A FÉ SALVADORA
Ef. 2.1-10

                                                               

04/09/2012

 

Int.- A salvação é um dom da graça de Deus, mas somente podemos recebê-la em resposta à fé, do lado humano. Para entender corretamente o processo da salvação, precisamos entender a fé salvífica.

      A fé em Jesus Cristo é a única condição prévia que Deus requer do homem para a salvação. A fé não é somente uma confissão a respeito de Cristo, mas também uma ação dinâmica, que brota do coração do crente que quer seguir a Cristo como Senhor e Salvador.

      Fé salvífica genuína é uma união íntima com Cristo, melhor entendida como uma combinação de duas idéias: esperança em Cristo e entrega a Ele. Essa fé envolve dependência pessoal na obra concluída do sacrifício de Cristo como a única base para perdão de pecados e entrada no céu.

I-O Conceito de Fé no Novo Testamento.

      O conceito de fé no Novo Testamento abrange quatro elementos principais:

1-Fé significa crer e confiar firmemente no Cristo crucificado e ressurreto como nosso Senhor e Salvador pessoal.

Rm. 1.17: Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.

- Importa em crer de todo coração e entregar a nossa vontade e a totalidade do nosso ser a Jesus Cristo tal como Ele é revelado no Novo Testamento.

Ef. 6.6: Não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus.

- A fé genuína é vivida de inteiro coração.

2- Fé inclui arrependimento e desviar-se do pecado com verdadeira tristeza e voltar-se para Deus através de Cristo.

II Co. 7.10: Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas tristeza do mundo opera a morte.

- A Fé salvífica é sempre fé mais arrependimento.

3- A fé inclui obediência a Jesus Cristo e à sua Palavra.

- Maneira de viver inspirada por nossa fé, por nossa gratidão a Deus e pela obra regeneradora do Espírito Santo em nós.

Hb. 5.8,9: Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu.

      E, sendo ele consumado, veio a ser a causa de eterna salvação para todos os que lhe obedecem.

- A obediência provém da fé.

- A nossa fé em Jesus e em sua Palavra nos leva a obediência.

- Logo, fé e obediência são inseparáveis.

- A fé salvífica sem uma busca dedicada da santificação é ilegítima e impossível.

4- A fé inclui sincera dedicação pessoal e fidelidade a Jesus Cristo.

- E se expressa na confiança, amor, gratidão e lealdade para com Ele.

- A fé salvífica é uma atividade pessoal de sacrifício e de abnegação para com Cristo.

I Pe. 1.7,8: Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória na revelação de Jesus Cristo.

      Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso.

- A fé em Jesus como nosso Senhor e Salvador é tanto um ato de um único momento, como uma atitude contínua para a vida inteira.

- Temos fé numa Pessoa real e única que morreu por nós.

Rm. 4.25: O qual por nossos pecados foi entregue e ressuscitou para nossa justificação.

- A confiança e a obediência transformam-se em fidelidade e devoção.

- Nossa fidelidade e devoção transformam-se numa intensa dedicação pessoal e amorosa ao Senhor Jesus Cristo.

II- As Características da Fé Salvadora.

1-A Fé Salvadora é baseada na Revelação Bíblica.

- A fé não pode começar no vácuo. Para termos Cristo como centro dessa fé, tivemos que ter o conhecimento de quem é Jesus, e Ele é mostrado nas Sagradas Escrituras.

Rm. 10.17: De sorte que a fé é pelo ouvir e o ouvir, pela palavra de Deus.

II Tm. 3.15: E que, desde a tua meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.

- É na Bíblia que encontramos o plano da salvação.

2- A Fé Salvadora leva a uma Entrega Total de Vida.

- Fé salvadora não é uma simples confissão da pessoa, mas uma dedicação completa de vida a Cristo.

- Ainda que não possamos contribuir com nada diante de Deus para recebermos nossa salvação, fé salvadora requer uma entrega total a Deus de tudo o que temos.

Ilustração: Podemos comparar isso a um homem num prédio em chamas. Este homem está na janela do 15º andar, tendo nas mãos muitas malas. Ele só pode escapar do fogo, se deixar as malas e agarrar uma corda forte e segura que está sendo oferecida. Dando mais valor à sua vida, do que às suas possessões, ele larga as malas e segura a corda, através da qual é salvo. Da mesma maneira, o pecador nada tem de bom para oferecer a Deus. Tudo o que ele tem é o pecado e a necessidade de ser perdoado.

Lc. 9. 24,25: Porque qualquer que quiser salvar a sua vida perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida a salvará.

      Porque que aproveita ao homem granjear o mundo todo, perdendo-se ou prejudicando-se a si mesmo?

- Neste trecho, Cristo acrescenta que a fé salvadora não é um ato isolado na vida da pessoa, mas o início de um relacionamento diário com Cristo, durante a vida inteira.

Lc. 9.23: E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.

- A entrega que fazemos a Cristo não pode ficar oculta diante dos outros. Ela resulta numa vida transformada, o que se torna evidente em nosso modo de viver.

- Não tem como esconder um verdadeiro cristão.

- Seu jeito de viver, de falar, de se comportar, de se relacionar, fica evidente.

3- A Fé Salvadora é o Único Meio de Salvação.

- Um certo erudito da Bíblia verificou que a palavra “crer” é mencionada na Bíblia, como meio de salvação, 115 vezes; e a palavra “fé”, seu sinônimo, 35 vezes.

At. 13.39: E de tudo o que, pela lei de Moisés, não pudestes ser justificados, por ele é justificado todo aquele que crê.

- Quando alguém acrescenta alguma exigência além da fé em Cristo para o homem ser salvo, aí já não é Deus que salva, mas o homem tentando salvar-se a si mesmo.

4- A Fé é uma Decisão Pessoal.

- A fé, como ato de crer em Cristo, vem da nossa própria vontade; vontade essa sob o efeito da graça de Deus e da convicção pelo Espírito Santo.

Mc. 16.16: Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.

- A fé é uma escolha pessoal e intransferível.

At. 2.38: E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.

 

Conclusão:

Ef. 2.8: Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus.

V.9: Não vem das obras, para que ninguém se glorie.

- O homem não pode fazer nada para merecer salvação.

- Nem a fé é obra para garantir a salvação.

- Mas a fé é um meio, pelo qual Deus manifesta a Sua abundante graça na vida do pecador para salvá-lo.

- Sabemos que não é a fé que salva, mas, Cristo salva através da fé.

 

 

     

 

  Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens