo dá a direção para o crente viver uma vida de vitória.

- O Espírito Santo ilumina o caminho do crente em sua trajetória.

- O Espírito Santo conforta e consola o crente na sua vida.

V. 16: O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

III- Benefícios da Nova Vida Debaixo da Graça.

1- A Vida Eterna Em Cristo Jesus.

Rm. 6.22: Mas, agora, libertados do pecado e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.

- Este é o maior benefício para o crente que está debaixo da graça.

2- A Paz de Deus no Coração.

Cl. 3.15: E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos.

- Ter a paz de Deus no coração é uma grande benção para o crente.

- A paz de Deus trás a tranquilidade a alma e ao espírito.

- A paz de Deus tira toda ansiedade e preocupação do coração do crente.

- Paulo fala: “Domine em vossos corações”.

- Deixe essa paz de Deus dominar o seu coração.

- Vamos ser provocados para que a paz de Deus se retire de nós, mas lute e não permita.

3- Retidão No Viver.

- A nova vida debaixo da graça leva-nos a viver em santidade.

I Jo. 5.18: Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive pecando; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.

- O crente debaixo da graça conserva aquilo que recebeu de Deus.

- O crente na nova vida anda em novidade de vida.

- O crente debaixo da graça segue os passos de Jesus.

I Jo. 2.6: Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou.

4- Alegria De Deus No Coração.

Jo. 15.11: Tenho-vos dito isso para que a minha alegria permaneça em vós, e a vossa alegria seja completa.

- Ter a alegria de Deus no coração é uma das coisas mais importantes para o crente.

- A alegria de Deus no crente o anima, o encoraja, o fortalece.

- Crente sem alegria é crente sem graça.

- Quem está debaixo da graça tem alegria.

- E Jesus fala aqui: “E a vossa alegria seja completa”.

- Uma alegria que preenche todo o seu ser.

 

 

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos