Home
 
 
 
 
 
 
 

                                      01/10/17

A Síndrome de Sebna

Is. 22.15-19

Int.- Quem era Sebna?

- Era um alto funcionário da corte do rei Ezequias de Judá.

- Ele era Tesoureiro e mordomo no palácio do rei Ezequias.

- Sebna é chamado escrivão, administrador e secretário, provavelmente indicando que tinha um cargo semelhante ao de um secretário de estado.

- Como administrador do palácio de Ezequias, Sebna era um homem de grande influência.

- Sebna tinha um cargo de confiança no palácio.

- Sebna sempre estava junto ao rei porque causa do seu cargo.

- Sebna era um privilegiado, dentre muitos, foi escolhido para tão importante cargo.

- Sendo assim, Sebna agora passa a ser exposto, se torna vitrine, pois quanto maior a posição, maior será o destaque e a exposição, voluntária ou involuntária.

- Mas Sebna tinha uma liderança que ofendia a Deus.

- Está aí a Síndrome de Sebna.

- O que é Síndrome?

- São sintomas que caracterizam uma doença.

- Sebna tinha características negativas que ofendiam a Deus.

- Qual era a Síndrome de Sebna?

- O Orgulho.

- Isaías profetizou que ele perderia o poder e morreria no exílio por causa de seu orgulho.

- Deus abomina aquele que é orgulhoso.

Tg. 4.6: Antes, dá maior graça. Portanto, diz: Deus resiste aos soberbos, dá porém, graça aos humildes.

I- Sebna Era Um Tipo de Obreiro e de Liderança Que Desagradava a Deus.

V. 15: Anda, vai ter com este tesoureiro, com Sebna.

- A forma da construção da frase diz muito com relação ao humor de Deus naquele momento.

- Deus estava irado, ofendido e triste com o tipo de liderança exercido por Sebna.

- Cuidemos para que o tipo de liderança que estamos exercendo não ofenda a Deus.

- Ele está perto de nós, nos acompanha, nos observa.

II Tm. 2.4: Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar aquele que o alistou para a guerra.

- Subentende-se que o pecado de Sebna era algo que estava acontecendo há muito tempo e era continuado.

- Ele havia acumulado riquezas, possivelmente ilegitimamente com escopo de ostentar.

V. 18: E ali acabarão os carros da tua glória.

- Deus não foi injusto, não o pegou na primeira oportunidade, pelo contrário, Sebna se acostumou com práticas erradas e injustas em sua liderança, não se corrigindo a tempo, desprezando as oportunidades , por isso, Deus resolve puni-lo.

- Todos nós podemos errar (No sentido de estarmos sujeitos).

- Em algum momento é possível que sejamos tentados e até cedamos.

- Mas, é preciso fazermos constantemente uma auto avaliação e pedirmos ajuda do Espírito Santo, pois o Seu julgamento é perfeito.

Sl. 139.23,24: Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.

      E vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.

II- Vale a Pena Observar as Frases Ditas Por Deus.

1- Que é que tens aqui? (V.16)

- Que propriedade que você tem aqui em que tenha nascido?

- Ou seja, você não é daqui, você está aqui por misericórdia e favor.

- Você não tem direitos aqui.

- A meritocracia, tempo de casa, origem, embora não seja o essencial na obra de Deus, são importantes e deve ser valorizadas por nós.

- Aqueles que, como Sebna, conquistam seus espaços, devem sempre se lembrarem de onde vieram e quem eram, pois isso sempre os tornará mais humildes e gratos a Deus e as pessoas, respeitando aqueles que possuem mais direitos que nós: Pastores, Evangelistas, Presbíteros, Diáconos, etc.

- Que tens aqui?

- Qual o seu parente aqui, quem é o seu aliado, a quem você está vinculado?

- Ele era um filius Populi, um mero plebeu.

- Em outras palavras, ele era alguém extremamente privilegiado, estava entre os grandes, sem ser grande, sem ter esse direito por parentesco, nem nascimento.

- Motivos suficientes para não ser presunçoso, prepotente, orgulhoso, ele tinha suficiente.

- As oportunidades que recebemos no Ministério, mesmo sem termos direitos, devem ser valorizadas por todos nós e, devemos sempre nutrir em nosso coração um verdadeiro sentimento de gratidão a Deus e aos homens que nos abençoam.

I Tm. 1.12: E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus, Senhor nosso, porque me teve por fiel, pondo-me no ministério.

- O apóstolo Paulo era grato ao Senhor Jesus por colocá-lo no ministério.

- Lembre-se de quem te apoiou, de quem te indicou para a sua consagração.

- Não seja ingrato, soberbo, individualista, se esquecendo dos homens que te abençoaram.

2- Sebna Era Uma Liderança Egocêntrica.

- Uma pessoa egocêntrica acredita que tudo deve caminhar a seu favor, por achar que é o único a merecer, sem se preocupar com seu semelhante.

- Tudo e todos devem girar em torno dessa pessoa.

- Assim era Sebna.

- Descobrimos isso nas expressões:

V. 16: Para que cavasses aqui uma sepultura?

- Uma coisa individual e pessoal.

V. 16: Cavando em lugar alto a sua sepultura.

- Uma sepultura para ele, só dele.

V. 16: Cinzelando na rocha uma morada para si mesmo!

- Mostrando aqui um total individualismo.

V. 18: Ali acabarão os carros da tua glória.

- Deus fala com Sebna:

V. 19: Demitir-te-ei do teu ofício.

V. 19: E te arrancarei do teu assento.

- O egocêntrico apresenta suas possíveis qualidades, ama ser elogiado publicamente e se aborrece quando isso não acontece.

- Gaba-se dos seus feitos: Construção, pregação, aquisições, conquistas pessoais, ministeriais e afins.

- Não considera a equipe, sempre EU, nunca NÓS!

- Se acha insubstituível e o único capaz de realizar o trabalho.

Sl. 101.5: Aquele que difama o seu próximo às escondidas, eu o destruirei; aquele que tem olhar altivo e coração soberbo, não o suportarei.

- Deus não suporta aquele que tem coração soberbo.

- O egocentrismo é uma característica forte dos fins dos tempos.

- Veja o aviso do Apóstolo Paulo para Timóteo.

II Tm. 3.1-5: Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.

      Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos.

      Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons.

      Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus.

      Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

3- Sebna Era Uma Liderança de Ostentação.

- Sebna procurava ostentar as suas conquistas.

- Ostentar é exibir, mostrar, alardear, bravatear, trombetear (tocar trombeta), vangloriar.

- Sebna era um líder que ostentava em demasia.

- Saia dos limites do bom senso, se tornando um ridículo, um bobo, um tolo, pois quem fala somente de si e dos seus feitos, se torna um bobo, uma pessoa desinteressante, inadequada, fútil.

- Sebna gostava disso, de exibir seus carros para gloria pessoal.

V. 18: Ali acabarão os carros da tua glória.

- Geralmente, a ostentação está ligada com a mentira, com a hipocrisia, mostrar algo que na realidade não somos ou não temos e, mesmo que sejamos ou tenhamos, quem deve aparecer é Cristo e não nós.

I Co. 10.31: Portanto, quer comais quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.

- Tipos de Ostentação:

1- Espiritualidade (sendo carnal).

- A pessoa querendo mostrar uma espiritualidade que não tem.

2- Santidade (sendo pecador).

- A pessoa querendo mostrar uma santidade que não tem.

3- Riquezas (sendo pobre).

- A pessoa querendo mostrar que possui riqueza.

4- Títulos/Diplomas/Anéis (sem os merecer, títulos e diplomas comprados, por exemplo).

- A pessoa colocar anéis no dedo para aparentar um doutorado.

5- Conhecimento (sendo indouto).

- A pessoa querendo mostrar conhecimento não sabendo nada.

4- Sebna Exercia Uma Liderança Déspota.

- Uma liderança déspota é extremamente gananciosa, arbitrária, opressora, tirana, absoluta, que se considera inquestionável e infalível.

- Diz no verso 21, quando Deus diz através do profeta que levantaria alguém para o lugar de Sebna, que seria um pai para o povo de Jerusalém.

- Pai é sinônimo de proteção, carinho, abraço, respeito, cuidado, qualidades estas, dentre outras, que precisam estar na vida de todos nós, líderes da casa de Deus.

- Veja o Conselho que Pedro Dá:

I Pe. 5.1-4: Aos presbíteros que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero como eles, e testemunha das aflições de Cristo, e participante da glória que se há de revelar.

      Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto.

      Nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho.

      E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa de glória.

- Assim como Sebna foi rejeitado por Deus do seu posto, por causa do seu orgulho, muitos obreiros hoje, podem ser rejeitados por Deus pelo mesmo motivo.

Pv. 16.18: A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda.

- É aqui que mora o perigo, não alimente o seu orgulho.

- O pecado de Satanás foi o orgulho, ele quis ser igual a Deus.

- Ele quis ser uma coisa que não tinha capacidade de ser.

- Fique na posição que você foi chamado.

- Fique na posição que Deus tem te colocado.

III- Veja a Sentença de Sebna.

- Vale lembrar que, independentemente da posição que ocupamos no reino de Deus, como líderes, há alguém acima de nós (humanamente falando) e, sobretudo e todos o nosso Senhor.

- Deus chama o profeta Isaías e lhe diz:

V. 15: Assim diz o Senhor Jeová (Soberano).

- Dos Exércitos (guerra, comando).

- Que isso gere em nós mais temor, em saber que o Senhor nos dirige, manda em nós e tem poder para julgar, condenar, sentenciar e executar.

- Este é o nosso Deus.

- E o profeta continua dizendo:

V. 17: Eis que o Senhor te arrojará violentamente (lançar com força, desferir, disparar, atirar).

- A ideia do verso todo é que o Senhor vai agarrá-lo e lança-lo para longe.

V. 18: Certamente te fará rolar, como se faz rolar uma bola em terra larga e espaçosa; ali morrerás, e ali acabarão os carros da tua glória, o opróbrio da casa do teu senhor.

- Sebna será demitido pelo próprio Deus.

V. 19: E demitir-te-ei do teu ofício e te arrancarei do teu assento.

- Sebna será arrancado da cadeira pelas mãos de Deus.

- Deus levantaria outro em seu lugar, Eliaquim (a sucessão é normal, faz parte do processo da vida humana).

- Mas, neste caso, era Deus que diretamente interveio para punir alguém que exercia uma liderança doente e maligna.

- Deus contempla a todos aqueles que estão em eminência sobre a terra.

- Na Bíblia nós temos o caso do rei Herodes.

At. 12.21-23: E, num dia designado, vestindo Herodes as vestes reais, estava assentado no tribunal e lhes fez uma prática.

      E o povo exclama: Voz de Deus, e não de homem!

      E, no mesmo instante, feriu-o o anjo do Senhor, porque não deu glória a Deus; e, comido de bichos, expirou.

- Herodes um rei que se exaltou sobremaneira, se achando um deus.

- Foi punido imediatamente por Deus na frente de todos.

- E aqui fala: “Porque não deu a glória a Deus”.

- Deus te usa, a honra é sua, mas a glória é de Deus.

- Para o obreiro é um privilégio ser usado por Deus na sua obra.

IV- O Obreiro é Um Vaso nas Mãos de Deus.

- O obreiro precisa ter a consciência que foi Deus quem o chamou e o colocou no lugar onde ele está.

- O obreiro precisa saber que é Deus quem o capacita para fazer a obra de Deus.

- Todo obreiro chamado por Deus para realizar a sua obra passa por período de provação, para quando for usado por Deus não se exaltar.

II Co. 12.7: E, para que me não exaltasse pelas excelências das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de me não exaltar.

- Paulo para não se exaltar pelas revelações que tinha recebido, foi esbofeteado por um mensageiro de Satanás.

- Paulo era o crente experiente e conhecedor das coisas espirituais, mas mesmo assim estava sujeito e se exaltar pelas revelações que tinha recebido.

- Qualquer um de nós, usado por Deus, estamos sujeitos a se exaltar por aquilo que temos feito para Deus.

- A carne é fraca, estamos sujeito a sermos iludidos e enganados por ela.

Gl. 5.16: Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne.

- Deus quer te usar de uma maneira gloriosa e poderosa.

- Mas Deus quer que você mantenha a humildade e um coração voltado para Ele.

- Deixe o teu eu morrer para Deus te usar.

Jo. 12.24: Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, dá muito fruto.

- Jesus está dizendo aqui, se nós morrermos para as nossas vaidades e orgulho, para o nosso eu, então Deus vai nos usar e daremos muito fruto.

- Outra lição que Jesus deixa aqui, é que o orgulho impede de Deus nos usar.

- Precisamos ter um coração quebrantado e humilde e totalmente dependente de Deus.

Sl. 51.17: Os sacrifícios para Deus são o espirito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

- Não deixe a síndrome de Sebna tomar conta de você.

- Não tenha um coração orgulhoso.

- Deus abomina aquela que é soberbo.

- Deus ama aquele que é humilde.

- Deus usa aquele que é humilde.

Pv. 16.19: Melhor é ser humilde de espírito com os mansos do que repartir o despojo com os soberbos.

- O obreiro humilde depende de Deus em todos os momentos.

- O obreiro humilde sempre está buscando ao Senhor e a sua força.

- O obreiro humilde sabe que sem a presença de Deus ele não conseguirá dar nenhum fruto.

- O obreiro humilde sabe que Deus o abençoou hoje e para Deus o abençoar amanhã ele terá que continuar a ser humilde.

- O maior inimigo de um obreiro é o sucesso.

- Porque o sucesso vai levar o obreiro à tentação da soberba.

I  Pe. 5.6: Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que, a seu tempo, vos exalte.

- O humilde é exaltado por Deus.

- O humilde é contemplado por Deus desde o seu trono.

- Deus quer usar obreiros que dependam dele.

- Na obra de Deus existem várias funções e trabalhos para os obreiros.

- Deus tem um trabalho para você na sua obra.

- Tome ânimo e faça com excelência o trabalho que Deus tem designado para você.

- Deus te dará graça e força para realizar esse trabalho.

- Acredite haverá frutos do trabalho das tuas mãos.

- O Senhor vai honrar o trabalho das tuas mãos.

Jo. 12.26: Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará.

- O obreiro é chamado por Deus com uma missão designada a cumprir.

- E quando o obreiro cumpri a missão Deus o honra.

- Não deixe a síndrome de Sebna lhe afetar.

- Não deixe o orgulho em nenhum momento te impedir de ser usado por Deus.

- Que Deus te use hoje, amanhã e sempre.

 

 

 
       
 

Pr. Silvano Doblinski
Presidente da Igreja Assembleia de Deus
do Jabaquara em São Paulo - Brasil







 

 
Mais mensagens
Adicionar AD Jabaquara aos Favoritos