A DOUTRINA DA SANTIFICAÇÃO                                                                                    01/02/2011

I Ts.4.1-8
 

Int.- Deus criou o homem sem pecado, e por um bom tempo o homem viveu assim, desfrutando de plena comunhão com Deus. Sentindo paz, alegria e gozo em seu coração.

      Mas o homem pecou, quebrando sua comunhão com Deus.

      E o primeiro sinal da queda foi o medo que ele sentiu em seu coração. Medo de Deus, medo de morrer, medo de ser punido.

      E o homem foi se esconder.

      A nudez revela a falta de santidade.

      A nudez revela a falta de proteção.

      Mas o nosso Deus é amoroso e misericordioso. Antes de Deus lançar o homem fora do Jardim do Éden, Deus providenciou túnicas de peles para o homem e para a mulher.

      Um animal foi morto, para que Adão e Eva tivessem vestimentas.

      Jesus deu a sua vida, derramou o seu sangue, para que pudéssemos alcançar a salvação e a plena comunhão com Deus.

      Jesus derramou o seu sangue para que pudéssemos receber vestimentas de santidade.

      Para chegarmos ao céu precisamos manter as nossas vestes brancas.

I- Santificação um Imperativo de Deus para Chegarmos ao Céu.

Hb.12.14- Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.

- O céu é um lugar preparado para pessoas preparadas.

- Não é vivendo de qualquer maneira que iremos chegar no céu.

- Há cristãos que pensam que depois que aceitaram a Jesus, podem fazer qualquer coisa, que a salvação está garantida.

A) Depois que aceitamos a Jesus como Salvador, inicia-se o Processo de Santificação na vida do crente.

- Nesse processo todos somos obrigados a participar.

V.3- Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação.

- Quando o crente vive o processo de santificação, ele não está fazendo porque é uma obrigação da igreja, do pastor ou de quem quer que seja; mas porque esta é a vontade de Deus.

V.4- Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra.

 

- Nós precisamos aprender a ter uma vida em santificação.

- O cristão deve saber evitar tudo aquilo que prejudica a sua comunhão com Deus.

- Não podemos deixar de viver uma vida de santificação em nenhum momento.

Ec.9.8- Em todo tempo sejam alvas as tuas vestes, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça.

- A falta de santificação prejudica totalmente a nossa vida espiritual.

Sl.66.18- Se eu atender à iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá.

B) O que Significa Santificar?

      Significa separar, consagrar, fazer santo.

- O nosso vaso que é a nossa vida, deve ser consagrada a Deus.

- Deus não se agrada que nos misturemos com o mundo.

- Estamos no mundo, mas não somos do mundo.

I Jo.2.15- Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

V.7- Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação.

- Os impuros não podem entrar no céu.

Mt.5.8- Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.

- Ser santo é estar separado do pecado e consagrado a Deus.

- É ficar perto de Deus, ser semelhante a Ele.

- O Senhor nos convida a ser santo.

I Pe.1.16- Sede santos, porque eu sou santo.

- A santificação é uma experiência desafiante, porque constitui numa luta espiritual entre a velha natureza e a nova natureza.

Ef.4.21-24-  Se é que o tendes ouvido e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus.

      Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano.

      E vos renoveis no espírito do vosso sentido.

      E vos revistais do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade.

- O novo homem é criado em verdadeira justiça e santidade.

 

II- Deus Estabeleceu Meios para a Santificação do Crente.

1- O Sangue de Cristo.

- O sangue de Cristo proporciona santificação absoluta perante Deus.

I Jo.1.7- Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado.

- O hino 491 da HC. Diz: O teu pecado tu queres deixar. No sangue há poder, sim, há poder.

Hb.13.12- E, por isso, também Jesus, para santificar o povo pelo seu próprio sangue, padeceu fora da porta.

2- O Espírito Santo.

- O Espírito Santo proporciona uma santificação interna, efetuando a transformação da natureza do crente.

I Co.6.11- E é o que alguns têm sido, mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus e pelo Espírito do nosso Deus.

- O Espírito Santo nos avisa aquilo que não agrada a Deus.

Gl.5.16- Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne.

3- A Palavra de Deus.

- A Palavra de Deus proporciona a santificação externa e prática, orientando o comportamento do crente.

Jo.17.17- Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.

- A Palavra de Deus nos mostra aquilo que é pecado; aquilo que não agrada a Deus.

- A Palavra de Deus orienta o crente, exorta o crente e alimenta o crente para uma vida vitoriosa.

- Se não tivéssemos a Palavra de Deus, ficaríamos desorientados na nossa vida de fé.

- A Palavra de Deus é a nossa bússola para chegarmos ao céu.

- A Palavra de Deus nos limpa.

Jo.15.3- Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado.

- Em Neemias 8 a Bíblia fala que todo o povo de Judá se reuniu em Jerusalém, na praça, diante da Porta das Águas, e que Esdras o sacerdote, leu a lei de Deus, desde a alva até ao meio-dia, e todo o povo chorava, quebrantado, ouvindo as apalavras da Lei.

 

Conclusão: Nós fomos transformados e regenerados quando aceitamos a Jesus como Salvador.

      E continuamos o processo progressivo da santificação até a volta de Jesus.

- Quando nos santificamos milagres de Deus acontecem.

Js.3.5- Disse Josué também ao povo: Santificai-vos, porque amanhã fará o Senhor maravilhas no meio de vós.

 
    

  Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil

 
Mais mensagens